Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Matérias

Loja da Apple é convite à inclusão e colaboração: conheça os detalhes

28/09/2018

Está buscando uma inspiração cheia de inovação e criatividade? Confira como foi planejada esse projeto tão especial em Chicago!

A loja da Apple em Chicago, aguardada desde 2015 e inaugurada em outubro de 2017, faz parte de uma nova geração de estabelecimentos da companhia, os quais são considerados um tipo de loja-conceito.

O espaço foi construído para, entre outras coisas, sediar os eventos da marca. Essa e as demais lojas-conceito da empresa foram desenhadas pelo escritório Foster + Partners.

Ficou interessado pelo assunto? Então, continue a leitura deste artigo e conheça os detalhes do projeto.

O que significa ser vencedor do prêmio Building of The Year 2018

É importante destacar que o edifício foi reconhecido pelo prêmio Building of The Year 2018, na categoria arquitetura comercial. Essa premiação foi criada pela ArchDaily, uma grande plataforma de arquitetura consciente de sua responsabilidade sobre assuntos da profissão e avanços do setor.

O objetivo da ArchDaily é influenciar a comunidade global de arquitetos, e o prêmio “Edifício do ano” (em tradução livre para o português) é um de seus pilares. A escolha é realizada de forma democrática, por meio de votações.

Os edifícios que participaram do processo são responsáveis por fazer com que a arquitetura derrube as dificuldades impostas pelas barreiras geográficas, tornando as tendências conhecidas globalmente.

A loja da Apple em Chicago, aguardada desde 2015 e inaugurada em outubro de 2017, faz parte de uma nova geração de estabelecimentos da companhia

O que é uma loja-conceito

Também chamada de flagship store, trata-se de um ambiente capaz de aproximar a marca de seus clientes, evidenciando as tendências do mercado contemporâneo. Sendo assim, haverá uma representação da essência da companhia de uma forma inovadora por meio do design.

O diferencial desse tipo de estabelecimento é o grau de investimento e o conceito revolucionário empregado. A construção é vista como sinônimo de grandeza, mostrando posição de prestígio no segmento do varejo a que pertence.

Um dos objetivos da Apple ao investir na loja de Chicago é fazer com que o cliente se sinta mais confortável, estando ambientado ao seu espaço de compra. Para isso, foi necessário apostar em recursos audiovisuais, como o uso de vidros, iluminação, música ambiente, cheiro etc.

O projeto realizado pela Foster + Partners também emprega a ideia de “Praça de Mercado”, utilizada em outras lojas da Apple. O objetivo é subverter o espaço comercial típico, criando uma abordagem que seja mais inclusiva.

Não podemos deixar de mencionar que a Apple Michigan Avenue apresenta a nova visão da gigante do mundo da tecnologia, onde todas as pessoas são bem-vindas. Experimentar os produtos, serviços e programas no coração de uma das principais cidades do mundo é uma experiência única, não é mesmo?

Os diferenciais da loja

A Apple realizou um trabalho colaborativo em conjunto com a cidade de Chicago, local onde seu primeiro ponto de venda foi aberto.

Ambas as partes buscaram escolher o lugar perfeito para a instalação do novo empreendimento, definindo a melhor forma de impactar positivamente e colaborar com a revitalização das margens do rio Chicago.

A Apple realizou um trabalho colaborativo em conjunto com a cidade de Chicago, local onde seu primeiro ponto de venda foi aberto

O principal acesso à loja se dá pela histórica praça de Pioneer Court, que se localiza ao lado do Chicago Tribune. Assim houve a criação de um link entre a cidade e o rio, estabelecendo uma conexão entre as duas paisagens.

O principal acesso à loja se dá pela histórica praça de Pioneer Court, que se localiza ao lado do Chicago Tribune

Fachada de vidro

A linha arquitetônica empregada no Auditório Steve Jobs, na Califórnia, também está presente na loja da Apple em Chicago. A fachada é transparente, passando a sensação de que não há diferença entre o interior e o exterior.

O vidro utilizado é um painel de aproximadamente 10m de altura, o que impressiona a todos que passam pelo local.

Teto de fibra de carbono

O teto da loja da Apple em Chicago mede 34×30m (1.020m²) e é feito em fibra de carbono, com revestimento interno em madeira. O teto é similar ao construído no Steve Jobs Theater.

Segundo informações da companhia, ele foi construído para ser o mais fino possível, de forma que a estrutura seja sustentada por apenas quatro pilares internos.

O teto é similar ao construído no Steve Jobs Theater

Interior em forma de anfiteatro

O interior da loja foi idealizado tomando a ideia de um anfiteatro ou um “Fórum”. O local será utilizado para abrigar a Chicago Series, um conjunto de eventos diários abertos à participação do público.

Esses eventos se baseiam na atual programação da companhia, englobando seminários de artistas locais, demonstrações tecnológicas e outras atividades ligadas a temas como fotografia, criação musical, arte, design, empreendedorismo, entre outros.

Os problemas enfrentados

O primeiro inverno da loja da Apple em Chicago não foi nada fácil. O espaço aberto existente, em frente ao rio, teve de ser isolado. Essa situação se tornou necessária por conta dos longos e perigosos “pingentes de gelo”, que se formaram na cobertura da edificação.

Nessa época, foi possível encontrar inúmeros avisos informando os clientes e turistas para terem “cuidado com queda de gelo e neve”.

Representantes da empresa disseram que esse problema ocorreu por conta de uma falha técnica no sistema de aquecimento da cobertura.

Algumas fotos publicadas também geraram certo espanto. Um dos vidros da fachada apresentou uma trinca, o que poderia causar a substituição de todo o painel.

O escritório por trás do projeto

Não podemos falar da loja da Apple em Chicago sem mencionar o escritório Foster + Partners, responsável pela criação do projeto. Essa empresa de arquitetura se localiza em Londres, mas é mundialmente conhecida, tendo ganhado o prêmio Stirling duas vezes.

Inclusive, está concorrendo mais uma vez ao prêmio, por conta do edifício Bloomberg, um novo local de trabalho construído na capital britânica. Com certeza existem outros empreendimentos da Foster + Partners que você conhece. Veja alguns a seguir:

O escritório também desenhou diversas lojas da Apple ao redor do mundo — o que garante a qualidade dos trabalhos realizados por essa empresa. Então, podemos utilizar seus projetos como fonte de inspiração e inovação para a arquitetura.

As lojas da Apple são fonte de inspiração para a arquitetura

E aí, gostou de conhecer os detalhes da loja da Apple em Chicago? Então, veja também as lições que os arquitetos podem extrair do design da Apple. Não perca!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *