Coleção

Porcelanato acetinado: saiba quando usá-lo e como aplicar

Existem muitos tipos de porcelanato, modelos com variadas estampas, diversos formatos e espessuras, e cada um é adequado para um ambiente diferente. O porcelanato pode ser acetinado, esmaltado, polido, técnico ou destinado para áreas externas. Entre eles, o porcelanato acetinado é uma ótima opção, sendo ideal para quem busca renovar pisos, modernizar os revestimentos ou(…)

Existem muitos tipos de porcelanato, modelos com variadas estampas, diversos formatos e espessuras, e cada um é adequado para um ambiente diferente. O porcelanato pode ser acetinado, esmaltado, polido, técnico ou destinado para áreas externas.

Entre eles, o porcelanato acetinado é uma ótima opção, sendo ideal para quem busca renovar pisos, modernizar os revestimentos ou montar novos ambientes. O material é reconhecido pela beleza, versatilidade e praticidade, mas garante também muita economia e durabilidade.

Também chamado de porcelanato natural, esse revestimento pode ser utilizado em toda a residência ou em ambientes comerciais e áreas externas. Quer conhecer um pouco mais do porcelanato acetinado e suas possibilidades de uso? Confira a seguir!

Quais são as características do revestimento?

Todos os porcelanatos são feitos a partir da mistura entre argila e outras matérias-primas, como areias e aditivos, que modificam a aparência final da peça e possibilitam sua variedade. A mistura é queimada a mais de 1200ºC e origina o produto compactado e vitrificado.

As peças de porcelanato tendem a ter acabamento e cores uniformes, são muito resistentes à ação de fatores químicos e físicos, não mancham com facilidade, são práticas, duram por um bom tempo e são mais densas.

O porcelanato natural é facilmente reconhecido por ter uma superfície mate e suave, menos brilhante que a de outros tipos de porcelanato, e por ter uma textura fosca e menos lisa, consequentemente. Isso é devido a um polímero mecânico que é aplicado na superfície da peça, permitindo a textura acetinada e variação do brilho refletido. Esse processo é feito por uma impressora HD.

Diferentemente do porcelanato acetinado, o esmaltado e o polido são cobertos por esmalte, que faz a peça ficar com brilho mais intenso, ou polímeros, que modificam a peça e fazem com que o próprio porcelanato tenha o brilho aumentado.

Assim como os outros, o porcelanato acetinado é muito resistente, e retém menos água, com absorção variável (menor ou igual a 0,5%). A solidez do material faz com que a aplicação seja mais uniforme e que as peças possam ser colocadas mais próximas e usando menos argamassa — o que também é possibilitado pela menor probabilidade de dilatação térmica. Assim, o revestimento tem uma aparência mais agradável e pode ser aplicado em paredes, por exemplo.

Por causa dessas vantagens, o material vem se tornando tendência e tomando o espaço que antes era dominado por pisos brilhantes e polidos.

Onde aplicar?

Como já citado antes, a versatilidade do material é um dos seus principais atributos. Devido ao seu processo de fabricação, que possibilita a criação de várias estampas — desde padrões simples até os que simulam pedras, madeiras e cimento —, a peça pode ser utilizada em paredes, bancadas, móveis e em qualquer cômodo, bastando escolher o tipo mais adequado.

A escolha do porcelanato para o piso deve ser baseada nas características do ambiente. Por exemplo, para espaços comerciais, é preciso ficar atento ao trânsito de pessoas para garantir que o piso resistirá mesmo em lugares com muita movimentação.

Já para ambientes internos, como salas (comerciais ou residenciais), dormitórios e corredores — considerados áreas secas —, deve ser analisado qual o objetivo do piso. O acetinado deixa o ambiente aconchegante e visualmente mais confortável, por refletir menos luminosidade.

Para áreas que entram em contato com umidade e gordura, como banheiro e cozinha, o revestimento acetinado é aconselhável desde que seja avaliado o seu Local de Uso, anteriormente conhecido como PEI (unidade de medida que indica a resistência do material à abrasão, cujo valor pode variar de 0 a 5, sendo mais resistentes os revestimentos com PEI maior que 4).

O que deve ser considerado?

Existem normas que devem ser consultadas antes de escolher o material. A Norma de Desempenho de Edificações da ABNT regulamenta o que deve ser considerado para a escolha dos pisos destinados a espaços com maior periculosidade, como banheiros, calçadas, áreas de serviço e piscinas. Nesses casos não podem ser utilizados revestimentos polidos ou difíceis de limpar. Além disso, eles devem ter resistência a ataques químicos e a materiais de limpeza de uso doméstico.

A Portobello desenvolveu um programa gratuito que ajuda a verificar se o revestimento é adequado para determinada área, seguindo as normas de desempenho da ABNT. A ferramenta analisa as características do produto, a resistência e o local de uso, apresentando o que pode ou não ser utilizado. Não deixe de conferir!

Como escolher o revestimento?

Não é tarefa fácil eleger o porcelanato mais adequado para o espaço, são inúmeras as opções de porcelanatos acetinados e a escolha depende do gosto do cliente, das características do ambiente e do efeito desejado.

Porcelanatos que simulam piso de cimento queimado e pedras rústicas ou que têm tons mais fechados e escuros (cinza e preto, por exemplo) trazem ao ambiente sofisticação e modernidade. Em conjunto com itens de decoração e móveis, podem conferir charme diferenciado e sensação de aconchego ao espaço.

Já peças com tons mais claros (como creme, bege, gelo, branco e caramelo), com aparência de mármore ou de madeiras nobres tornam o ambiente mais clássico e clean, podendo deixá-lo mais amplo, suavizado e renovado.

Como fazer a instalação e a limpeza do porcelanato?

A instalação do porcelanato é parecida com a de outros pisos, mas é preciso utilizar instrumentos e materiais específicos, a argamassa e o rejunte próprios para aplicação da peça de porcelanato. Também é necessário contratar mão de obra experiente para evitar desperdício de materiais e acabamentos mal feitos.

 

A limpeza do revestimento após a aplicação deve ser feita apenas com uma vassoura com cerdas macias, para retirar materiais como cimento e areia, e depois com uma esponja umedecida. Para a limpeza diária, a dica é passar um pano umedecido com água e um pouco de detergente neutro. Limpezas mais pesadas podem ser feitas seguindo as recomendações do fabricante.

O porcelanato acetinado é uma opção para trazer personalidade e suavidade a qualquer ambiente, não só em residências. É um material belo, resistente e com preço acessível, resultando em um ótimo custo-benefício para a obra. Quer saber mais sobre os porcelanatos acetinados da Portobello? Entre em contato com a gente!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *