Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Arquitetura

Piso para área da piscina: como aliar a estética à segurança

08/10/2017

Quando falamos da área de piscina é fundamental pensar na segurança na hora de fazer o projeto. Veja nesse post a melhor forma de escolher um piso que seja bonito e seguro!

Perfeito para o lazer e a diversão em família, o espaço que envolve a piscina é palco de momentos prazerosos. Sabendo disso, é necessário pensar no projeto dessas áreas com muito carinho, atendendo ao estilo de vida e às necessidades do seu cliente.

Existe uma questão que deve ser prioridade para o arquiteto: a segurança do local. Nesse quesito, o piso é um dos itens fundamentais. Se for mal escolhido, pode provocar situações desagradáveis ou até acidentes.

Saiba, então, quais são as melhores opções de piso para área da piscina, com destaque aos requisitos básicos que cada um deles deve apresentar!

piso para área de piscina

Segurança e estética na decoração do ambiente externo

Escolher o revestimento perfeito para a área externa da casa pode envolver diversos pontos-chave, como a durabilidade, o preço e questões estéticas como a cor e o estilo da casa do cliente. Não se esqueça, porém, de que a segurança deve vir em primeiro lugar. Não é difícil ressaltar a importância disso quando falamos sobre piscinas e áreas afins, pois ninguém quer passar por acidentes, certo?

Saiba que o piso tem grande responsabilidade na prevenção ou causa dessas fatalidades. Mas não se preocupe: ao seguir duas pequenas recomendações, é possível garantir um ambiente seguro para os momentos de diversão e alegria do cliente e de sua família.

Veja abaixo quais são elas!

O piso é resistente ao escorregamento?

Peças resistentes ao escorregamento (comumente conhecidos como “antiderrapantes”) são as mais seguras e podem evitar acidentes. Porém, mesmo que seja antiderrapante, é importante tomar cuidado com o piso em ambientes que possibilitam o acúmulo de água.

O piso absorve muito calor?

O chão da área externa fica o tempo todo exposto aos raios solares. Quando o piso absorve esse calor, é normal que a superfície dele fique muito quente. Isso costuma causar queimaduras nos pés de quem anda descalço ao sair da piscina ou do chuveiro do quintal.

Portanto, uma opção é escolher modelos com cores mais claras, por absorverem menos calor.

piso para área de piscina

Os tipos mais indicados de piso para área da piscina

Existem alguns modelos com resistência ao escorregamento que são ideais nessas circunstâncias. Veja alguns:

Pedra

Pedras são opções muito usadas na decoração do entorno da piscina. Existem dois tipos especialmente comuns: a Mineira e a São Thomé. Ambas se encaixam nas dicas de segurança que já passamos.

Uma área externa revestida com pedras proporciona um ar clean à decoração, porque em geral elas são vendidas em tons claros e “abertos”. Uma técnica interessante é combinar as pedras usadas no entorno da piscina com os ladrilhos do seu interior.

Existem também modelos mais exóticos, outros importados, mas fique de olho: mesmo que sejam alternativas muito bonitas, elas podem se tornar perigosas se não apresentarem nenhuma das recomendações de segurança indicadas aqui.

Madeira

A madeira está sendo usada com muita frequência em projetos de arquitetura atuais, e é capaz de transformar por completo um espaço que, muitas vezes, não tinha grande potencial.

Os decks construídos a partir desse material podem contribuir para um ar moderno e sofisticado. Caso você esteja procurando a segunda opção, escolha revestimentos escuros (mas, lembre-se que os escuros aquecem mais).

Quando harmonizados ao deck, os tons gelados proporcionam um belo efeito, agregando ainda mais valor ao seu projeto. Eles podem estar em azul-escuro, quase chegando ao preto. Quando claros, pense naqueles azuis próximos ao branco (bem parecidos com granito).

Outra vantagem dos decks é que eles funcionam muito bem quando trabalhados em contrastes. Por exemplo: aproveite que a madeira é escura e invista em decoração clara e alegre, como almofadas estampadas. Também é possível mesclar com pequenas áreas de jardins que contenham flores e plantinhas delicadas.

Mas fique atento, pois este revestimento requer maior manutenção, como a aplicação anual do primer, impermeabilizantes ou vernizes.

Estilos dos pisos mais indicados para compor o entorno da piscina

Por mais que sejam bonitos, os tipos de pisos citados acima podem apresentar diversas desvantagens, como:

  • preço muito alto;
  • dificuldade para aplicá-lo;
  • manutenção complicada;
  • baixa durabilidade.

Pensando nisso, selecionamos algumas opções acessíveis que conseguem reproduzir o estilo dos pisos indicados anteriormente, aumentando a praticidade e sem deixar a desejar no bom gosto! Veja a seguir.

Porcelanato que reproduz madeira

Se o objetivo é projetar uma área com decks que saia mais em conta e, ainda assim, seja sofisticada, é possível investir nos porcelanatos que reproduzem madeira.

Além dos pontos que já citamos (como a durabilidade e praticidade na hora de instalar), esse tipo de porcelanato é sustentável e contribui para a preservação do meio ambiente.

Com ele, não será preciso usar madeira de verdade ao revestir o piso. Cada modelo é estudado e desenvolvido a fim de que o visual seja o mais próximo possível da realidade. Algumas peças têm inclusive impressões de “desgastes” naturais, presentes nas madeiras de demolição ou nas tábuas mais rústicas. O efeito é lindo!

Porcelanato que reproduz a pedra

Outra opção interessante é o porcelanato que reproduz a pedra. Essa alternativa é bastante valorizada em razão de um minucioso processo de impressão em alta resolução, fazendo com que a cerâmica se pareça ao máximo com o material que, muitas vezes, seria inviável na realidade do cliente.

Além de tudo, são resistentes à água, ou seja, não sofrem desgastes com tanta facilidade quanto às peças naturais. Pedras costumam se danificar, manchar com facilidade e perder seu valor com o passar do tempo, o que leva à necessidade de reformas.

O porcelanato que reproduz pedras existe em inúmeras tonalidades diferentes, dando liberdade para escolher o que se encaixa melhor no gosto dos moradores da casa.

E atenção quanto à limpeza: esses produtos são tão fiéis ao natural que muitas pessoas se confundem e acabam realizando a manutenção com agentes químicos que agridem o revestimento.

E então? Conseguiu perceber que, unindo a estética à segurança, seu piso para área da piscina não trará prejuízo algum ao projeto? Siga o perfil da Portobello no Twitter e não perca nenhuma atualização! Também estamos no InstagramFacebook e LinkedIn.

4 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *