Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Correspondentes Internacionais

A renovação do edifício Fondaco dei Tedeschi, em Veneza, por OMA

19/03/2021

Construído em 1228, o edifício Fondaco passou por muita história e adaptações arquitetônicas. Confira os detalhes da sua última renovação, assinada por OMA.

O Fondaco dei Tedeschi é um edifício histórico construído em 1228 em Veneza como sede dos comerciantes alemães na cidade italiana. Hoje em dia tornou-se loja de departamentos e é um dos muitos pontos turísticos dessa cidade tão mágica.

Primeiramente construído em 1228 ao lado da ponte Rialto, região de muito movimento em Veneza, o Fondaco dei Tedeschi é um dos edifícios mais imponentes da cidade. Passou de sede comercial de mercadores alemães para alfândega na época de Napoleão, e depois chegou a ser a agência de correio sob o governo de Mussolini.

Fondaco dei Tedeschi

Pátio central do Fondaco dei Tedeschi (Foto: Bárbara Cassou)

O edifício permanece como testemunha de uma era mercantil em Veneza, porém, com o despovoamento progressivo da cidade e o aumento do turismo, mudou completamente de função até chegar no que é hoje: uma loja de departamento gerenciada pelo Grupo DFS. DFS é o maior grupo varejista no setor de luxo de “travel retail“. Oferece aos consumidores uma curadoria variada de mais de 700 marcas e 885 butiques no mundo inteiro. Seu headquarters está localizado em Hong Kong mas também abriga sedes no Japão, Estados Unidos, Austrália, Emirados Árabes, França, Itália, entre outros mais.

Fondaco dei Tedeschi

Detalhes da exposição de produtos das marcas de luxo no interior do edifício (Foto: Bárbara Cassou)

O Fondaco já passou por muita história e mudanças. Abriga a preservação de cinco séculos de técnicas de construção. Foi duas vezes destruído e reconstruído por culpa de incêndios. Manipulado no século 18 e sujeito a uma série de intervenções arquitetônicas radicais no século 20 para acomodar a agência de correios central do regime fascista de Mussolini.

O edifício incorpora moderadamente a arquitetura brutalista secreta de Veneza: em 1930 foi inteiramente reconstruído com tecnologia moderna de concreto da época. Foi também inúmeras vezes adaptados: torres foram removidas, o pátio interno foi coberto com vidro, janelas foram adicionadas e estruturas reconstruídas. Mas finalmente em 1987 foi considerado legalmente como monumento de preservação, onde proibiu-se quase qualquer outra mudança na sua arquitetura principal.

Fondaco dei Tedeschi

Galerias internas foram preservados e hoje abrigam marcas de luxo (Foto: Bárbara Cassou)

Para a mais recente adaptação e restauração, o famoso escritório de arquitetura holandês OMA foi contratado. O objetivo seria manter o edifício o máximo possível, porém adaptando-se ao seu novo uso: uma loja de departamento.

OMA criou o projeto de renovação baseando-se em pequenas intervenções estratégicas e dispositivos de distribuição vertical como escadas rolantes para melhorar o fluxo interno de pessoas pela torre. Novas entradas para o edifício foram criadas e entradas já existentes usadas pelos habitantes locais, como atalhos, foram mantidas.

Fondaco dei Tedeschi

Corredores com vista para o pátio interno ganham visual merchandising em formato de arcos para combinar e integrar-se com a arquitetura (Foto: Bárbara Cassou)

Os ambientes de maneira geral são conservados, respeitando a sequência original, como galerias internas, que permanecem intocadas, hoje abrigando marcas de luxo. Outros aspectos do edifício que se perderam com o tempo e conforme suas mudanças foram ressuscitados. A nova cobertura foi criada sobre um piso de aço e vidro que se localiza acima do pátio interno central, possuindo um recorrido de 360 graus com vista para a cidade de Veneza.

Em geral, a renovação assinada por OMA é sutil, mas ao mesmo tempo ambiciosa, trazendo vida novamente a este edifício histórico que já passou por muitos momentos. Transformando-se em importante destino de visita para turistas e moradores venezianos atualmente.


Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *