Menu
Projetos e Obras
Busca

No Dia da Árvore, entenda como tornar os projetos mais verdes, de modo a valorizar o meio ambiente (Projeto: Anderson Alves)

Conteúdo Matérias

Dia da Árvore: como inseri-la e valorizá-la nos seus projetos?

21/09/2021

Trazer a natureza para perto vai muito além da estética. Inspire-se no Dia da Árvore e veja como incorporar a vegetação nos projetos!

Comemorado em 21 de setembro, o Dia da Árvore é muito mais do que uma data simbólica. Trata-se de uma oportunidade para que todos tomem consciência a respeito da preservação das diferentes espécies e do papel de cada um sobre esse tema.

Afinal, os dados sobre o desmatamento no Brasil são alarmantes. Só nos oito primeiros meses de 2021, foi registrado um aumento de 8,2% na Amazônia, em relação ao mesmo período do ano passado. O dado é do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

As consequências são sentidas por todos. Um exemplo é a crise hídrica e energética que nosso país enfrenta por causa da falta de chuvas. É que o desmatamento torna o clima mais seco e quente, além de reduzir a biodiversidade.

Nesse sentido, entender como surgiu o Dia da Árvore e qual a sua finalidade pode ajudar a aumentar a consciência a respeito da importância da preservação. Dar atenção a esse assunto é fundamental para a manutenção da vida no planeta. 

Acompanhe as linhas a seguir para saber mais!

Como surgiu e qual é o objetivo do Dia da Árvore?

O Dia da Árvore passou a ser comemorado ainda no século XIX, quando o desmatamento já preocupava. 

Foi então que o jornalista e político norte-americano Julius Sterling Morton decidiu plantar diversas árvores em Nebraska, nos Estados Unidos.

Isso aconteceu em 10 de abril de 1872, que ficou conhecido como o “Day Arbor”. Depois, passou a ser comemorado como o Dia da Árvore no mundo todo, mas as datas variam em função das estações.

No Brasil, a escolha do dia 21 de setembro se deu por causa do início da primavera no hemisfério sul, em 23 do mesmo mês.

dia da árvore
O Dia da Árvore é uma oportunidade para abordar o tema e tomar consciência sobre nossas ações em prol da natureza (Projeto: Portobello S.A.)

Essa é uma oportunidade de se conscientizar sobre a importância das diferentes espécies para a vida humana, entender quais atitudes precisam ser revistas e começar a mudança de postura. 

Também é um momento importante para entender como as políticas públicas podem ajudar na preservação da natureza, sobretudo no Brasil, que é um país com grande diversidade.

Isso porque as árvores proporcionam diversos benefícios para a vida humana e animal, como:

  • formação de sombra e abrigo para diferentes espécies de animais, como pássaros;
  • fornecimento de alimento para pessoas e animais;
  • produção de oxigênio por meio da fotossíntese;
  • embelezamento de paisagens urbanas;
  • preservação da biodiversidade;
  • prevenção da erosão do solo;
  • aumento da umidade do ar;
  • redução da temperatura;
  • diminuição da poluição.

Sem falar que as árvores são parte fundamental de vários negócios, como os de produção de móveis e objetos de madeira. 

Além disso, a extração de celulose permite a fabricação de papel. Algumas espécies também são usadas nas indústrias química e farmacêutica.

Como planejar espaços arborizados?

O crescimento urbano tem como algumas consequências o desmatamento e a formação de ilhas de calor.

Por isso, seja no Dia do Árvore ou em outras ocasiões ao longo do ano, é importante incluir a vegetação nos projetos arquitetônicos.

Essa é uma maneira não só de embelezar, mas também de proporcionar mais conforto às pessoas que vão fazer uso dos espaços. 

Afinal, as árvores trazem a natureza para perto e, assim, melhoram a qualidade de vida e o bem-estar de todos.

A seguir, confira as nossas dicas para usá-las.

Integre as espécies ao projeto

Dependendo do tipo de projeto, é possível até manter árvores dentro de casas e prédios, como forma de preservação da natureza.

Esse é um conceito muito ligado à bioarquitetura. Ou seja, que se aproveita das formas e dos elementos naturais para criar projetos integrados com o meio ambiente.

Dependendo da espécie e do projeto, parte da natureza fica intacta
Dependendo da espécie e do projeto, parte da natureza fica intacta (Projeto: Karen Mazzo)

Dê visibilidade à vegetação externa com janelas grandes

Mesmo que não seja possível construir ao redor das árvores, preservar as espécies do lado de fora ajuda a criar espaços arborizados. Também reduz a temperatura do local, entre outros benefícios.

E para trazer o verde para a área interna, uma ideia é usar janelas grandes, como se fossem paredes de vidro. Elas dão visibilidade para as áreas plantadas, além de aumentar a privacidade dos moradores.

dia da árvore
Paredes de vidro dão visibilidade para vegetação externa (Projeto: Wilnes e Amanda Tortoro)

Mova as árvores para outra área

Infelizmente, nem sempre é possível manter árvores e outras espécies no terreno durante a construção. 

Nesse sentido, uma solução é realocá-las para diferentes lugares. Hoje em dia, há formas de fazer isso sem prejudicá-las.

Você pode usar as plantas removidas para a formação de jardins, espaços de convivência ou áreas verdes na parte externa da construção, por exemplo.

Entre as formas de preservação em projetos de arquitetura está a possibilidade de mover árvores para outra área
Entre as formas de preservação em projetos de arquitetura está a possibilidade de mover árvores para outra área (Projeto: Sophia Romcy de Oliveira)

Integre o jardim à varanda e a outros espaços

E que tal se inspirar no Dia da Árvore para entender como integrar o jardim a outros ambientes, a exemplo de varanda e cozinha?

Afinal, esses são espaços internos abertos ou com grandes portas e janelas que dão visibilidade à área externa, permitindo maior contato com a natureza. 

Nesse caso, pensar em um projeto de paisagismo é fundamental, para criar um local agradável também aos olhos.

Ambientes integrados ao jardim proporcionam maior contato com a natureza
Ambientes integrados ao jardim proporcionam maior contato com a natureza (Projeto: Cristina Ferraz)

Uma ideia é ter árvores frutíferas, que além de embelezar, podem atrair pássaros e, claro, compor a alimentação dos moradores.

Invista em telhados verdes

Falta de espaço não é uma desculpa para deixar as árvores de fora dos projetos. 

Nesses casos, uma solução é o telhado verde. Trata-se do plantio de espécies rasteiras e até árvores no topo de casas e prédios.

Essa área traz conforto térmico e acústico e pode ser aproveitada para o cultivo de uma horta ou como um local de lazer e convívio. 

Sistemas modernos permitem ainda reaproveitar a água da chuva, tornando o projeto mais ecológico.

dia da árvore
Plantas e árvores também podem compor telhados verdes (Projeto: Malu Carvalho)

Fundamentais para a manutenção da vida humana, as árvores ainda podem tornar os espaços agradáveis aos olhos. 

Para quem quer entender mais a respeito desse assunto, temos um artigo interessante sobre árvores floridas, ideais para dar um toque de cor ao jardim. Confira!

Foto de destaque: projeto: Anderson Alves

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *