Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Vitrine

Histórico e cheio de estilo: conheça detalhes do Recinto Modernista de Sant Pau

19/11/2018

Uma das mais importantes obras do Modernismo catalão, criada para ser um hospital, hoje abriga diferentes instituições em seus diversos pavilhões. Confira neste post!

O Recinto Modernista de Sant Pau foi construído entre 1902 e 1930, e projetado pelo arquiteto Lluís Domènech i Montaner, na cidade de Barcelona. Durante 80 anos, o complexo de edifícios foi sede de um hospital e hoje é um centro de conhecimento que abriga diversas instituições.

Maquete do complexo (Foto: Barbara Cassou)

Trata-se de um conjunto de vários pavilhões com o mesmo estilo e referências Art Nouveau, comunicados por um jardim, calçadas e túneis subterrâneos de mais de um quilômetro. É uma verdadeira “cidade dentro da cidade”, que se destaca tanto por sua funcionalidade quanto pela excelência artística. Como hospital, trouxe muita inovação e foi pioneiro em vários quesitos da medicina.

Em reconhecimento ao seu valor artístico e histórico, em 1997, a UNESCO o declarou como Patrimônio Histórico da Humanidade.

O mais interessante é observar como o arquiteto projetou e conectou todos os blocos. Há dois edifícios principais: um na entrada e um no centro do complexo. Ao redor, todos os outros edifícios são colocados paralelamente uns aos outros, gerando espaços vazios entre eles.

Os jardins entre os edifícios fazem parte da funcionalidade do hospital. Plantas e árvores purificam o ar, influenciam o clima e protegem o conjunto arquitetônico, além de ter função terapêutica para os pacientes que passeavam por ali.

O edifício do meio é a antiga casa de operações. Uma enorme sala de vidro foi mantida e corresponde ao que era a sala de operações. Ela é voltada para o Norte e foi projetada para obter iluminação natural durante mais horas do dia.

Nesse edifício também ficavam salas de anestesia, pós-operatório, laboratórios de fotografia e radiologia. Por meio de uma exposição de fotos em preto e branco, é possível visualizar como era o espaço antigamente.

Antiga sala de operações com vista para o jardim (Foto: Barbara Cassou)

Sala de operações antigamente (Foto: Barbara Cassou)

A rede de túneis subterrâneos conecta todos os edifícios. É considerada uma grande inovação na arquitetura hospitalar para a época em que foi projetada.

Os túneis são feitos de concreto com revestimento em ladrilhos brancos e iluminação no piso.

Túneis subterrâneos (Foto: Barbara Cassou)

Ao entrar, é possível ver projeções nas paredes de médicos e pacientes caminhando por lá, reproduzindo o dia a dia do hospital ativo antigamente.

Projeções nos túneis subterrâneos (Foto: Barbara Cassou)

Um dos pavilhões se tornou um espaço de exposições: um minimuseu que abriga peças do antigo hospital, maquetes, livros e vários outros materiais de antigamente.

Na parte superior também é possível ver uma instalação artística dedicada ao arquiteto Domènech. É uma grande estrutura metálica iluminada que suporta painéis impressos com várias texturas retiradas de suas obras arquitetônicas.

Instalação artística em referência às obras do arquiteto Domènech (Foto: Barbara Cassou)

O pavilhão “La Puríssima” não foi revitalizado, e é uma amostra dos espaços e volumetrias originais projetados pelo arquiteto. Tem o objetivo de comunicar aos visitantes a complexidade da restauração de todo o local. A fotografia no fundo da sala é o pavilhão da enfermaria de 1920.

Pavilhão La Puríssima (Foto: Barbara Cassou)

Mosaicos, cerâmicas, esculturas e vitrais ganham destaque por todo o conjunto arquitetônico e ressaltam o estilo da arquitetura catalã.

Detalhes da fachada de um dos edifícios (Foto: Barbara Cassou)

Sem dúvida, o Recinto Modernista Sant Pau foi uma inovação para a construção hospitalar com seus preciosos edifícios comunicados por túneis e jardins, com o objetivo de proporcionar mais conforto ambiental para a recuperação de seus pacientes. Uma joia arquitetônica, e Barcelona, que vale a pena visitar.

E você, já esteve em Barcelona? Deixe seu comentário contando o que viu de interessante por lá!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *