Menu
Projetos e Obras
Busca
CASACOR SP 2020 - Simplicidade, ambiente de Brunete Fraccaroli na Pracinha do Morumbi. Foto Roger Dipoldi _ Portobello

Simplicidade, ambiente de Brunete Fraccaroli na Pracinha do Morumbi (Foto: Roger Dipoldi/Portobello)

Portobello Eventos

Janelas do novo morar

02/12/2020

A mostra de decoração Janelas CASACOR tomou conta de São Paulo, democratizando a decoração e se adaptando à pandemia.

Era um lindo domingo de sol em São Paulo. Caminhando pela Pracinha do Morumbi, me surpreendi com dois containers, que atraiam olhares curiosos de vários outros visitantes. Me aproximei e vi pela vitrine de vidro lindos ambientes residenciais. Naquela mesma semana, passando de carro pela Praça Panamericana, nova surpresa: mais um container decorado. Era o projeto Janelas CASACOR tomando conta da cidade.

CASACOR São Paulo - Simplicidade, ambiente de Brunete Fraccaroli na Pracinha do Morumbi (Foto: Roger Dipoldi / Portobello)
Simplicidade, ambiente de Brunete Fraccaroli na Pracinha do Morumbi (Foto: Roger Dipoldi / Portobello)

A CASACOR São Paulo é a maior mostra de decoração das Américas. Normalmente, ocupa por dois meses os 15 mil m2 do Jockey Club, atraindo cerca de 100 mil visitantes. Costumam ser cerca de 80 ambientes, de diferentes tamanhos, propostas e estilos, assinados por grandes nomes da arquitetura, design de interiores e paisagismo. Não é exagero afirmar que a CASACOR São Paulo é o principal evento do mercado de decoração brasileiro, indicando tendências e impulsionando carreiras.

Desde 1987, a CASACOR ocorria ininterruptamente. Porém, em um ano como 2020, até um evento tão consolidado foi afetado. Com a pandemia, ficou impossível reunir multidões de visitantes para a mostra. A reinvenção veio através do interessante projeto Janelas CASACOR, descentralizado do Jockey e totalmente adaptado ao “novo normal”.

Sala de Banho do Ceramista, de Marcelo Diniz e Mateus Finzetto, em frente ao Shopping D&D (Foto: Roger Dipoldi / Portobello)

Dezenove containers com vitrines de vidro foram espalhados por São Paulo, sempre ao ar livre. Cada um recebe ambiente assinado por grandes arquitetos, designers de interiores e paisagistas, que já faziam parte do elenco da CASACOR. O exercício criativo ganhou as ruas em uma exposição descentralizada, inclusiva, gratuita e segura. As vitrines são vedadas e podem ser vistas por quem passa diante delas, sem necessidade de contato físico.

CASACOR SP 2020 - Em Simplicidade, Brunete apostou exclusivamente no branco. Piso Bianco Covelano, da Portobello (Foto: Roger Dipoldi  / Portobello)
Em Simplicidade, Brunete apostou exclusivamente no branco. Piso Bianco Covelano, da Portobello (Foto: Roger Dipoldi / Portobello)

O briefing para os profissionais de arquitetura foi apontar tendências do novo morar, refletindo sobre o formato da casa pós-pandemia. “Acredito que esta pandemia é um grande alerta para o fim de uma era de excessos em todos os sentidos e, por mais dura que seja, nos faz refletir sobre a necessidade de uma vida mais simples, mais sustentável e verdadeira”, declarou Livia Pedreira, diretora superintendente da CASACOR.

Manequins protegidos por acrílico no novo normal interpretado por Brunete Fraccaroli (Foto: Roger Dipoldi  /  Portobello)
Manequins protegidos por acrílico no novo normal interpretado por Brunete Fraccaroli (Foto: Roger Dipoldi / Portobello)

A arquiteta Brunete Fraccaroli, por exemplo, criou o ambiente Simplicidade para a Praça Vinícius de Moraes, mais popularmente conhecida como Pracinha do Morumbi. O living com cozinha integrada é totalmente branco, incluindo o piso Bianco Covelano, da Portobello. “Precisamos voltar à simplicidade”, explica Brunete. Em volta da ilha, a arquiteta posicionou duas manequins, simulando um encontro social. Porém, entre as figuras humanas há distanciamento e proteção acrílica. Talvez venha a ser a maneira de receber amigos em casa no “novo normal”. 

O torno transforma o banheiro em ateliê de cerâmica, na proposta de Marcelo Diniz e Mateus Finzetto (Foto: Roger Dipoldi / Portobello)

Outro ambiente que conta com a participação da Portobello é a Sala de Banho do Ceramista, de Marcelo Diniz e Mateus Finzetto, posicionada em frente ao Shopping D&D. Os arquitetos uniram em um único container as funções de banheiro e ateliê de cerâmica. “Lá estão o torno e uma estante onde as peças secam. É um espaço que dá até para receber”, explica Marcelo.

Ms. Barcelona Cristal no piso e no banco e Calacatta Puro Chain nas paredes (Foto: Roger Dipoldi / Portobello)

A ideia surgiu a partir da premissa de que, durante o isolamento social provocado pela pandemia, alguém encontrou na cerâmica o refúgio para externar suas emoções. E adaptou um local inusitado da casa para a nova atividade. As cerâmicas que decoram o ambiente são de Rosa Pinczowski. No piso e revestindo um banco, foi utilizado o Ms. Barcelona Cristal, da Portobello. E Lastras Calacatta Puro Chain revestem as paredes, em contraste com pintura turquesa e louças, metais e mobiliário pretos.

Contraste entre Calacatta Puro Chain e pintura turquesa. Na estante, secam as cerâmicas (Foto: Roger Dipoldi / Portobello)

Além do Shopping D&D, outros endereços tradicionais da decoração em São Paulo receberam seus containers de Janelas CASACOR. São dois ambientes na Alameda Gabriel Monteiro da Silva: Cozinha Canvas, por Murilo Lomas e Office Terra Brasil, por Léo Shehtman. O Shopping Lar Center também tem o seu Espaço Sagrado, por Claudia Alionis.

Vale destacar ainda os containers totalmente fora do roteiro usual. A Estação Cidade Universitária da CPTM recebeu Camadas de Vida, por Kiko Sobrino. O Sacolão da Freguesia do Ó conta com a Cozinha Comunitária Alimentação Saudável, por Fau+D Acolhe, com coordenação de Rodrigo Mindlin Loeb. O bairro do Tatuapé também tem seu container Janelas CASACOR, com Tempero da Vida, por Érica Salguero, em frente ao Shopping Anália Franco.

Ao distribuir suas Janelas pelas quatro zonas de São Paulo, incluindo bairros distantes do centro, a CASACOR atinge um público potencialmente ainda maior e certamente mais diverso. É sempre uma alegre surpresa encontrar um fragmento da mostra de decoração pelo caminho na cidade. Se 2020 foi um ano de muitas perdas, o Janelas CASACOR foi um ótimo ganho para a cidade. Fica a torcida para que o projeto continue, mesmo quando a mostra tradicional retomar o Jockey.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *