Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Correspondentes Internacionais

A Casa de vidro da Chanel

27/10/2017

Investir em lojas-conceito é uma grande estratégia para os projetistas. Conheça a concepção da arquitetura de uma das lojas de moda mais famosas do mundo, a flagship store da Chanel em Amsterdã, exemplo de inovação com tradição.

Apelidada de “casa de vidro”, a flagship store da Chanel em Amsterdã é um exemplo de inovação com tradição. Foi projetada pelo famoso escritório holandês MVRDV e desenvolvida pela Universidade de Tecnologia de Delft e a empresa de engenharia ABT.

Mas, antes de começar a explicar melhor esse extraordinário projeto, vamos falar um pouco sobre o que significa “flagship store”. Você conhece o termo?

O que é flagship store?

Uma marca pode ter vários tipos de lojas físicas na área varejista: pop-up store, flagship store, corners, shop in shop, quiosques etc. Flagship é o mais alto padrão de loja da marca.

Não é só um ponto de venda, mas sim parte de um marketing estratégico. Expõe a essência e os valores da marca e dos produtos e/ou serviços que ela oferece. É o maior investimento em termos de varejo para o desenvolvimento de uma loja física e pode até mesmo abrigar a área administrativa e criativa também.

Uma marca pode ter várias flagship stores. A Chanel, por exemplo, tem não só em Paris, sua sede principal e onde tudo começou na Rue Cambon, mas também em Tóquio, Pequim, Londres, Beverly Hills e etc. E sua mais recente flagship store foi construída no centro de Amsterdã.

Casa de Vidro Chanel

Fachada externa da Flagship store da Chanel em Amsterdã – Foto: mvrdv.nl / deseen.com

À primeira vista, vocês podem pensar que é uma loja completamente fora dos padrões Chanel. Geralmente, sua identidade visual é composta por branco e preto, linhas retas, traços contemporâneos e muita iluminação.

Mas o projeto de Amsterdã mantém, sim, o conceito do retail design da marca. É totalmente inovador em termos de estética e materiais, pois conserva a tradição do seu entorno e não deixa a elegância de lado, valor-chave da marca Chanel.

Vamos aos detalhes do projeto?

Casa de Vidro Chanel

Detalhe da entrada de vidro da flagship store da Chanel em Amsterdã -Foto: mvrdv.nl / deseen.com

Seu espaço de venda tem 620 metros quadrados somente no térreo do edifício e expõe toda a linha ready-to-wear, sapatos, acessórios e relógios.

Já os outros andares são residenciais (nada mal morar ali em cima, não?).

Casa de Vidro Chanel - arquitetura

Planta da flagship store da Chanel em Amsterdã – Foto: mvrdv.nl / deseen.com

 

Casa de Vidro Chanel - arquitetura

Desenho da frente da flagship store da Chanel em Amsterdã – Foto: mvrdv.nl / deseen.com

Seu principal diferencial é uma fachada de vidro transparente que se origina da famosa arquitetura holandesa feita com tijolos, como se dissolvesse até o chão.

Casa de Vidro Chanel - arquitetura

Detalhe da fachada da flagship store da Chanel em Amsterdã – Foto: mvrdv.nl / deseen.com

Concede um visual merchandising incrível para a loja, pois, pelo lado de fora, as pessoas na rua já conseguem observar os produtos que estão lá dentro. Tudo isso sem deixar de ter uma fachada atrativa com textura, dinamismo e identidade!

Casa de Vidro Chanel - arquitetura

Detalhe da construção: flagship store da Chanel em Amsterdã – Foto: mvrdv.nl / deseen.com

Seu desenvolvimento se deu a partir de muita pesquisa técnica de inovação em arquitetura. Mas, principalmente, o maior desafio foi encontrar um material para unir os blocos de vidro que também ficasse transparente, mantendo sua capacidade estrutural.

Casa de Vidro Chanel - arquitetura

Blocos de vidro da flagship store da Chanel em Amsterdã – Foto: mvrdv.nl / deseen.com

 

Sem contar que o edifício é totalmente sustentável, usando energias renováveis para funcionar. Por exemplo, há uma bomba de calor geotérmica localizada a 170 metros do solo, proporcionando calefação durante o inverno e refrigeração durante o verão, além de água quente o ano todo, com máximos níveis de eficiência e conforto.

Confira no vídeo abaixo como foi o processo de construção da fachada e dessa arquitetura incrível!

 

Investir em lojas-conceito é uma estratégia que vem sendo muito eficaz para as grandes marcas. Com esse exemplo, podemos perceber que, mais do que um ponto de venda, a flagship store da Chanel faz parte de um marketing eficiente. Por ser tão excepcional, o projeto vem se destacando, ganhando prêmios e sendo comentado em sites, blogs e compartilhado em mídias sociais, propagando a imagem da marca de uma forma positiva.

 

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *