Menu
Projetos e Obras
Busca
Foto: Marla Bravim

Conteúdo Matérias

Designer de Interiores: o artista dos ambientes internos

30/10/2019

Em 30 de outubro celebramos o dia do designer de interiores. Aproveite para saber mais sobre essa profissão tão importante.

O dia do designer de interiores é celebrado em 30 de outubro, mesma data em que se comemora o dia da decoração. Trata-se de uma forma de valorizar esse profissional, que é um verdadeiro artista dos ambientes internos.

Como forma de homenagem a todos os designers de interiores, desenvolvemos este artigo, onde falaremos um pouco sobre a história da profissão e a sua regulamentação no Brasil, entre outros pontos interessantes.

Também apresentaremos designers de interiores que se destacam no mundo e traremos o depoimento de duas profissionais que são nossas parceiras. Continue conosco!

História da profissão de designer de interiores

Evidências apontam que o design de interiores surgiu no Egito Antigo

Evidências apontam que o design de interiores surgiu no Egito Antigo (Foto: Pixabay)

Embora haja divergência entre alguns teóricos, estima-se que a atividade de designer de interiores surgiu no Egito Antigo. Ainda na era antes de Cristo, os egípcios já pensavam nos detalhes da decoração das suas casas, que eram construídas com barro.

Mobiliário de madeira, tapetes de palha, tecidos e peles de animais serviam como objetos de adorno para as casas do Egito Antigo. Chegou-se a essa conclusão por meio de análises em pinturas da época, feitas em murais e vasos.

Com o passar dos anos, o design de interiores também passou a ser desenvolvido por outras civilizações, como a grega e a romana.

Regulamentação da atividade no Brasil

A regulamentação da profissão fez com que o design de interiores fosse mais reconhecido

A regulamentação da profissão fez com que o design de interiores fosse mais reconhecido (Foto: Marla Bravim)

No Brasil, a atividade de designer de interiores já existe há muitos anos, mas foi regulamentada recentemente. Apenas em dezembro de 2016 foi sancionada, pelo ex-presidente Michel Temer, a Lei nº 13.369, que reconhece a profissão.

A lei foi sancionada por conta da pressão feita pela Associação Brasileira de Designers de Interiores (ABD). Na época da criação da legislação, a presidente da entidade, Noura van Dijk, foi entrevistada pela revista Casa Vogue e comentou sobre a importância da regulamentação.

Para ela, a lei é muito relevante, uma vez que fixa as competências, os princípios e deveres para o exercício da profissão. Assim, fica mais fácil de se observar o que é necessário para executar a atividade.

Quanto à formação, o profissional pode realizar cursos técnicos, tecnólogos ou de graduação na área.

Embora a graduação não seja obrigatória, muitas empresas solicitam designers de interiores com esse grau de conhecimento. O mesmo ocorre nos concursos para ingresso no serviço público.

Principais atribuições do artista dos ambientes internos

O principal desafio do designer de interiores é unir conforto, estética e segurança nos ambientes

O principal desafio do designer de interiores é unir conforto, estética e segurança nos ambientes (Foto: Rosa Menezes)

A Lei nº 13.639 também regulamenta as atribuições dos designers de interiores. Segundo a legislação, esse é o profissional que “[…] planeja e projeta espaços internos, visando ao conforto, à estética, à saúde e à segurança dos usuários”.

Dessa maneira, o profissional tem como principais atribuições:

  • fazer estudo, planejamento e projeção de ambientes internos;
  • elaborar plantas, cortes, elevações, perspectivas e detalhamentos em ambientes internos;
  • planejar ambientes internos;
  • selecionar cores, revestimentos e acabamentos;
  • desenhar e criar móveis e outros elementos decorativos;
  • assessorar os clientes na contração de pessoal e compra de objetos decorativos.

Designers de interiores que se destacam no mundo

O hotel Fasano Las Piedras foi decorado por Isay Weinfeld

O hotel Fasano Las Piedras foi decorado por Isay Weinfeld (Foto: @casahoteldecor)

Alguns designers de interiores se destacam tanto em suas atividades que têm reconhecimento mundial. Eles podem ser vistos como exemplos para quem já atua ou planeja ingressar na área.

Veja, a seguir, alguns dos grandes nomes do design de interiores!

Isay Weinfeld

O arquiteto e designer de interiores Isay Weinfeld é reconhecido pela forma como trabalha cada detalhe em suas obras. O profissional é famoso por utilizar a tendência minimalista e já decorou locais como o Hotel Fasano Las Piedras, no Uruguai.

Carlos Mota

O brasileiro Carlos Mota é reconhecido por produzir mobílias em madeira sustentável. As suas decorações contam com criações autênticas e artesanais. Ele produz móveis, como a poltrona Braz e as cadeiras Rio e São Paulo, que expressam características das localidades no design.

Brunete Fraccarolli

Embora também faça decorações residenciais, a arquiteta e designer de interiores Brunete Fraccarolli é especialista em ambientação comercial. Ela já trabalhou em escritórios de Nova York e Milão.

Grandes profissionais que são parceiros da Portobello

Marla Bravim e Rosa Menezes participaram do Coletivo Criativo

Marla Bravim e Rosa Menezes participaram do Coletivo Criativo (Foto: Portobello)

A Portobello é parceira de grandes profissionais da área do design de interiores. Convidamos duas que são próximas para que falassem um pouco sobre a profissão que escolheram.

Veja, a seguir, os depoimentos de Marla Bravim e Rosa Menezes, participantes do Coletivo Criativo!

Marla Bravim

A designer Marla Bravim sente orgulho da profissão que exerce

A designer Marla Bravim sente orgulho da profissão que exerce (Foto: Marla Bravim)

“Falar sobre a minha profissão é, para mim, um imenso orgulho e prazer. O desenvolvimento diário dos projetos de interiores, que desempenho no escritório Fabrizzio Bravin Arquitetura e Interiores, nos faz ter um olhar diferente sobre o morar hoje em dia.

Gosto muito do que faço e trabalhar com o que amo é super prazeroso. Atualmente, o interior se destaca na vida das pessoas, porque além de projetarmos espaços belos e funcionais, temos que conseguir captar a essência do morador; despertar nele sensações agradáveis no dia a dia por meio do seu espaço.

O maior desafio da profissão é você desenvolver um repertório próprio. Imprimir o seu estilo nos projetos sem cair muito no padrão atual.

A Portobello é uma empresa que a cada dia mais consigo admirar. A forma como conseguem se reinventar ano a ano e conduzem o relacionamento com os profissionais especificadores me fazem acreditar que esta é uma empresa que quero estar sempre ao lado.

O Coletivo Criativo é uma experiência incrível. Adorei conhecer profissionais de diferentes regiões, cada qual com as suas respostas criativas e com o mesmo intuito de juntos desenvolvermos um produto em grupo com a Portobello.”

Rosa Menezes

Rosa Menezes participou de ensaio produzido pela Portobello

Rosa Menezes participou de ensaio produzido pela Portobello (Foto: Rosa Menezes)

“Eu penso que ser um designer de interiores é saber lidar com os sonhos e as ansiedades das pessoas. Transformá-los em realidade com arte! Sempre comento no escritório que não podemos esquecer que lidamos com a expectativa do cliente.

Às vezes, ele sonhou com aquele projeto, aquele ambiente, por anos. Então, quando nos confiam essa responsabilidade, temos que fazer com todo o amor, toda a energia, para que supere essas expectativas.

O outro aspecto que me encanta na profissão é que não existe rotina. Cada projeto é único, assim como as pessoas. Então, com o tempo, criamos uma rede de boas energias, e é gratificante as amizades que colhemos nesse percurso! Só amo!

A Portobello é uma paixão antiga. Sou apaixonada pelo comprometimento da marca com o design, a inovação, o cuidado com o profissional e o feedback na obra, qualidades que nos tranquilizam na rotina. Essa inovação do design atende a necessidade constante de personalidade a cada projeto.

Participar do Coletivo Criativo nos dá a oportunidade de sermos co-autores desse processo. Desde a primeira etapa lá em Berlim, quando tivemos a oportunidade de mesclar nossas experiências profissionais com a da equipe de design de produtos e da Officina Portobello.

Só poderia render bons frutos. Com o passar dos dias, a interação de todos foi se tornando o amálgama que faltava. Agora, é só controlar a nossa ansiedade para ver o resultado retratado nesses novos produtos que virão!”

A você, designer de interiores, damos os parabéns! Aproveite o seu dia e saiba que reconhecemos os seus esforços e valorizamos você como o artista dos ambientes internos.

Que tal aproveitar essa data para assistir a uma série na Netflix? Temos um artigo com dicas de seriados para amantes de arquitetura e design de interiores.

 

Foto de capa: projeto Marla Bravim

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *