Menu
Projetos e Obras
Busca

Portobello Eventos

Portobello reúne arquitetos para debater os desafios da Norma de Desempenho

25/10/2017

O projetista é responsável por projetar, o construtor por construir e o morador por fazer a manutenção e morar. A frase pode parecer óbvia, mas na realidade da construção civil nem sempre é assim. É por isso que a Portobello Shop de São José, junto ao Canal Engenharia e AsBEA, organizou um encontro para troca de experiência e, acima de tudo, reciclagem dos profissionais. Confira a cobertura do evento.

Com o propósito de deixar arquitetos parceiros cada vez mais informados sobre o melhor uso dos revestimentos nos projetos, a Portobello promove frequentemente eventos e capacitações por todo o país. Dessa vez, a Norma de Desempenho ABNT 15575/2013, que trouxe grandes mudanças nas especificações e novas responsabilidades a projetistas, construtores e usuários finais, foi tema de palestra (24/10) na Portobello Shop do município de São José, Grande Florianópolis (SC).

O evento organizado pelo Canal de Engenharia da Portobello e Associação Brasileira de Escritórios de Arquitetura reuniu profissionais da área na palestra ministrada pelo gerente Técnico da Portobello e secretário relator da Norma de Desempenho, Luiz Henrique Manetti. Ele apresentou os principais critérios para melhorar a performance dos empreendimentos, suas implicações práticas, comparando projetos de sucesso, a exemplo das normas de acessibilidade e cores específicas para sinalizações.

Presidente da AsBEA, Tatiana Filomena, apresenta principais eventos da associação na abertura da palestra. (Foto: arquivo Portobello)

“A norma já possui quatro anos e ainda sim é necessário atualizarmos, periodicamente, nossos profissionais com as boas práticas de projetos que se adequam a esse importante regulamento, que trouxe à tona, pela primeira vez, responsabilidades específicas aos usuários finais”, enfatiza Manetti.

Segundo ele, a norma antiga engessava a forma de se construir. Agora, o novo regulamento da ABNT deixa o projetista mais livre para inovar, e se preocupa com os resultados que um edifício deve atingir, oferecendo mais segurança ao usuário final, uma vez que foram criados parâmetros mínimos para pontos que antes não eram obrigatórios. Por outro lado, o desafio segue para novos projetistas, arquitetos e construtores, que devem estudar ainda mais para elaborar uma obra, já que a norma dita responsabilidades específicas para cada profissional.

“Atuo há 37 anos como arquiteto e mantenho uma forte parceria com a marca sinônimo de inovação, beleza e qualidade que é a Portobello. A empresa se preocupa em deixar o profissional informado sobre o melhor uso dos revestimentos. Dessa vez, o evento foi importante para nos reciclarmos quanto à importância da norma, que proporcionou melhores confortos aos usuários, principalmente no que diz respeito ao uso de esquadrias e pisos”, ressaltou o arquiteto Roberto Rita, participante da palestra.

Arquitetos assistem à palestra proferida pelo gerente Técnico da Portobello, Luiz Henrique Manetti (Foto: arquivo Portobello)

Arquitetos assistem à palestra proferida pelo gerente Técnico da Portobello, Luiz Henrique Manetti (Foto: arquivo Portobello)

Periodicamente, a Portobello proporciona treinamento gratuito com profissionais da área sobre o assunto. Por ano, cerca de 1500 pessoas são capacitadas em todo país. A empresa oferece, ainda, um Especificador Virtual, com manuais e catálogos de produtos com explicações sobre o tema.

 

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *