Menu
Projetos e Obras
Busca
vinicola_antinori

Conteúdo Correspondentes Internacionais

Vinícola Antinori exibe contrastes integrados à natureza local

17/10/2017

Como manter o valor social e cultural em ambientes de produção de vinhos? Nesse projeto, a arquitetura valoriza a paisagem e o território ao redor, ou seja, uma autêntica simbiose entre obra, ambiente de trabalho humano e ambiente natural.

Um contraste arquitetônico de sucesso é dotado de dois pontos de partida principais: a contextualização e o diálogo. Materializar e traduzir uma linguagem criativa que harmoniza a exteriorização de um projeto com o lugar onde está inserido é uma tarefa difícil. Mas, quando bem-executada, é capaz de encantar e inspirar.

A Toscana é uma região italiana conhecida por sua surpreendente paisagem natural e por abrigar os produtores de vinho mais renomados do país. Criar ali uma vinícola que fugisse dos edifícios renascentistas e castelos foi a diretriz principal da Família Antinori.

vinhedos_vinicola_antinori

Obra integrada com os vinhedos (Foto: reprodução site Archea Associati)

Com mais de 600 anos dedicados à produção de vinhos, os Antinori decidiram construir um projeto inovador, sustentável e moderno em Bargino (Chianti, Toscana), no trajeto Florença/Siena. Os responsáveis pela execução foram o escritório de arquitetura Archea Associati e a empresa de engenharia Hydea.

Um dos critérios utilizados na concretização da obra foi a integração com o ambiente, criando um contraste harmonioso sem destoar da paisagem.

Com uma escolha cuidadosa desde a tonalidade dos revestimentos até o encaixe na topografia local, a vinícola, quando vista de fora, é uma leve estrutura em meio aos vinhedos e ao cenário agrícola — o que ao mesmo tempo expressa a importância social do vinho na rota do Chianti.

projeto_vinicola_antinori

Seção ilustrativa do projeto

Seguindo o declínio do terreno e valorizando profundamente a relação do uso da terra, a obra acompanha o sentido das videiras e parece praticamente “enterrada’’ na colina. Apresenta apenas alguns rasgos horizontais na fachada, que geram uma linda vista para aqueles que se encontram no interior.

Os materiais escolhidos para gerar tal suavidade na contraposição foram tijolo, aço corten, madeira e vidro, ressaltando os tons terrosos e naturais.

Internamente, o projeto possui biblioteca, museu, loja, salas de degustação de vinho, restaurante, auditório para 200 pessoas, setor administrativo, áreas dedicadas à produção, engarrafamento e armazenamento de vinho.

A parte de reserva dos barris tem um pé-direito alto com o uso da terracota no isolamento da construção, tornando-se autossuficiente em gerar condições climáticas ideais para os vinhos.

sala_armazenamento_vinicola_antinori

Sala de armazenamento (Foto: reprodução site Archea Associati)

vinicola_antinori_contrastes

Contrastes que encantam (Foto: reprodução site Archea Associati)

Um contraste arquitetônico de sucesso com o meio natural não precisa necessariamente camuflar-se no âmbito onde está inserido. Ele pode ser representado de diversas maneiras sem desvanecer o cenário em que será enquadrado, destacando-se quando preciso e respeitando critérios de ritmos e proporções.

Uma construção arquitetônica que crie uma relação com o contexto sem tirar a importância do entorno é o caminho harmonioso para um equilíbrio de informações e combinações de elementos.

No caso da vinícola Antinori, o conceito principal foi pincelar um toque significativo (mas que ao mesmo tempo não absorvesse toda a atenção) em uma paisagem que se assemelha a uma pintura. Sem dúvidas, é uma combinação de sucesso em meio à Toscana, que nos traz mais um contraste que encanta.

natureza_vinicola

As construções se integram com harmonia ao ambiente (Foto: reprodução site Archea Associati)

4 Comentários

Deixe uma resposta para Izidoro Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *