Menu
Projetos e Obras
Busca
Indoor Style - Tecidos leves e terceira peça deixam a roupa para ficar em casa muito mais estilosa

Conteúdo Matérias

Indoor Style: conheça a tendência de roupa para ficar em casa

05/06/2020

O mundo não é mais o mesmo. Muito menos as relações de trabalho. Conheça o Indoor Style, a tendência de roupa para ficar em casa.

A quarentena abriu os olhos de muitas empresas sobre outras formas de executar trabalhos. O Home Office deixou de ser uma possibilidade distante e passou a uma questão de sobrevivência. Para os trabalhadores, que agora precisam fazer reuniões virtuais e transformar suas casas em escritório, o Indoor Style — ou seja, a roupa para ficar em casa — é uma proposta interessante para manter uma boa imagem profissional.

Para quem até então nunca trabalhou nesse modelo, se preocupar com a roupa para ficar em casa pode parecer uma bobagem. No entanto, há outras questões relacionadas: tirar o pijama ajuda a separar trabalho e descanso. Além disso, por que é tão aceitável parecer bonito para desconhecidos, mas desarrumado para si mesmo e para as pessoas de seu convívio?

A necessidade de trabalhar em regime Home Office também nos ajuda a entender que os looks de trabalho não precisam ser desconfortáveis ou incômodos. O Indoor Style mostra que é possível trazer sofisticação à roupa para ficar em casa sem fazer tanto esforço assim. Portanto, saiba mais sobre essa tendência no nosso artigo de hoje!

Inside Style afeta seu Inside Mood

Indoor Style: tendência de roupa para ficar em casa

Cores e estampas não apenas cobrem o corpo, mas também afetam o humor (Foto: Retha Ferguson)

A forma como nos enxergamos afeta bastante o nosso humor e a nossa autoestima.

Não ter que sair de casa permite que nos vistamos de maneira mais confortável e, frequentemente, desarrumada, o que faz com que comecemos a nos olhar de um jeito incômodo. A aparência descontraída começa a parecer triste ou largada. Mas conforto não precisa significar desleixo.

O Inside Style tem muito a ver com se sentir bem com sua aparência mesmo que você não vá sair de casa. Em um momento em que o prognóstico sobre a Covid-19 é preocupante e o isolamento social se mostra um agravante à saúde mental, o autocuidado é uma alternativa para tornar os dias mais fáceis. E isso inclui a estética.

O ato de se vestir não é apenas uma forma de proteger. É também uma expressão de sua personalidade. Ainda reflete seu estado de humor. Quando você se enxerga mais bonito, tende a se sentir mais confiante. E, quando está triste, um dos primeiros sinais é o descuido com a própria aparência.

Mas estética e arrumação não se resumem à roupa para ficar em casa: o espaço de trabalho também deve adotar o Inside Mood. Quanto mais limpo, organizado e bonito estiver seu Home Office, mais fácil é se concentrar.

Um ambiente clean, sem muitas informações, ajuda o cérebro a focar no que realmente importa. Além disso, vale lembrar que a bagunça costuma causar estresse.

Portanto, mesmo que você esteja sozinho, fique bonito para a pessoa mais importante da sua vida: você mesmo.

Roupa para ficar em casa: conforto e estilo unidos

Indoor Style - A camisa social de algodão ou linho traz um ar arrumado e elegante sem exageros

A camisa social de algodão ou linho traz um ar arrumado e elegante sem exageros (Foto: Luke Peters)

O cenário atual não é dos mais confortáveis. Mas o seu vestuário deve ser. A aposta da revista Vogue é que o período de quarentena para conter o avanço do novo coronavírus vai promover o Indoor Style, ou seja, a roupa para ficar em casa que também serve para trabalhar.

É importante entender que nem sempre você vai estar no clima de ficar totalmente arrumado. Em meio a uma pandemia, é difícil manter a disposição sempre. No entanto, apenas o fato de tomar um banho e se trocar — mesmo que seja com roupas mais simples — dá um novo ânimo e ajuda a se enxergar melhor.

O ideal é que você se vista sem exageros, mas de forma que permita que vá para qualquer lugar com os mesmos trajes. Confira algumas dicas para trabalhar e usar roupa para ficar em casa.

Camisas

Indoor Style - Alfaiataria traz elegância sem esforço.

Alfaiataria traz elegância sem esforço (Foto: Andrea Piacquadio)

Durante videoconferências, é importante que você se vista como em um dia de trabalho normal. Quando a empresa permite um visual casual, essa adaptação se torna mais fácil. No entanto, em um local de trabalho muito formal, a exigência é um pouco maior.

Esse tipo de empresa costuma ser menos aberta ao Home Office. No entanto, para tornar o look mais confortável, adote a camisa social de algodão ou linho. Ela é confortável, tem estilo profissional e não abafa. Acessórios como relógios, pulseiras e brincos também dão um ar mais arrumado ao visual.

Para empresas mais flexíveis quanto ao vestuário, uma camisa social de viscose, com manga curta e estampa, deixa seu Indoor Style mais divertido.

Terceira peça

Indoor Style - Acessórios também fazem a diferença na roupa para ficar em casa

Acessórios também fazem a diferença na roupa para ficar em casa (Foto: Andrea Piacquadio)

Uma solução simples para ficar elegante em casa é usar uma terceira peça, ou seja, blazer, jaqueta, cardigã ou colete.

O cardigã costuma ser um meio-termo entre uma jaqueta e um blazer. Ele é menos formal, mas não deixa o visual casual. Para os dias frescos, é uma escolha inteligente e confortável de roupa para ficar em casa.

Calças leves

Indoor Style - Tecidos leves, cortes mais sóbrios e sapatos confortáveis traduzem o Inside Mood 

Tecidos leves, cortes mais sóbrios e sapatos confortáveis traduzem o Inside Mood (Foto: Kinga Cichewicz)

A parte superior exige mais investimento. Afinal, é ela que vai aparecer durante uma videoconferência. No entanto, uma hora você pode precisar se levantar, e a parte de baixo vai aparecer na câmera. Então, não se descuide.

Jeans é convencional, mas costuma ser desconfortável para usar em casa. Portanto, você pode substituí-lo por tecidos que sejam mais leves e não apertem tanto. Fibras naturais são mais elegantes e não deixam o visual muito descontraído. Até mesmo a calça de alfaiataria é confortável, quando tem cintura no lugar e não fica tão justa no corpo.

Calças de linho são confortáveis e muito elegantes. Além disso, são frescas, pois o tecido absorve o suor, seca rápido, é antibacteriano, maleável e respirável.

Evite quaisquer peças que apertem demais na cintura ou necessitem de cintos. No trabalho, elas deixam o visual mais elegante, mas em casa, costumam incomodar.

Macacões e vestidos

Peças únicas são soluções simples para resolver o problema de encontrar uma roupa para ficar em casa que seja arrumada.

Os macacões costumam ser mais elegantes e práticos. Novamente, o linho se destaca, por equilibrar o conforto do tecido com a elegância do corte.

Já os vestidos têm uma cartela de modelagens e tecidos maior. Portanto, oferecem diversas alternativas para quem busca renovar o armário nesse período.

Tecidos

Indoor Style - Antes usado apenas em pijamas, hoje o cetim é um queridinho do Homewear

Antes usado apenas em pijamas, hoje o cetim é um queridinho do Homewear (Foto: @rw.studios)

Linho, algodão, lã e seda são as quatro fibras naturais que geram tecidos mais frescos e confortáveis. Embora amarrotem com certa facilidade, eles não abafam o corpo, não retêm suor (exceto o algodão) e costumam dar vida a peças bem elegantes.

Um tecido sintético, fresco e ótimo para ficar em casa é a viscose. Camisas sociais de manga média são excelentes como roupa para trabalhar. No entanto, não confunda com a malha de viscose, que costuma ser muito mole e marcar demais o corpo.

Por fim, temos o cetim, formado por seda e lã. Muito usado em pijamas e camisolas, hoje ele se tornou uma preferência em roupas, tanto para ficar em casa quanto para sair.

Na hora de avaliar uma peça, observe o toque do tecido. Ele ficará por horas em contato com a sua pele. Quanto mais macio, mais confortável será o toque no corpo.

Calçados

O calçado dificilmente aparecerá durante uma conferência. Porém, ele pode ser o que você precisa para que seu cérebro entenda que é hora de trabalhar. Então, evite os tradicionais chinelos, mas não precisa ir para algo extremamente formal.

Rasteirinhas, alpargatas, mules e outros sapatos baixos e flexíveis garantem o conforto necessário. Acabou o expediente? Volte para suas sandálias de casa.

Nada voltará a ser como antes

Indoor Style - A pandemia mudou nossos hábitos de higiene, as nossas relações pessoais e até profissionais de maneira nunca antes vista

A pandemia mudou nossos hábitos de higiene, as nossas relações pessoais e até profissionais de maneira nunca antes vista (Foto: Kseniia Ilinykh)

A proliferação da Covid-19 e o distanciamento social abrem os olhos para diversos aspectos da vida: nada voltará a ser como antes.

As relações pessoais e profissionais já se modificaram de tal maneira que é difícil imaginar outro tipo de normalidade. Para você ter uma ideia, especialistas acreditam que a Covid-19 seja o verdadeiro marco histórico da mudança do século XX para o XXI, assim como a Primeira Guerra Mundial separou os séculos XIX e XX — algo mais simbólico que cronológico.

Se o mundo e nem o século serão mais os mesmos, por que as relações trabalhistas seriam? É necessário que as empresas parem de pensar que o Home Office é algo temporário e percebam que, sim, é possível funcionar sem que seus colaboradores precisem perder várias horas apenas com o deslocamento casa-trabalho.

Agora que você já sabe como usar roupa para ficar em casa, é hora de organizar o seu Home Office. Descubra como criar um espaço para trabalhar!

Destaque: Tecidos leves e terceira peça deixam a roupa para ficar em casa muito mais estilosa (Foto: Paige Cody)

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *