Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Eventos

Santa Catarina é destaque no circuito brasileiro da CASACOR

30/09/2019

Estado teve participação excepcional na mostra paulista, com quatro escritórios de arquitetura, e em Florianópolis apresenta um modelo arrojado na edição da CASACOR SC 2019.

Antes de comentar especialmente sobre a CASACOR SC/Florianópolis 2019, é preciso fazer uma reflexão sobre a participação e visibilidade dos catarinenses no circuito nacional da mostra de decoração. Dois pontos merecem registro: a representatividade do Estado na edição paulista e o modelo de negócio realizado na Capital, que teve reverberação além-fronteiras.

Santa Catarina teve excepcional participação na mostra paulista 2019, superada, naturalmente por São Paulo, e o mesmo número de profissionais expositores do Rio de Janeiro. Do Sul do país, foi o único estado com arquitetos presentes na 33ª edição da CASACOR SP. Estávamos muito bem representados pelo Studio Casa Design, de Moacir Schimitt Jr. e Salvio Moraes Jr., que há três anos integram o time da mostra; pelos arquitetos Juliana Pippi e Marcelo Salum, há dois; e o estreante, Tufi Mousse.

Não é pouca coisa! A participação deles foi destaque em mídias nacionais, na capa do anuário do evento, em palestras nas mostras brasileiras, e com premiações – Salum ficou em segundo lugar no Prêmio Casa, do suplemento Casa, do Estadão, com o Loft “Alguma Coisa Acontece no Meu Coração” (2018) e a cozinha do Loft “Árvore da Vida” (2019), cujo critério são os espaços mais relevantes do ponto de vista conceitual e construtivo.

A significativa participação dos quatro escritórios catarinenses em nível nacional se dá em um contexto de realização da CASACOR em 15 estados: São Paulo, Bahia, Brasília, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina (Florianópolis e Balneário Camboriú) e Ribeirão Preto, além da Bolívia, Estados Unidos, Paraguai e Peru. Vale lembrar, ainda, que o estado é o único no país a manter duas mostras anuais desde 2017.

E em Santa Catarina?

Modelo arrojado na CASACOR SC em 2019 

Em Florianópolis, a parceria entre a CASACOR e empreendimento Cidade Milano foi uma decisão assertiva que ampliou a percepção de valor da própria mostra. Para isso, dois fatores foram determinantes: a oportunidade de incluir no percurso de visitação o palacete construído em 1848, tombado como Patrimônio Histórico pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC), e onde morou o ex-governador Hercílio Luz (1860-1924). Foram quase duas décadas de abandono até a Milano Incorporadora assumir a obra de restauro, com projeto do escritório Prospectiva Arquitetura. Após a mostra, a casa estará disponível para visitação gratuita mediante agendamento prévio e servirá para abrigar eventos diversos ao integrar um complexo com essa finalidade dentro do empreendimento Cidade Milano.

Pátio Milano,Tais Marchetti Bonetti, Giovani Bonetti e Luiz Fernando Zanoni (Foto: Lio Simas)

Pátio Milano,Tais Marchetti Bonetti, Giovani Bonetti e Luiz Fernando Zanoni (Foto: Lio Simas)

Outro motivo decisivo foram as 10 operações gastronômicas do food mall, tornando a CASACOR mais atrativa como destino de lazer e coerente com o próprio tema – Planeta Casa – já que toda ala de cozinha irá permanecer após a mostra. E isso também veio ao encontro do conceito do empreendimento de se apresentar como ambiente de uso misto, com moradia, trabalho e lazer. Com esse perfil, a mostra em Florianópolis ganhou repercussão na gestão nacional da CASACOR exatamente pelo seu modelo arrojado.

BURGER DREAM - 3P Studio (Foto: Rafael Ribeiro)

BURGER DREAM – 3P Studio (Foto: Rafael Ribeiro)

As duas escolhas acima são, sem dúvida, os maiores destaques da edição na Capital, que este ano traz 40 ambientes assinados por 70 profissionais do Estado, que interpretam o conceito Planeta Casa com base em três pilares: sustentabilidade, tecnologia e afeto. A ideia é partir do indivíduo e sua relação com o mundo para estabelecer pontes com os temas urgentes da contemporaneidade. 

Minha única ressalva diz respeito ao percurso de visitação, que poderia ter iniciado pelo palacete, passando pelo segundo pavimento da mostra e sendo finalizado no Pátio Milano, com as opções de gastronomia. Da maneira como foi pensado, comprometeu o entendimento coerente e linear da exposição como um todo, fragmentando a percepção do visitante.

Pizza para Todos, Sandra Coral, Julia Zanette e Rodrigo Martins Gheller (Foto: Lio Simas)

Pizza para Todos, Sandra Coral, Julia Zanette e Rodrigo Martins Gheller (Foto: Lio Simas)

Comportamento, tecnologia e arte 

Observando os ambientes, percebe-se de forma mais evidente em alguns espaços o olhar abrangente do profissional sobre o habitar como reflexo social, aliando comportamento, função e estética. O próprio palacete reflete o conceito de restauro contemporâneo e tem uso adequando ao momento atual; o Pátio Milano traduz a tendência do compartilhamento do espaço coletivo; e no geral as operações gastronômicas mostram como a arquitetura e o design são fortes ferramentas de inovação e diferencial no varejo.

Antes de falar sobre o que está em voga, as ditas tendências, importante reforçar que mostras são oportunidades para expor o pensamento do profissional, seu repertório, bagagem técnica, cultural em um momento de total liberdade criativa, ampliando a visibilidade do profissional. O momento é de propor ao visitante experiências sensoriais baseadas em conceitos bem fundamentados e representados.

No plano das boas ideias e usos recorrentes, destaco os materiais naturais espalhados pelos ambientes, e o contraponto dos elementos industriais aparentes; o uso de mobiliário em ferro e madeira, principalmente clara; as texturas nos revestimentos, tapetes e objetos. A tecnologia óbvia pode ser observada nos smart speakers, ou caixas de som inteligentes, por exemplo, mas está em todos os ambientes a partir dos produtos lançados pela indústria, cada vez mais sofisticados no que tange aos processos de fabricação, materiais, eficiência e alta performances. De todos, os que mais chamam a atenção são os acabamentos incontáveis dos porcelanatos, os pisos de madeira e as pedras, tanto sintéticas como naturais. 

Galeria, projeto de EduardTonietto. Foto: Mariana Boro

Galeria, projeto de Eduarda Tonietto. Foto: Mariana Boro

Para finalizar, é preciso falar sobre o campo das artes visuais na CASACOR Santa Catarina, uma conexão necessária entre o artista, sua obra e o público final. A edição de Florianópolis consolida um longo caminho na formação do olhar do profissional para obras de qualidade artística indiscutível. Tivemos boas surpresas em vários ambientes e, ainda, dois espaços especialmente dedicados às obras como a Galeria no casarão Hercílio Luz, com projeto da arquiteta Eduardo Tonietto e curadoria de arte contemporânea da pesquisadora e Juliana Crispe, e a Galeria 3A, projeto do arquiteto Rico Mendonça que valoriza a produção de Pita Camargo e outros artistas.

#ficaadica – Visite com calma para observar cada detalhe e aproveitar as boas ideias, as soluções, deixar se encantar com um objeto ou com o conjunto do projeto do arquiteto ou designer de interiores. Boa visita!

Depois nos conte a sua opinião.

Peixaria Gourmet, por Allan Chierighini e Graziella Oliveira. Foto: Lio Simas
Boutique de carnes. Por Tauan Zanetta. Foto: Lio Simas
Beer bar por Fabio Bubniak e Ana Carolina Melo. Foto: Lio Simas
Do Grão à Xícara, por Larissa Aguiar. Foto: Lio Simas
Frutaria, por Guilherme Garcia. Foto: Lio Simas
Gelato al Mond, por Andreia Quintino dos Santos SantAna e Eduardo Silveira Dutra. Foto: Lio Simas
Cumbuca, por Guilherme Garcia . Foto: Thiago Tarcisio
Cumbuca, por Guilherme Garcia. Foto: Thiago Tarcisio
Cozinhacaffé, por D_Oro. Foto: Mariana Boro
Cozinha Caffé D'Oro – projeto Giovani Bez Delpizzo e Cristiana Bez Delpizzo. Foto Mariana Boro
Cozinha Caffé D'Oro – projeto Giovani Bez Delpizzo e Cristiana Bez Delpizzo. Foto Mariana Boro
Quarto Unplugged, por Ana Luiza Tomasi. Foto: Mariana Boro
Quarto Unplugged, por Ana Luiza Tomasi. Foto: Mariana Boro
Quarto dos Irmãos, projeto Talita Abraham Tici Tieppo. Foto: Mariana Boro
COZY OFFICE - 3P Studio - Foto: Rafael Ribeiro
COZY OFFICE - 3P Studio - Foto: Rafael Ribeiro
Loft Pra Perto do Mar. Foto: Mariana Boro
Antropo - Living Carolina e Daniel Ghizi. Foto: Lio Simas
Banheiros do Pátio, projeto Marchetti Bonetti. Foto Lio Simas
Bilheteria, por Gabriela Bosco Dutra e Vanessa Buonomo. Foto: Lio Simas
Loft Duo Cozinha, projeto Cris Passing e Giovani Marangoni. Foto Fernando Willadino
Porão Unilux, por Beatriz Zeglin, Mariana Maisonnave, Felipe Finger, Arthur Lins e Vitor Sadowski. Foto: Mariana Boro
La vie em Fleur 2, por Linda Martins e Cris Araujo. Foto: Lio Simas
Aurora Blue, por Allan Chierighini e Graziella Oliveira. Foto: Lio Simas
Galeria 3A, por Rico Mendonça. Foto: Lio Simas
Espaço do Jornalista, por Lucas Vitorino e Chara Yene Kokowise. Foto: Lio Simas
CoSpace Arquitetos, por Maria Eduarda Lins Bandão e Barbara Machado Ramos. Foto: Rafael Ribeiro
Living Branco – projeto CASA Design, de Moacir Schmitt Jr. e Salvio Moraes Jr. Foto: Lio Simas
Loft Pra Perto do Mar, por Juliana Pippi. Foto: Mariana Boro
Living Branco, por Moacir Schmitt Jr e Salvio Moraes Jr. Foto: Lio Simas

O QUÊ: CASACOR Santa Catarina/Florianópolis 2019
QUANDO: 15 de setembro a 27 de outubro. Terça a sexta, das 15h às 21h. Sábados e feriados, das 13h às 21h.  Domingo, das 13h às 19h. O evento não abre às segundas-feiras
ONDE: Empreendimento Cidade Milano (Av. Mauro Ramos, 1512, Centro, Florianópolis) Estacionamento no local
INGRESSOS: R$ 50 / R$ 25 (meia, necessário comprovante)

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *