Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Matérias

DIY: mini jardim de suculentas para alegrar o seu lar

18/09/2020

Aprenda como fazer o seu mini jardim de suculentas em casa, dando uma vida nova ao seu ambiente com um cantinho verde especial!

Na quarentena, ficar em casa muito tempo pede tarefas que amenizem o impacto emocional. Nesse sentido, os trabalhos manuais são aliados perfeitos da saúde mental. Uma das atividades que ganha espaço é a jardinagem. E montar um mini jardim de suculentas é o que há para alegrar o seu cantinho e a sua vida.

Você já deve ter visto essas plantinhas na casa de alguém, teve alguma ou viu na natureza. As suculentas são espécies muito resistentes e compõem uma variedade imensa de tipos. Mas o melhor é que é super fácil cuidar dessas plantas, que adoram o calor, mas suportam o frio.

Neste artigo, você vai colocar a mão na terra, tomar cuidado com os espinhos e ver o resultado reconfortante de ter um mini jardim de suculentas em casa!

O que é um mini jardim de suculentas?

Um mini jardim de suculentas é, de maneira direta, um jardinzinho montado com algumas plantas desse tipo. Elas se chamam assim porque acumulam muita água dentro de seus caules, folhas e flores, exigindo pouquíssimas regas.

Você vai encontrar essas plantas tanto em tamanhos grandes quanto minis, que, neste caso, são os ideais para fazer o seu jardim (Foto: PxHere)

Você vai encontrar essas plantas tanto em tamanhos grandes quanto minis, que, neste caso, são os ideais para fazer o seu jardim (Foto: PxHere)

Independente do porte, todas são adaptáveis a terrenos arenosos e secos.

No nordeste brasileiro elas predominam, sendo o cacto a principal forma de vida que sobrevive e decora o sertão.

Logo, fazer um mini jardim de suculentas é trazer esse décor orgânico e de muita identidade brasileira para dento do seu espaço.

Onde colocar um jardim pequeno de suculentas?

O seu mini jardim de suculentas pode ficar em inúmeros tipos de vasos, mesmo naqueles sem furos para drenagem de água. Assim, isso aumenta as suas possibilidades de usar a criatividade.

Recipientes antigos

Você tem algum recipiente de vidro, porcelana ou de outro material, não o usa mais ou já enjoou de vê-lo no mesmo estilo? Então, aposte em um mini jardim de suculentas nele.

Em jarros largos de vidro, potes de cerâmica e até de cobre, os terrários de suculentas ficam lindos. E dão, literalmente, uma vida nova a essas peças até então esquecidas ou na mesmice.

Em canecas antigas de cerâmica, o efeito é tão bom quanto em peças feitas com o fim de serem casinhas de plantas (Foto: PxHere)

Em canecas antigas de cerâmica, o efeito é tão bom quanto em peças feitas com o fim de serem casinhas de plantas (Foto: PxHere)

Tijolos de cimento

Os tijolos de cimento com dois buracos vazados são perfeitos para fazer um mini jardim de suculentas ao estilo brutalista.

Além disso, o jardim dá uma nova utilidade cheia de vida a esse material de construção que fica escondido debaixo de reboco e camadas de tinta.

Na falta do tijolo, vá de vaso de cimento mesmo, que o resultado fica muito artesanal e delicado (Foto: PxHere)

Na falta do tijolo, vá de vaso de cimento mesmo, que o resultado fica muito artesanal e delicado (Foto: PxHere)

Terrários

Os terrários são os locais mais comuns para essas plantas. Feitos de vidro ou cobre, esses vasos comprados prontos em lojas de jardinagem não têm furos.

Uma vez plantadas em um terrário, as suculentas podem ficar muitos dias sem rega, pois a água ficará acumulada (Foto: PxHere)

Uma vez plantadas em um terrário, as suculentas podem ficar muitos dias sem rega, pois a água ficará acumulada (Foto: PxHere)

Vasos

Os vasos são as peças mais comuns de jardins e funcionam para o mini jardim de suculentas. Você pode inovar e fazer um efeito quebrado nele, fugindo do tradicional padrão intacto. Pode ter certeza de que o resultado ficará perfeito.

Como as suculentas não podem ficar encharcadas, o ideal é que o vaso seja de cerâmica ou cimento, com furos; assim, a água terá boa drenagem (Foto: PxHere)

Como as suculentas não podem ficar encharcadas, o ideal é que o vaso seja de cerâmica ou cimento, com furos; assim, a água terá boa drenagem (Foto: PxHere)

Como montar o seu mini jardim repleto de suculentas?

Para você fazer o seu mini jardim de suculentas, é preciso seguir alguns truques básicos. Assim, todas a suas plantas terão vida longa e ficarão cheias de folhas e flores — sim, algumas espécies geram flores lindas.

Reúna as suas ferramentas

Uma colher de madeira, um rastelo pequeno para ajudar na mistura e uma tesoura. O resto é com as suas mãos. Simples, não?

Tenha terra adubada

Compre a terra em lojas especializadas para jardins, pois ela já vem com substrato pronto para enriquecer suculentas.

Separe um saco de areia

A areia de construção é primordial para dar o terreno propício que essas plantas amam. Lembre-se de que essas espécies são de regiões arenosas e secas. Logo, é preciso reproduzir o habitat natural delas em seu mini jardim.

Fazer um mini jardim de suculentas é uma verdadeira terapia, especialmente se você contar com a ajuda de familiares (Foto: PxHere)

Fazer um mini jardim de suculentas é uma verdadeira terapia, especialmente se você contar com a ajuda de familiares (Foto: PxHere)

Tenha pedras para drenagem

As pedras são necessárias para colocar no fundo do vaso e ajudar a drenar a água. Não é preciso encher — apenas um dedo é suficiente para não deixar as suas plantinhas encharcadas e eliminar o risco de as raízes apodrecerem.

Essas pedras são chamadas de brita, mas você pode improvisar com outras, como cacos de telha ou piso quebrado. Só tome cuidado para não se cortar; use luvas nesses casos.

Disponha de uma manta de bidim

Tenha um pedaço de manta de bidim com o tamanho do fundo do vaso, para separar as pedras de drenagem da terra.

Isso vai impedir que a terra saia pelo fundo do seu vaso quando molhada, no caso de você escolher um com furos.

Decida o local para o seu mini jardim

Antes de começar a montar o seu mini jardim de suculentas, é preciso escolher bem o local em que ele ficará.

Ainda que essas plantas adorem sol, há muitas espécies que preferem a sombra. Então, avalie se o lugar recebe mais luz ou não, escolhendo as espécies com base nesse critério.

Escolha as espécies

Na escolha de espécies, também é importante observar que as plantas que você colocar juntas devem ter um padrão de rega similar.

Ou seja, se uma plantinha precisa ser regada a cada quatro dias e a outra a cada 10, elas não devem ser plantadas juntas, pois o ciclo é bem diferente.

Não há problemas em colocar uma planta bem perto da outra, apenas observe os ciclos de regas e de exposição ao sol (Foto: PxHere)

Não há problemas em colocar uma planta bem perto da outra, apenas observe os ciclos de regas e de exposição ao sol (Foto: PxHere)

Veja algumas espécies de suculentas para sol:

  • espada de São Jorge;
  • orelha de elefante;
  • capuz de monge;
  • planta diamante;
  • planta fantasma;
  • barba de velho;
  • senécio azul;
  • cacto ouriço;
  • mini jade.

Veja algumas espécies de suculentas para sombra:

  • cacto macarrão;
  • cacto sianinha;
  • rabo de burro;
  • flor-de-maio;
  • flor-de-cera;
  • mil cores;
  • ripsális.

Monte o vaso e plante

Misture a terra com a areia de construção, em uma proporção meio a meio. Você pode fazer isso apenas com base na sua percepção, mas se quiser medir a quantidade justa entre cada material, pode usar um medidor. Mexa ambas até que fiquem homogêneas.

Em seguida, coloque as pedras no fundo do vaso e acomode a manta de bidim por cima, já recortada no tamanho adequado. Então, insira, com uma colher, um pouco da mistura de terra adubada com areia, para encher o fundo do vaso.

Depois, coloque as plantas na posição que preferir, sempre deixando as raízes espalhadas para que elas fiquem bem acomodadas. Por fim, preencha com mais da mistura, até chegar perto do topo do vaso. Deixe pelo menos 2 cm de sobras, para que a água não transborde e leve a terra junto durante as regas.

Decore o vaso do seu jeito

Agora é hora de decorar o seu mini jardim de suculentas. Você pode usar pedrinhas coloridas, nas cores que achar que mais combinam com a decoração do seu ambiente.

Também é possível incrementar com pecinhas em miniatura, como carrinhos, estatuetas e outros itens de décor, seguindo o padrão pequeno.

 O gato não faz parte dos acessórios, mas se você tiver um, ele vai se ajeitar ao lado, com certeza. Apenas tome cuidado para que os seus pets não se machuquem ou comam as plantas, pois algumas são tóxicas (Foto: PxHere)

O gato não faz parte dos acessórios, mas se você tiver um, ele vai se ajeitar ao lado, com certeza. Apenas tome cuidado para que os seus pets não se machuquem ou comam as plantas, pois algumas são tóxicas (Foto: PxHere)

Regue bastante

Por fim, regue bastante o seu mini jardim de suculentas, pois essa será a primeira rega logo após a plantação.

Ela precisa ser caprichada, para que a terra se assente e as plantas recebam todos os nutrientes necessários.

Como cuidar do seu mini jardim?

O seu mini jardim de suculentas não precisa de um olhar diário, mas como qualquer outro vaso de plantas, deve ser visto com certa frequência.

Exponha as plantas à luz solar

Se as suas plantas forem de espécies que precisam de luz solar diária, então deixe-as de forma que peguem a luz da manhã e do final da tarde.

Algumas plantas mais sensíveis queimam se forem expostas ao calor excessivo; portanto, preste bastante atenção nisso.

Com a iluminação adequada, as suas plantas vão ficar cada vez mais bonitas e fortes (Foto: PxHere)

Com a iluminação adequada, as suas plantas vão ficar cada vez mais bonitas e fortes (Foto: PxHere)

Faça as regas adequadas

Capriche na água quando você regar o seu mini jardim de suculentas, mas não faça isso de maneira constante. De forma geral, as suas plantas devem ser regadas com intervalos mínimos de cinco dias, mesmo em períodos quentes.

Já se o clima for quente, mas não muito, você pode espaçar mais as suas regas, como de sete a 10 dias. No inverno, a rega deve ser feita a cada 15 ou 20 dias.

Para acertar em qualquer clima, sempre faça o “teste do dedo”, ou seja, sinta com as pontas dos dedos se a terra está úmida ou não.

Lembre-se da adubagem

A adubação deve ser feita de acordo com os períodos das plantas. Logo, há adubos específicos para crescimento, floração, folhagem e fortificação.

Veja se a sua espécie é de crescimento ou ficará em tamanho mini sempre, se brota flores ou se gera apenas folhas (Foto: PxHere)

Veja se a sua espécie é de crescimento ou ficará em tamanho mini sempre, se brota flores ou se gera apenas folhas (Foto: PxHere)

Proteja-as do frio

No inverno ou mesmo em épocas em que o frio chega sem avisar, é preciso retirar as suas plantas de perto de áreas onde elas fiquem expostas a baixas temperaturas. É nesses momentos que pragas e fungos podem se instalar.

Com essas dicas, você vai ver que ter um mini jardim de suculentas é algo muito simples. E essa vantagem que essas espécies trazem se traduz em um ambiente muito aconchegante e sereno. Ou seja, sensações perfeitas para manter a saúde mental equilibrada em um período confuso.

Aproveite também e se inspire com muitas ideias para fazer um jardim pequeno em áreas externas em mais um artigo cheio de natureza!

Foto de destaque: Todos os cactos são suculentas, mas nem toda suculenta é um cacto. Essa diferença é apenas técnica, mas é legal para você entender o mundo incrível dessas plantinhas (Foto: PxHere)

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *