Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Matérias

Pinterest: uma oportunidade de portfólio e ferramenta de network

17/01/2018

Que tal usar o Pinterest como seu portfólio? Conheça as funcionalidades e saiba como otimizar suas publicações.

Todo arquiteto que se preze precisa de um portfólio de qualidade. Afinal, é por meio desse item que seus traços autorais são mostrados para os clientes em potencial. Um currículo que liste as experiências anteriores não é suficiente nessa área.

É possível criar um portfólio de diferentes formas: pasta física, website, arquivo em PDF… As opções são várias. Mas a que vem conquistando cada vez mais profissionais de arquitetura — não só por ser usada como portfólio, mas também como uma excelente ferramenta de network — é o Pinterest.

A rede, que hoje conta com mais de 175 milhões de perfis, gera oportunidade de fechar negócio online e ainda oferece ao usuário a chance de se tornar referência na sua área de atuação, desde que adote as estratégias certas.

O uso da rede social pelos arquitetos na prática

Antes de alcançar todo esse potencial, é necessário fazer um cadastro, conectando com seu login do Facebook ou criando uma conta nova a partir do seu endereço de e-mail. Em seguida, basta escolher uma foto de perfil, preencher algumas informações sobre o trabalho realizado e selecionar as categorias nas quais o conteúdo a ser publicado vai se encaixar.

Pronto! A partir daí, é só iniciar o empenho de atração dos novos clientes e reforço da imagem do escritório de arquitetura ou profissional no mercado.

Na rede social, o arquiteto pode: criar painéis com imagens de seus principais trabalhos, dividir seu portfólio por categorias, trocar mensagens com outros usuários e ter uma base de seguidores que acompanham sua carreira, além de se inspirar e fazer network com outros profissionais da mesma área ou similares.

Com fácil layout e rápido crescimento, o Pinterest tornou-se um novo meio de compartilhamento de imagens na internet. Foi eleito um dos melhores websites de 2011 pela revista Time

Seis segredos de uso do Pinterest para arquitetos

É importante lembrar que, a partir do momento em que se decide utilizar o Pinterest como uma ferramenta profissional, é preciso levar a tarefa a sério. Por isso, o modo como a rede é utilizada por arquitetos precisa ser completamente diferente de um usuário comum.

Em Setembro de 2017, o site atingiu a marca de 200 milhões de pessoas usando o serviço mensalmente

É necessário adotar estratégias diferenciadas para garantir a aceitação e o amplo alcance dos conteúdos, como as boas práticas mencionadas a seguir.

1. Escolha o formato e o tamanho ideal para as imagens

Cada rede social tem suas particularidades e preferências, por isso é importante ficar atento às especificidades do Pinterest para que as imagens colocadas sejam realmente chamativas.

No Instagram e no Facebook, por exemplo, o formato quadrado se encaixa melhor na tela dos usuários, pois o feed mostra uma imagem por vez.

Enquanto isso, o Pinterest valoriza as fotografias verticais, pois elas são expostas lado a lado no feed ou nos painéis. Por isso, vale a pena investir na edição das fotos de seu projeto, criando até mesmo infográficos que complementem as imagens e a descrição com informações relevantes.

2. Selecione as palavras-chave mais adequadas

“Mas como é que as pessoas vão encontrar meu trabalho em meio a tantos outros?”. Essa é uma dúvida bastante comum entre aqueles que acabam de entrar na rede, afinal, os primeiros seguidores não vão surgir do nada.

O principal segredo aqui é selecionar as palavras-chave mais adequadas. Eleger dezenas de termos aleatórios não é nada interessante. É preciso fazer uma escolha segmentada e que transmita o conteúdo da publicação com exatidão. Faça uma reflexão sobre o que alguém pode estar pesquisando para que aquela imagem seja o resultado de busca perfeito.

Um projeto de uma cozinha planejada deverá ter palavras-chave completamente diferentes de uma imagem com dicas de composição para um loft, por exemplo. Concorda? Além disso, seus seguidores agradecem por conseguirem encontrar com facilidade exatamente o que procuram.

3. Tenha descrições chamativas e adaptadas para SEO

Assim como o seu blog ou site, as descrições das publicações do Pinterest precisam estar adaptadas em relação às regras de SEO (Search Engine Optimization), também conhecida como otimização para os motores de busca.

Otimizar suas publicações no Pinterest irá impactar positivamente nos acessos à sua página

Parece algo complexo, mas isso quer dizer, basicamente, que existem algumas otimizações que facilitam que seu conteúdo apareça nas primeiras páginas do Google quando alguém pesquisar pelo tema relacionado. Ou seja, mais uma oportunidade de divulgação na internet.

Trata-se de processos simples, como uso da palavra-chave na descrição, título que traduz com precisão o que está no conteúdo, links externos e chamadas com cerca de 67 caracteres.

4. Utilize os links de forma inteligente

Incentive o seu seguidor a consumir cada vez mais conteúdo de sua autoria. Só assim seu nome ganhará força no mercado e será mais fácil transformar esse seguidor em um cliente.

A utilização de links internos e externos garante que o usuário do Pinterest não entre em uma de suas publicações e abandone seu perfil logo em seguida.

Uma boa descrição deve indicar o acesso a novos conteúdos que complementem aquela postagem e tornem a experiência do seguidor ainda mais rica — seja em seu blog, site, Instagram ou qualquer outro meio, além de contribuir para a estratégia de SEO.

5. Participe de painéis colaborativos com outros profissionais

É possível criar painéis colaborativos com outros usuários da rede social, gerando um conteúdo ainda mais rico para os usuários. Além disso, essa é uma das chances de fazer network, conquistando outras oportunidades.

O mais interessante aqui é selecionar profissionais que podem complementar o seu trabalho para firmar essa parceria e montar painéis incríveis.

Com o crescimento do Pinterest, tornou-se comum o uso da rede social como uma vitrine virtual e também como uma ferramenta de networking

Por exemplo: se você tem uma série de fotos de um projeto de ambiente externo, convide um paisagista, um florista ou um decorador que possa contribuir com o mesmo tipo de imagem. Além de gerar a possibilidade de parcerias em próximos trabalhos, o resultado no Pinterest é sensacional.

6. Analise os resultados com o Pinterest for Business

Ao usar a rede como ferramenta profissional, é importante que o arquiteto tenha em mente que “fazer algo bonito” não é o suficiente. A prova disso é o Pinterest for Business. Nessa página, é possível analisar todos os resultados, identificar o que funciona ou não para o público e captar insights a fim de implementar melhorias cada vez mais significativas.

São disponibilizados relatórios com dados concretos e informações relevantes, que podem até mesmo ajudar o profissional a entender qual deve ser o seu foco no mercado, indo muito além da rede social.

Lembre-se também de que o Pinterest para arquitetos é apenas uma entre diversas ferramentas disponíveis. É preciso estar atento às tendências e descobrir a forma ideal de divulgar seu trabalho, com base nas características do público que se pretende alcançar.

Outra excelente alternativa, ainda mais promissora, é o Archtrends, um ambiente no qual é possível cadastrar o seu projeto, criar um portfólio, divulgar seu trabalho e conquistar muitas oportunidades. Conheça e participe!

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *