Menu
Projetos e Obras
Busca

Lastras transmitem um ar de unidade e deixam o espaço aconchegante (Projeto: Portobello S.A.)

Conteúdo Matérias

Casa sustentável: saiba o que é e como construir

04/01/2021

Além de ser ótimo para o meio ambiente, investir em uma casa sustentável é também garantir ambientes funcionais e estilosos.

Investir em uma casa sustentável é uma maneira consciente de gerar o mínimo de impacto ao meio ambiente. Por isso, o uso de materiais e produtos que respeitem a natureza e os recursos naturais é fundamental e cada vez mais necessário.

O que é uma casa sustentável?

Desenvolver um projeto de casa sustentável, com respeito ao meio ambiente, é possível devido ao uso de tecnologias verdes e produtos obtidos por processos ecologicamente corretos. Mas, primeiramente, é preciso compreender o conceito de sustentabilidade e casa sustentável.

Os projetos de casas sustentáveis são possíveis graças a tecnologias e produtos inovadores (Projeto: Studium Saut Arte & Interiores, JJDesign Arquitetura e o Studio Ana Holzer Projetos e Planejamento Paisagístico)

A arquitetura sustentável gera o mínimo de impacto possível, empregando materiais que possibilitam a preservação do meio ambiente. Como o objetivo é encontrar produtos resistentes, que não são descartáveis, esse tipo de construção utiliza materiais com boa durabilidade e resistência.

Também conhecidas como “casas ecológicas”, elas pedem o melhor aproveitamento de materiais. Um exemplo é o emprego de materiais recicláveis e reutilizáveis, como a madeira de reflorestamento.

Este projeto deve ainda ser sustentável desde a construção até a utilização. Por isso, a eficiência energética também é importante, assim como a economia de água e a diminuição de resíduos.

A casa sustentável pode reutilizar materiais como containers, além de valorizar a iluminação natural, com janelas amplas (Projeto: Studium Saut Arte & Interiores, JJDesign Arquitetura e o Studio Ana Holzer Projetos e Planejamento Paisagístico)

Como fazer uma construção sustentável

Uma construção sustentável envolve diversos fatores. Um deles é o conforto térmico e acústico, que se torna possível devido à utilização de materiais específicos, como madeiras de reflorestamento.

As casas sustentáveis costumam oferecer também uma qualidade de ar superior às demais construções. Isso porque são feitas em materiais que não liberam odores desagradáveis e geram menos resíduos, tanto no momento da fabricação do material, quanto na hora da construção dos ambientes.

Para garantir uma construção sustentável, também conhecida como construção seca, é preciso ainda fazer a gestão de resíduos e de água. Na criação e na utilização destes tipos de casas, é comum haver economia de água e menor produção de resíduos, o que é importante também para a preservação do meio ambiente.

Por fim, os materiais devem ser usados racionalmente, para que não haja desperdício.

Pisos e Revestimentos

Na construção sustentável, a escolha dos pisos e revestimentos também é peça-chave. Dentre os materiais disponíveis neste caso, estão as lastras, grandes placas de porcelanato, que podem ser utilizadas para revestir pisos ou paredes inteiras.

As lastras são peças gigantes de porcelanato, que otimizam o revestimento de paredes e pisos (Projeto: Portobello S.A.)

Em diferentes ambientes da casa, as lastras transmitem um ar de unidade e deixam o espaço mais aconchegante, já que proporcionam conforto térmico e acústico.

Além disso, o processo de produção das lastras inclui argila e rochas e utiliza queima a mais de 1200 graus, o que possibilita resistência e evita desgastes. Ao contrário do mármore, esse material tem extração sustentável, com mais de 99% da matéria-prima sendo reutilizada no processo de produção – ou seja, permite boa gestão de resíduos e água, além do uso racional do material.

Outros benefícios da lastra é que utiliza poucas linhas de rejunte, por isso é facilmente limpa, e que reproduz diferentes materiais, como madeira, cimento concreto, pedra e metal, deixando o ambiente ainda mais bonito.

As lastras são capazes de reproduzir diferentes materiais, como porcelanato ou mesmo pedras naturais (Projeto: Portobello S.A.)

Qual o valor de uma casa sustentável?

Embora pareça um grande investimento, ter uma casa sustentável permite ganhos a médio e longo prazo, seja pelo uso de aquecimento solar ou pela valorização da iluminação natural, com materiais como as telhas translúcidas, por exemplo, ou ainda pela reutilização de resíduos, garantindo que os impactos ambientais sejam também minimizados.

As telhas translúcidas valorizam a iluminação natural e garantem economia de energia elétrica (Projeto: Mariana Pesca)

Ao utilizar tecnologias sustentáveis que permitem a eficiência energética e o uso consciente da água, é possível desfrutar de economia nas contas de água e energia elétrica – um exemplo é o das duchas econômicas que reduzem o consumo de água em 70% em comparação com as duchas comuns.

Em outros casos, a economia pode não estar na escolha de determinado material, mas sim na resistência e na qualidade do produto, que não precisa ser substituído tão cedo.

Gostou do conteúdo? Não deixe de conferir outras dicas de como deixar sua casa mais sustentável e aconchegante.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *