Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Design

Designer do ano: conheça Cecilie Manz e seu estilo minimalista

04/02/2018

Minimalismo, conforto e inspiração na vida cotidiana são algumas características que orientam o design escandinavo produzido por ela. Fique conosco para entender como é o processo criativo da profissional que vem explorando novas possibilidades!

Especialistas de diversas áreas, especialmente Design e Arquitetura, são fundamentais na criação de espaços construídos. Processo criativo, talento e habilidades aprimoradas com muito estudo e dedicação compõem o conjunto de aspectos necessários para o desenvolvimento de uma boa obra.

Hoje vamos falar sobre o trabalho de uma designer que contribui para esse imenso universo de possibilidades. Cecilie Manz é dinamarquesa e tem como foco a produção de itens comumente utilizados em casas, espaços comerciais e ambientes corporativos.

Na lista de peças estão acessórios, mobiliário e recursos para iluminação. Quer saber mais sobre a profissional, suas inspirações e principais conquistas? Acompanhe a leitura conosco!

A designer Cecilie Manz (Foto: Casper Sejersen)

Biografia e início da carreira

Cecilie Manz nasceu em Odsherred, Dinamarca, em 1972. Filha de dois ceramistas, teve contato com o design desde a infância, período vivido, em boa parte, dentro da oficina dos pais. Em 1992, se formou na Academia Real de Belas Artes da Dinamarca, quando passou a se dedicar a móveis e objetos do cotidiano.

Sobre a influência da rotina com os pais, ela diz:

Minha paixão por objetos começou cedo, influenciada por essa convivência. Sempre gostei de vê-los trabalhar. Aprendi muito ficando no estúdio. Meu grande ato de rebelião foi estudar mobiliário, e não cerâmica. Mas tudo faz parte do mesmo círculo. Até hoje minha mãe e eu continuamos discutindo design. É muito bacana!

Aos poucos, seu interesse pelo design funcional e conceitual foi aumentando. Isso a levou a fazer um intercâmbio na Universidade de Arte e Design de Helsinque (UIAH), na Finlândia. Estudar na instituição foi fundamental para que passasse a ter mais consciência sobre as características do design escandinavo.

Trajetória profissional

Em 1998, um ano depois de se formar na Universidade de Arte e Design de Helsinque, Cecilie Manz conseguiu fundar sua própria empresa. O estúdio se localiza em Copenhague e é conduzido pela profissional com sua pequena equipe. Boa parte dos produtos se baseia no que é essencial — uma marca da arquitetura e decoração nórdica.

Pendente da série Caravaggio feita por Cecilie Manz (Foto: Fritz Hansen)

Atualmente, a profissional trabalha com fabricantes renomados no mercado e tem o reconhecimento necessário para exibir seus produtos em todo o mundo. Muitas de suas criações são encontradas entre as coleções permanentes de instituições como o Museum of Modern Art (MoMA, Nova York) e o Designmuseum Danmark, localizado em Copenhague.

Como resultado de seu esforço, já recebeu vários prêmios e honrarias importantes: Finn Juhl Architectural e Furniture (2007), Kunstpreis Berlin (2008), Bruno Mathsson (2009) e Crown Prince Couples Cultural (2014). Entre as conquistas mais recentes está a escolha como designer do ano na feira Maison et Objet 2018.

Inspirações e processo criativo

A vida cotidiana, a família e o trabalho pesado são as principais inspirações de Cecilie Manz. Segundo ela, isso é suficiente para obter boas soluções em seus projetos. A pintura e arquitetura também são artes que a designer costuma utilizar como referência em alguns produtos, mesmo que indiretamente.

Duravit LUV sketch Foto: Cecilie Manz Studio)

O processo criativo de Cecilie é um tanto simples. Envolve pensar, fazer rascunhos no papel, criar modelos e recomeçar cada fase. Todas as etapas são cumpridas várias vezes, a fim de aprimorar o resultado e obter refinamento. Para a designer, o computador é uma ferramenta da qual não tem domínio.

Duravit Luv (Foto: Duravit)

O papel em branco, por outro lado, é enfrentado com facilidade. Cecilie afirma que basta a representação de um ponto ou linha sobre a folha que a criatividade começa. Essa simplicidade no momento de criar representa muito o estilo hygge, que orienta seus trabalhos.

Veja abaixo as principais características presentes nas obras da designer:

Minimalismo

A população dos países nórdicos tende à austeridade e isso se reflete no design dinamarquês clássico. Assim, é comum ver profissionais das artes seguindo a corrente do minimalismo, que valoriza o simples, o básico, o essencial.

Cecilie Manz utiliza linhas puras e abre mão do rebuscamento para criar peças funcionais. Tal característica é visível em diferentes produtos, desde móveis até luminárias e pequenos objetos, como uma colher.

Separat é um divisor de cômodos em madeira Foto: Cecilie Manz Studio)

Materiais naturais

O respeito por diferentes matérias-primas é outro ponto forte no trabalho de Cecilie Manz. Afinal, é comum ver muita madeira, pedra, cerâmica e outros recursos naturais na decoração escandinava.

Independentemente do material escolhido para o desenvolvimento de um produto, é importante que ele apareça de forma clara, ou seja, sem aparentar outro recurso que disfarce suas características originais.

Cores neutras

Tons pastel e cores sóbrias estão presentes em grande parte dos projetos com estilo nórdico. Marrom, preto, branco e cinza costumam compor as principais cartelas porque são neutros e contribuem para a percepção de simplicidade.

Espécie de moodboard testa cores Foto: Cecilie Manz Studio)

Cecilie Manz considera as cores tão importantes que até define uma paleta específica antes de iniciar um trabalho. Segundo ela, isso permite dar identidade às novas peças.

Conforto

Um ambiente minimalista não precisa ser monótono e sem personalidade. Apesar de ter foco no essencial, o design escandinavo consegue agregar conforto aos espaços a partir de texturas e tonalidades.

Calor e aconchego são importantes em regiões frias, ainda mais para pessoas que enfrentam o inverno Europeu. Por isso, se tem algo que Cecilie Manz prioriza em seus projetos é o conforto tátil e visual.

Referencias da designer Foto: Cecilie Manz Studio)

Coleções de destaque

Quando começa um novo trabalho, Cecilie tem como principais objetivos inovar e obter uma estética diferenciada. Ainda assim, toda peça precisa ter uma finalidade. Desenvolver objetos que são simplesmente decorativos não faz sentido para a designer, que costuma levar os produtos para testar em casa e descobrir se realmente serão úteis.

Esse cuidado é dedicado a qualquer tipo de peça: cadeiras, pufes, caixas de som, cubas, bolsas e até utensílios de cozinha. No site do estúdio é possível conferir todas as coleções com descrições detalhadas dos modelos. Veja abaixo algumas das criações com maior destaque:

À esquerda, alto-falante bluetooth em alumínio e polímero. À direita, cadeira Moku da série de móveis em faia japonesa maciça Foto: Cecilie Manz Studio)

Entre os lançamentos mais recentes da designer está a Coleção LUV para a Duravit. O conjunto traz peças para banheiro e marca o primeiro trabalho de Cecilie com materiais cerâmicos. Foi uma oportunidade para que focasse em novas ideias e modelos de produtos.

São muitas propostas interessantes, concorda? Assim como outros profissionais renomados, Cecilie Manz tem muito a contribuir para o cenário atual do design. Mais que trabalhos para contemplar, sua trajetória resultou em criações que podem inspirar projetos variados em diferentes áreas.

Gostou do artigo e quer receber conteúdos relacionados? Assine nossa newsletter e garanta acesso rápido às próximas publicações!

4 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *