Menu
Projetos e Obras
Busca

Quarto do loft cosmopolita projetado pela arquiteta Mariana Maran (Projeto: Mariana Maran)

Portobello Matérias

Mariana Maran cria loft cosmopolita inspirado em Pedro Andrade

27/05/2022

A arquiteta Mariana Maran explorou cores e revestimentos contrastantes inspirados na personalidade de Pedro Andrade, convidando a uma viagem pelo mundo

A arquiteta e design de interiores Mariana Maran criou um projeto especialmente para a Mostra Portobello UNLTD Dreams, que foi centrada no desenvolvimento de maquetes realistas.

O evento apresentou oito projetos de arquitetura em escala reduzida, cheios de detalhes. Essa ideia de trabalhar com maquetes foi um reflexo da necessidade de sonhar trazida pelo período de transição pós-pandemia.

Conhecida por assinar projetos de luxo altamente personalizados no Brasil e no mundo há 17 anos, Mariana foi uma das convidadas para participar da mostra, com o projeto de um loft para o jornalista e apresentador de TV Pedro Andrade.

Continue lendo para saber mais sobre as características de sua criação cosmopolita!

Mariana Maran traduziu personalidade de Pedro Andrade por meio dos detalhes

Cada detalhe releva um pouco da personalidade de Pedro Andrade, para quem o projeto foi idealizado
(Projeto: Mariana Maran)

Mariana Maran é especialista em fazer projetos únicos, pensados exclusivamente para o dia a dia de cada cliente. Para isso, a arquiteta une criatividade, custo-benefício e funcionalidade.

Dessa forma, consegue projetar ambientes ricos em detalhes e com uma identidade ímpar.

Ao mesmo tempo em que valoriza a sofisticação, Mariana não abre mão dos conceitos de bem-estar, conforto e aconchego. E não foi diferente em relação à maquete feita para a Mostra UNLTD Dreams.

Nessa ocasião, ela teve como inspiração o jornalista e apresentador de TV Pedro Andrade, carioca que assumiu uma personalidade cosmopolita por viver em Nova York e ter viajado pelo mundo afora.

Para projetar um loft com a cara de Pedro, Mariana fez uma pesquisa profunda no universo dele, conhecido por ser um entusiasta de pessoas e culturas. O objetivo era criar um espaço confortável, sem exageros ou desperdícios.

Além de ter sido capaz de colocar seu olhar em evidência, a arquiteta conseguiu personificar a interpretação artística e arquitetônica de Pedro.

Sofisticação e simplicidade andando de mãos dadas

Cores e materiais que conversam entre si e se refletem nos diferentes ambientes do loft (Projeto: Mariana Maran)

O projeto idealizou um loft de 120 m², dividido em vários ambientes aconchegantes e de fácil uso, pensando em descomplicar o dia a dia do morador. Fazendo jus à expressão “menos é mais”, a arquiteta transformou o simples em algo sofisticado.

Além de escolher revestimentos cheios de personalidade, Mariana Maran optou por formas e cores elegantes para compor os ambientes.                                   

Ainda que feitas de diferentes materiais, as peças do mobiliário têm em comum as linhas curvas, que trazem um movimento orgânico que reflete a irreverência de Pedro Andrade.

Os tons neutros da paleta de cores também ajudam a conferir sofisticação. Mas isso não quer dizer que não exista contraste, muito pelo contrário. Junto do branco, preto, marrom e tons claros de cinza, a arquiteta usou um verde musgo para compor a decoração.

Embora a linguagem moderna se mostre por meio do mobiliário e dos revestimentos, o loft tem um estilo atemporal, que representa a fonte de inspiração de Mariana Maran.

Conheça os revestimentos usados no projeto

O revestimento Santorini, da linha Horizontes, foi usado no painel de TV que marca a divisão entre os ambientes
(Projeto: Mariana Maran)

Uma escolha certeira foi o revestimento da linha Horizontes, cocriada por Pedro Andrade e Portobello e inspirada em alguns dos destinos favoritos do jornalista e apresentador.

Além de trazer o mundo para dentro da casa, foi uma forma de homenagear o trabalho criativo de Pedro.

Fazem parte da linha Horizontes revestimentos em diferentes cores, que representam destinos como Nova York, Tulum, Santorini, Jaipur e Zanzibar. Santorini foi a escolha de Mariana Maran para este projeto.

Com tom claro e relevo suave, o revestimento foi usado em lugares inusitados. Além da parede do lavabo e da cozinha, a arquiteta usou Santorini no painel de televisão.

Já o destaque da paleta de cores mais escuras e sóbrias fica por conta de Or de Cacau, um porcelanato marmorizado marrom. Foi inspirado nos mármores espanhóis, conhecidos pela intensidade.

Com uma superfície iluminada por veios dourados, pode ser combinado a outros materiais, como no projeto desenvolvido por Mariana. 

Trata-se de uma escolha irreverente que criou uma harmonia perfeita com os tons mais claros e a madeira presente em diversos detalhes. E o contraste também se dá pelos desenhos fortemente marcados de Or de Cacau.

Como a intenção de Mariana Maran foi dar destaque aos dois produtos, ela optou por usar uma cor mais clara no piso, com Dansk Cement Rope. É uma opção que garante a funcionalidade que os ambientes precisam numa tonalidade que reproduz o concreto.

Acima de tudo, a ideia era que o loft conseguisse encantar Pedro por meio de uma linguagem estética que é própria dele.

Maquete de Mariana Maran exposta na terceira edição da Mostra UNLTD Dreams da Portobello
Detalhe da maquete de Mariana Maran
Detalhe da maquete de Mariana Maran (Fotos: Guto Campos)

Isso explica por que foram feitas essas escolhas de cores, revestimentos, mobiliário e demais itens decorativos para o projeto. E Mariana é o tipo de arquiteta que se preocupa com os mínimos detalhes.

Assim, também resolveu trazer a natureza para dentro tanto pelos tons quanto pelas plantas que ajudam a compor os ambientes. Ela ainda usou filetes e diversos acessórios da Officina Portobello para finalizar cada canto deste projeto tão especial.

Segundo Mariana Maran, “o maior desafio foi captar a linguagem dele para transmiti-la dentro de um projeto que tivesse a cara dele”.

Além dela, outros arquitetos foram convidados para desenvolver maquetes para a terceira edição da Mostra UNLTD Dreams, como Carlos Carvalho, Gabriela de Matos, Mila Strauss, Paola Navone, Rodrigo Ohtake e Martin Corullon.

Clique aqui e confira todos os projetos que fizeram parte do evento e desafiaram os limites por meio de maquetes icônicas!

Imagem de destaque: Quarto do loft cosmopolita projetado pela arquiteta Mariana Maran (Projeto: Mariana Maran)

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *