Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Matérias

Confira as etapas para fazer um cronograma de projeto e execute a obra no prazo

20/03/2019

A previsão nesse tipo de trabalho é fundamental para que o projeto do arquiteto transcorra sem imprevistos e dentro do período combinado. Veja como elaborar um cronograma ideal!

Planejar significa prever! Em arquitetura, existem formas de prever o tempo certo de cada etapa da obra. É importante o profissional saber como fazer cronograma de projeto.

E também pensar em todos os problemas que podem surgir e o que ficaria comprometido em relação aos objetivos traçados.

Esse trabalho é feito [e refeito] desde o momento em que as ideias são colocadas no papel até a finalização dos espaços construídos.

Quer saber como? Acompanhe nosso texto!

Os benefícios de um cronograma de projeto bem-feito

A execução de todas as etapas de uma obra não ocorre exatamente no prazo em que o arquiteto ou o seu cliente gostaria.

Porém, elas devem acontecer dentro de uma margem de tempo pré-estabelecida. Isso porque os atrasos provocam descontroles de gestão e custos extras que, certamente, nenhum dos lados vai querer arcar.

Mas ainda bem que problemas assim podem ser evitados com planejamento!

É impossível começar um trabalho de arquitetura – mesmo que seja apenas a execução de desenhos técnicos – sem um orçamento e cronograma detalhados.

Esses documentos é que vão nortear os processos da obra, os serviços de fornecedores, a compra de materiais e mais.

Ou seja, determinarão todas as próximas ações tanto dos contratantes quanto dos contratados para a execução do empreendimento.

Conhecendo as etapas de um projeto de arquitetura

Antes da pessoa encarregada da gestão da obra entender como fazer cronograma de projeto, ela precisa compreender quais são as etapas de um projeto de arquitetura.

Fases do projeto de arquitetura:

  1. Programa de necessidades;
  2. Levantamento de dados;
  3. Estudo de viabilidade;
  4. Estudo preliminar;
  5. Anteprojeto.

A primeira fase é o que os profissionais da área chamam de programa de necessidades. Trata-se da união de informações colhidas em conversa com o cliente e visita ao local.

Nessa etapa, são estabelecidas diretrizes gerais do serviço, estabelecendo um orçamento e cronograma prévios para a execução do serviço.

Se o cliente quiser fechar contrato, chega à vez de o arquiteto fazer o levantamento de dados. Depois, fazer um estudo de viabilidade e apresentar uma primeira sugestão de projeto –  que é chamado de estudo preliminar.

Escada com degraus em madeira ao lado de parede revestida com porcelanato Brasilia Concreto – Rosana Pilo Arquitetura

Depois que o cliente aprovou as ideias do arquiteto, faz-se um aprofundamento de estudo – o anteprojeto – definindo os aspectos mais técnicos da obra. Isso inclui pensar nos projetos complementares – estrutural, elétrico, hidráulico e mais – e como tudo isso se interliga. Uma parte do material é encaminhada à prefeitura do município e outra, mais executiva, vai para o canteiro. E, enfim, é o momento de o profissional acompanhar a execução.

Projeto de área externa e piscina usando porcelanato com textura em madeira – Eduardo Maniassi

Como fazer um cronograma de projeto

Aquele encarregado de detalhar – em documentos – os sistemas de trabalho e os prazos médios da empresa de arquitetura precisa compreender bem todas as etapas do projeto.

Só assim ele poderá saber como fazer um cronograma de projeto correto, com todos os cálculos coerentes e compatíveis com os recursos, equipamentos e mão de obra. E, é claro, sem se esquecer das condicionantes variáveis, como a economia e o clima na região.

Sobre como fazer um cronograma de projeto, a primeira providência é listar, em ordem, todas as atividades que serão realizadas – do desenho à execução da obra.

Elas devem ser agrupadas sob algum critério de acordo com a sistemática do escritório responsável. E, se possível, separadas por áreas comuns – como pavimentos ou instalações – o que favorece o detalhamento da planilha e seu gerenciamento.

Muitos imprevistos podem interferir no cronograma de projeto e execução da obra. Por exemplo, o arquiteto ficar doente ou o trabalho no canteiro atrasar por conta de condições climáticas. Ainda pode haver uma quebra de contrato com os fornecedores, licenças e documentações não serem expedidas, e mais. São por essas e outras razões que o cronograma precisa apresentar uma estimativa de “margem de erro” e ser constantemente revisado.

Como apresentar o cronograma de projeto para os stakeholders

Stakeholders são todos os envolvidos diretamente com o cronograma. Entre as personagens está o cliente. É importante que o arquiteto saiba como apresentar para ele todas as suas previsões.

Num primeiro momento, as informações não devem, necessariamente, satisfazê-lo. Mas, em contrapartida, serem realistas e potencializar a oportunidade de fechar o negócio.

Banheiro com aplicação de revestimentos de padronagem diversificada – Georgia Barbosa

Toda a documentação precisa ser completa e bem detalhada. É interessante usar uma escala de cores, negritos, setas e outras marcações para destacar certas atividades do calendário.

As alterações têm de ficar bastante claras para que projetistas, empreiteiros e clientes possam estar cientes e acompanhar os tempos e movimentações da obra.

Banheiro de suíte de solteiro e área de serviço revestidos com porcelanato City Fendi – Reinaldo Almeida Lopes

Concluir seu projeto de arquitetura dentro do prazo combinado é indispensável! Não se pode cometer essa falha com o cliente. Isso afetaria a relação de confiança entre as partes.

Por isso, estude como fazer um cronograma de projeto. Ou melhor, descubra como fazer um cronograma de projeto correto do seu jeito – que deixe seu trabalho mais profissional, ágil, eficiente e transparente.

Use o documento para lembrar todos os seus parceiros das datas de entrega daquilo que foi combinado. Acompanhe, monitore e cobre as ações dos seus stakeholders sempre que necessário.

Dessa forma, sua obra vai terminar no prazo combinado e seu cliente ficará muito satisfeito!

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *