Menu
Projetos e Obras
Busca
decoração com cores

Conteúdo Design

Decorando com cores, formatos e texturas

26/06/2019

Excelentes para decorar e trazer um astral alegre aos ambientes, a Portobello apresenta um mundo de cores e divertidas soluções em revestimentos em 2019, oferecendo a oportunidade de transformar e encantar espaços.

Com mil e uma possibilidades de uso, os revestimentos podem funcionar muito bem como “acessórios” decorativos de um projeto de decoração com cores. Você, arquiteta, por exemplo, pode criar soluções de maneira original a partir de diferentes materiais, explorando texturas aparentes e ousando em formatos buscados na natureza, como o hexagonal, inspirado nos doces e favos de mel que dão um toque moderno para qualquer ambiente.

Acredite! Transformar o cenário urbano por meio das cores é uma maneira genial e inusitada de traduzir tendências da arquitetura em projetos reais. Usar dessas possibilidades para dar um toque mais pessoal aos espaços enaltece a faceta artística do arquiteto e deixa tudo mais alegre e divertido. Portanto, confira algumas possibilidades para criar com as cores que a Portobello oferece a você!

8 linhas para você fazer uma decoração com cores

O uso de cores na decoração de um ambiente pode ser feito de muitas maneiras. Um exemplo clássico é optar por objetos decorativos — como almofadas, cortinas e tapetes — que sejam coloridos, contrastando com tons neutros nas paredes e no piso.

Existe, todavia, uma outra maneira de fazer esse mesmo trabalho: aplicar revestimentos coloridos nas paredes da casa. Apesar de ser uma tendência recente, esse tipo de recurso já foi muito usado no passado, mais especificamente nos metrôs europeus, sabia?

Inicialmente, os túneis dos metrôs de Londres e de Paris — os mais antigos do mundo — foram revestidos com azulejos coloridos, que eram a opção decorativa mais interessante e econômica da época.

O requinte do lavabo com Paris Marais

Hoje em dia, os azulejos coloridos ganharam forma decorativa sob o termo subway tiles e causam um efeito parecido com o da decoração industrial, que subverteu a estética fabril de oficinas abandonadas para dentro das casas.

Por isso, os azulejos coloridos são uma maneira interessante de pegar uma estética urbana vintage, remodelá-la e inseri-la na decoração de um espaço despojado, criativo e estimulante. Quer ver algumas opções de revestimentos para seus projetos? Confira a seguir!

1. Paris

A azulejaria retangular foi criada para revestir os túneis do metrô de Londres, mas foi em Paris, nas primeiras décadas do Século XX que, já sob influência da Art Nouveau, ganhou acabamento bisotê.

A linha Paris, da Portobello, reproduz a cerâmica das estações parisienses em uma cartela de cores atual que se propõe a transitar pela coleção de materiais e texturas da decoração de interiores. Composta de tons neutros, levemente aquecidos e tons mais vibrantes também com uma pitada de calor, conectadas com um mood aconchegante e sofisticado.

O leque de opção dentro da linha Paris é enorme, o que faz dela uma das principais linhas para quem quer trabalhar com uma decoração com cores. Existem alternativas mais neutras, como branco ou preto, mas também amarelo, azul, verde, vermelho e até mesmo com a Living Coral, a cor do ano de 2019.

Por isso, um arquiteto ou decorador criativo terá muitas possibilidades para compor espaços usando a linha, desde cenários mais clássicos como a cozinha — só de olhar a Paris Dijon já é possível imaginar um ambiente gourmet para refeições especiais com os amigos —, mas também opções mais ousadas, como uma parede de um quarto de estudos com a Paris Marais.

Um uso interessante da linha é a mistura de cores para formar padrões ou combinações interessantes. Como todos os tons contam com o mesmo nível de saturação, as peças se integram suavemente e criam um resultado muito bonito.

Uma combinação cheia de charme entre o Paris Nemo e Paris Paille

Um exemplo ótimo disso é esta parede montada pela Portobello. Repare como o uso da Paris Blanche (na cor branca) cria uma base perfeita para destacar o impacto das linhas feitas com a Paris Nemo (Coral).

A combinação das duas peças fortaleceu o contraste entre os dois tons e criou uma parede que é esteticamente bonita, com um mood vintage aconchegante. Dá para imaginar essa parede no seu próximo projeto, não dá?

Além das cores chamativas, existe um outro elemento que favorece o uso da linha Paris em projetos de decoração: o seu formato. Feito em 10cm x 20cm, as peças da linha permitem aplicações em vários sentidos.

A instalação mais tradicional é no sentido horizontal, como é vista na maioria das estações de metrô na Europa. Todavia, o exemplo acima da combinação da Blanche com a Nemo foi feita no sentido vertical, e a aplicação ajudou a dar uma impressão de maior verticalidade à parede.

Uma das vantagens do uso do subway tile é justamente a liberdade de paginação para criar efeitos diferentes em cada projeto. Além da aplicação horizontal ou vertical, ainda é possível fazer na diagonal, estilo espinha, escama, alinhado ou dama.

Cada uma dessas paginações é recomendada para um projeto específico, mas é bom contar com um revestimento que permite um leque de atuações tão amplo, não é mesmo? A versatilidade é um ponto positivo nesse caso.

A parede ganhou um colorido especial com o Paris Dijon

2. Chroma

Outra linha que aposta no subway tile para ser criar uma decoração com cores é a Chroma. Em cartela de cores urbana e acabamento levemente brilhante, esse porcelanato, no formato 7cm × 26cm em telas simétricas ou assimétricas de quatro peças, é perfeito para ambientes internos e externos. Imagine uma parede com Chroma? É abrir um leque de interpretações dependendo, por exemplo, do rejunte escolhido.

Uma das diferenças da Chroma para a Paris é que as suas peças são menores na altura (7cm), mas são mais alongadas (26cm). Essa proporção foge um pouco do padrão dos metrôs europeus e acentua ainda mais o efeito da paginação escolhida, então use com cautela.

Além disso, a linha é mais brilhante do que a Paris, além de contar com um leque de cores menores. Portanto, é recomendada para a aplicação em um projeto que peça um pouco mais de sobriedade e elegância.

3. Studio Craft

A linha Studio Craft é composta por tijolinhos esmaltados à mão que trazem de volta a origem da cerâmica. Repare na imagem a seguir como a combinação de cores pode criar um efeito interessante, até mesmo em peças que parecem mais rústicas. Aliás, veja como a variação de tons de peça para peça ajuda a integrar o trabalho com qualidade.

cores-textura-6

4. 3D Lab

Quer dar um charme a mais na decoração com cores nos interiores? Invista nos maxi relevos para as paredes. Com propostas geométricas diferentes, o produto também se inspira no design italiano por meio de formas e cores arrojadas.

5. Liverpool

Mais uma linha que se inspira nos metrôs ingleses, a Liverpool é uma opção de azulejaria com cores novas e originais.

Um ponto importante a notar é que a Liverpool também tem um formato mais fino e alongado que a Paris, o que acentua a importância da paginação. Qualquer efeito de aplicação fica mais forte quando a diferença entre as dimensões da peça é maior, como neste caso.

cores-textura-1

Outra diferença sensível é que os tons das cores da Liverpool são mais saturados do que os da Paris. Isso faz com que a linha crie ambientes mais intensos e contagiantes, em contraste com o mood mais aconchegante e vintage da outra linha.

cores-textura-7

6. Toki+

Com base na ideia de que a cerâmica é a fusão entre o espírito do artesão, a terra, a água e o fogo, Hideko Honma assina a linha motivada em transformar a natureza pela suas mãos.

O que é interessante notar na linha Toki+ é a influência do formato da peça no resultado final da sua aplicação. Veja nas imagens abaixo como um revestimento quadrado cria um efeito mais sólido e intelectualmente estimulante, em relação ao formato retangular que é mexe mais com nosso aspecto emocional.

Além disso, note na segunda imagem a seguir como a aplicação do subway tile colorido não precisa ser na parede inteira. É possível criar efeitos interessantes usando as peças em trechos, desde que essa aplicação seja complementada pelo restante da decoração com cores.

7. Arpege

A variação de seus relevos proporciona criar diferentes ritmos nas superfícies das paredes. Seja na vertical ou na horizontal, o porcelanato em formato 10cm × 20cm com acabamento branco ou cimentício surpreende na decoração de interiores.

8. Azuleja

A linha Azuleja aposta em uma decoração com cores seguindo a ideia das técnicas de patchwork e saindo um pouco do estilo de uso dos subway tiles.

Por causa dos seus tons menos saturados e das cores mais aconchegantes, essa linha contribui para montar ambientes que são acolhedores e confortáveis, o que mostra a versatilidade do uso de cores em um projeto decorativo.

Como deu para ver, existem muitas opções de paginações, revestimentos e ideias para trabalhar em uma decoração com cores, texturas e formatos. Basta deixar a criatividade fluir para alcançar resultados incríveis com esses produtos.

Se você procura por inspiração para trabalhar em uma decoração com cores, que tal seguir o Pinterest do Archtrends? Alguns dos melhores projetos estão selecionados por lá!

7 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *