Menu
Projetos e Obras
Busca
fachada_mercadoribeira

Conteúdo Vitrine

Mercado da Ribeira ganha ar industrial para funcionar como espaço sociocultural

01/10/2018

Parada obrigatória por quem passa por Lisboa, em Portugal, local se tornou um fenômeno de visitas por ser muito mais do que um mercado comum. Confira aqui o melhor da gastronomia, cultura e música em um só lugar!

O Mercado da Ribeira, conhecido como Time Out Market, não é só uma das referências turísticas mais visitadas em Portugal, mas também ponto de encontro de cidadãos lisboetas. Sofreu diversas transformações arquitetônicas ao longo dos anos e, hoje em dia, tem um conceito que vai muito além de um simples mercado local.

Contando um pouquinho da sua história: o espaço surgiu em 1771, quando Marquês de Pombal criou uma rede de mercados. Entre eles, estava o Mercado da Ribeira, projetado por Frederico Ressano Garcia.

VEJA TAMBÉM: Mercados centrais europeus: conheça os mais incríveis e imperdíveis

interior_mercadoribeira

Interior do edifício sustentado pela estrutura metálica (Foto: Barbara Cassou)

Mais tarde, depois que um incêndio destruiu parte do edifício, ele foi ampliado e remodelado por João Piloto, que concebeu uma cúpula para decorar a fachada. Isso fez com que os moradores de Lisboa o apelidassem de “Mesquita do Nabo”, porque esse tipo de cúpula geralmente era usado em arquitetura religiosa.

Em 2010, a revista Time Out ganhou a concessão para explorar parte do interior do edifício. Ele deixou de ser um local abastecedor, apenas para comerciantes, e transformou-se em um espaço sociocultural e ponto de encontro de visitantes, artistas e amantes da gastronomia.

O mercado tem aproximadamente dez mil metros quadrados de área coberta. Sua fachada e cúpula foram mantidas e restauradas, e seu interior foi modernizado e transformado.

Estruturas metálicas à vista fazem parte do interior do edifício e dão um ar industrial e moderno, contrastando com a parte externa bem histórica.

quisoque_ribeira_final

Módulos-quiosques feitos de metal e madeira adaptados para diferentes tipos de gastronomia (Foto: Barbara Cassou)

Com 24 restaurantes, oito bares, espaços comerciais e uma sala de espetáculos, o seu interior é modulável, feito de móveis de estruturas metálicas e painéis de madeira.

Cada restaurante se adapta a esses pequenos módulos, oferecendo diferentes opções culinárias: frutos do mar, carnes, hambúrguer, sorvete, massa, sushi etc.

O mercado reúne até hoje os melhores e mais antigos comerciantes de carnes, peixes, flores e frutas de Lisboa. Atualmente, a sala de espetáculos é palco para música ao vivo e shows de diversos gêneros, como Hip Hop, Soul e Jazz. Os tickets variam entre 3 e 20 euros, sendo superacessíveis ao público jovem.

O design gráfico também é muito importante para a comunicação do interior do edifício. Toda a parte visual e de sinalização tem a mesma identidade. Até os pequenos espaços que ainda estão em reforma são tratados de maneira organizada e coerente com o todo.

obra_ribeira

Identidade visual dos espaços em sintonia (Foto: Barbara Cassou)

A remodelação do Mercado da Ribeira concebido por Time Out não só criou um espaço novo, mas conseguiu revitalizar todo o bairro do Cais de Sodré, onde fica. Hoje, calcula-se que mais de três milhões de visitantes passam por ali a cada ano, trazendo vida e movimento ao litoral de Lisboa.

O êxito desse novo conceito de mercado foi tão grande que o grupo Time Out tem previsão de expandir o modelo para o mundo, começando este ano em Nova York e Miami e, ano que vem, em Boston, Chicago e Montreal.

Lisboa vem sendo o destino do momento na Europa por reunir boa gastronomia, estilo de vida, história e paisagens impressionantes. O Mercado da Ribeira está na lista dos principais pontos turísticos para visitar por reunir diferentes experiências em um só lugar.

Você conhece outros mercados interessantes pelo mundo? Deixe seu comentário e divida sua experiência!

Bar no interior do mercado (Foto: Barbara Cassou)

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *