Menu
Projetos e Obras
Busca

Portobello Coleção

Reforma sem bagunça: conheça o porcelanato extrafino

12/07/2017

Um dos tipos de revestimentos mais famosos e usados, o porcelanato é conhecido por sua variedade, versatilidade e beleza. O porcelanato extrafino é mais uma das possibilidades e pode ser usado para transformar ambientes, trazendo modernidade e praticidade. Além disso, ele apresenta características muito vantajosas para quem deseja fazer uma reforma e não quer se(…)

Um dos tipos de revestimentos mais famosos e usados, o porcelanato é conhecido por sua variedade, versatilidade e beleza. O porcelanato extrafino é mais uma das possibilidades e pode ser usado para transformar ambientes, trazendo modernidade e praticidade. Além disso, ele apresenta características muito vantajosas para quem deseja fazer uma reforma e não quer se preocupar com sujeira e quebradeira.

Para este post, separamos algumas características e vantagens do material, tendências, possíveis utilizações e alguns motivos para apostar no revestimento. Quer conhecer mais sobre o porcelanato extrafino? Continue a leitura!

O revestimento

Assim como outros tipos de porcelanato, o extrafino é um material feito com alta tecnologia e que pode ser usado em vários locais. Ele passa por processos químicos com aditivos, que o deixam ainda mais resistente, durável e homogêneo. Sua espessura é reduzida, e pode variar entre 3 e 6mm — enquanto o porcelanato comum, geralmente, varia entre 8 e 12mm.

Linha Marmi Classico, Statuario Altíisimo, porcelanato da Portobello em grande formato, de espessura extrafino

Linha Marmi Classico, Statuario Altíisimo, porcelanato da Portobello em grande formato, de espessura extrafino

As placas são mais leves e de prático assentamento, e com acabamento retificado, permitem que o rejunte fique menos aparente.

Há uma variedade no tamanho e formato das peças, proporcionando a aplicação no chão e nas paredes. Outra possibilidade é a personalização de nichos e móveis, porém, levando em consideração as características técnicas para realizar esse tipo de obra. Acesse o manual e conheça todas as especificações do produto.

6 motivos para apostar no extrafino

1. Instalação fácil e possibilidades para reformas

Durante uma reforma, a troca de piso e de portas é uma grande preocupação para arquitetos e engenheiros. O porcelanato extrafino soluciona facilmente alguns problemas.

O primeiro ponto é a facilidade de instalação do material sobre outros pisos. Justamente por sua espessura, o extrafino é muito utilizado para cobrir superfícies sem a necessidade de retirar as peças anteriores, pois permite a sobreposição sem grandes alterações na altura do piso.

É preciso considerar que a superfície que será coberta deve estar nivelada, limpa e sem imperfeições, como buracos e partes quebradas — tudo para fazer com que a peça realmente tenha a durabilidade esperada. Normalmente, pequenas deformidades podem ser eliminadas com argamassa colante, que deve ser aplicada e nivelada antes da instalação do porcelanato. Pisos naturais, como os de madeira, exigem avaliação de um profissional da área.

A sobreposição também evita outro problema comum, que é a troca das portas, em consequência da diferença na altura do piso. Ou seja, o porcelanato extrafino, na maioria dos casos, pode sobrepor o piso antigo sem aumentar muito o vão entre a extremidade da porta e o piso.

2. O tamanho das peças

Na Portobello, as placas dos porcelanatos extrafinos são retangulares e podem ser encontradas nas dimensões 120×250, 30×120, 60×120, 20×120 e 100x300cm. São cortadas com maior facilidade por serem mais finas e, dependendo da paginação das peças, podem gerar menos resíduos.

3. Fácil limpeza e conservação

A faxina após a aplicação e a limpeza cotidiana são o diferencial para a sua peça durar mais e manter a qualidade intacta. Apesar de o material absorver pouquíssima água, produtos de limpeza possuem substâncias abrasivas que afetam a durabilidade da peça, danificando e alterando as características do revestimento.

Após a instalação, os resíduos maiores devem ser retirados com uma vassoura. Para os materiais mais finos e poeiras, o indicado é utilizar apenas um pano úmido com água e produtos indicados pelo fabricante, como saponáceos. Uma dica: para tirar manchas de tinta, são utilizados solventes orgânicos ou detergentes ácidos, como tíner ou aguarrás.

No dia a dia, a limpeza é bem fácil e prática. O primeiro passo é varrer o piso com uma vassoura de cerdas macias. Depois, é só passar um pano umedecido em uma solução feita com uma colher de sopa de sabão neutro ou detergente em cinco litros de água. E a última parte é secar o piso com um pano seco.

4. Possibilidades de uso

Como já sabem, o porcelanato é tendência! Pode ser aplicado em todos os ambientes da casa — e no exterior também —, tendo espaço em móveis e em paredes. Vale levar em consideração as características estéticas e técnicas para fazer a melhor escolha.

Por exemplo, para corredores e áreas movimentadas, você deve avaliar a resistência mecânica, a absorção de água e o escorregamento. Banheiros e áreas de serviço (considerados molhados) devem ter pisos resistentes à umidade e menos escorregadios, para garantir a segurança.

O porcelanato extrafino é três vezes mais leve que o porcelanato convencional e possui flexibilidade, possibilitando o assentamento em fachadas curvas (no mínimo 6 metros de raio).

O item também se transformou em peça de decoração e confere um visual moderno e sofisticado. Uma tendência bastante atual é investir no porcelanato extrafino em bancadas de cozinha, escritórios ou em cabeceiras de cama, por exemplo, realizando o assentamento apoiado de uma base ou estrutura já pronta.

5. Preço Acessível

O custo-benefício que o porcelanato extrafino oferece é mais um diferencial. Além de as peças serem duráveis e versáteis, o preço é bem mais em conta se comparado a outros tipos de revestimentos e a materiais similares, como carpaccio de pedra, concorrente bem mais caro.

6. Tendências

A última aposta dos arquitetos é investir no porcelanato para dar um ar moderno e chique a espaços inusitados, como na cabeceira de camas, em escritórios, em quartos e em salas de jantar. A peça se tornou um artigo de decoração e compõe muito bem o ambiente.

Há uma variedade no tamanho e formato das peças, proporcionando a aplicação no chão e nas paredes. Outra possibilidade é a personalização de nichos e móveis, porém, levando em consideração as características técnicas para realizar esse tipo de obra. Acesse o manual e conheça todas as especificações do produto.

Como já mencionado antes, a espessura muito fina do porcelanato faz com que ele seja ideal para aplicação em bancadas e na parede, funcionando como um papel de parede. O visual alcançado é clean, aconchegante, moderno e, também, sofisticado.

Tons mais escuros e padrões que simulam pedras e concreto estão muito em alta no mercado e podem ser utilizados em todos os ambientes. Móveis claros, metalizados e de madeira combinam muito com esses tipos de revestimentos.

Os que remetem a mármores e a pedras claras deixam o ambiente ainda mais aconchegante e clássico. Cômodos pequenos ficam mais abertos e iluminados com porcelanatos claros, junto de móveis amadeirados e com uma pegada industrial e moderna.

O porcelanato extrafino é mais uma opção para revestir praticamente todos os espaços da casa, apresentando um ótimo custo-benefício, sem deixar a beleza de fora.

E aí? Gostou do conteúdo? Entre em contato com a nossa equipe para saber mais detalhes sobre o porcelanato extrafino e outros produtos!

20 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *