Menu
Projetos e Obras
Busca
bancadas de porcelanato

Portobello Coleção

As bancadas de porcelanato

04/10/2019

Com inspiração nas versáteis cozinhas americanas, as bancadas de porcelanato estão presentes em uma grande parcela de projetos residenciais e comerciais. Integrando espaços e considerando a tendência de que a cozinha é o coração da casa, a bancada cumpre um papel de destaque na decoração, sem deixar o conforto e a mobilidade de lado.

Hoje, as queridinhas da vez são as bancadas de porcelanato! Por isso, selecionamos inúmeras sugestões para você decorar a cozinha, os banheiros e até a área de serviço com esse elemento superfuncional.

Provenientes das versáteis cozinhas americanas, que fazem parte de uma grande parcela dos novos projetos de casas e apartamentos, as bancadas de porcelanato são uma ótima aposta para integrar os ambientes.

E o estilo não importa! Rústicosofisticadominimalista ou vintage, o que vale aqui é a criatividade, o bom gosto e a praticidade de poder ter tudo à mão, sempre. Para isso, nada melhor do que contar com superfícies feitas com produtos de excelente qualidade. Acompanhe as nossas dicas e selecione as melhores ideias para aplicar em casa!

Locais de uso das bancadas de porcelanato

bancadas de porcelanato

Bancada da coleção Duo da Officina Portobello. Composição de cuba e nicho esculpido sobre pés em metal expressando referências da arquitetura modernista

Na cozinha, o uso de banquetas deixa as bancadas de porcelanato ainda mais convidativas, possibilitando que as pessoas sentem-se ao seu redor para conversar enquanto a comida é preparada. Também é possível embutir móveis nas bancadas, assim como nichos e eletrodomésticos para aproveitar ainda mais os espaços do local.

No banheiro, as bancadas de porcelanato podem ser as protagonistas que ditam o estilo do ambiente. Por ser um material resistente, com baixo nível de absorção de água, o porcelanato casa perfeitamente com a umidade do recinto e seu assentamento pode ser feito sobre alvenaria ou sobre uma estrutura metálica de sustentação.

Na área de serviço o uso de uma bela bancada não só adiciona valor estético ao espaço, como também facilita a rotina de quem cuida da casa. Afinal de contas, sobre a superfície lisa feita de porcelanato, é possível dispor roupas e outras peças de tecido já lavadas, a fim de dobrá-las e organizá-las em pilhas.

Vantagens dessa solução para os projetos

bancadas de porcelanato

Bancada externa da coleção Disegno da Officina Portobello. A arte da porcelanateria em escala de objetos, com detalhes e acabamento de alta costura

Optar pelo porcelanato como acabamento das bancadas proporciona inúmeras vantagens. A mais perceptível é a beleza do conjunto, já que estamos falando de um produto elegante e disponível em diversas cores, estampas e texturas. Outros pontos a favor do material estão listados abaixo.

Durabilidade

A fabricação do porcelanato ocorre a partir de um processo elaborado que elimina a presença de qualquer matéria orgânica e o deixa com maior resistência mecânica. Isso aumenta a vida útil do revestimento e, consequentemente, contribui para a conservação das bancadas.

Baixa absorção de água

A alta resistência à umidade é outra característica importante do porcelanato. Isso ocorre devido à baixa absorção de água (menor ou igual a 0,1%), que faz do material uma excelente opção tanto para áreas secas quanto para áreas molhadas. Quando aplicado sobre bancadas, o revestimento evita o surgimento de manchas.

Facilidade de limpeza

O porcelanato se destaca como um revestimento muito fácil de limpar, especialmente as versões com acabamento polido ou natural. Considerando que muitas bancadas são produzidas a partir de uma placa única, sem as divisões das juntas, o processo de higienização se torna ainda mais prático. Dessa forma, não haverá preocupações com o acúmulo de poeira e outras impurezas em áreas de rejunte.

Cuidados necessários com o material

bancadas de porcelanato

Bancada da coleção Basi da Officina Portobello, um objeto básico concebido para ser simples e sofisticado

Todo mundo quer bancadas de porcelanato duráveis, que permaneçam bonitas e funcionais por longos anos. Para isso, é essencial ter cuidado com o processo de limpeza desde o momento da aplicação do revestimento.

Os primeiros cuidados devem ocorrer sete dias após o assentamento das placas. Se houver emendas, por exemplo, o ideal é aplicar saponáceo cremoso diluído nos rejuntes e deixar agir por alguns minutos. Com o auxílio de uma esponja macia embebida em água, basta esfregar a região até remover os excessos.

A limpeza diária do material é bastante simples. Basta remover a poeira que se acumula sobre as placas e, com uma solução de sabão ou detergente neutro diluído em cinco litros de água, higienizar toda a superfície. Isso pode ser feito com um pano normal ou com uma flanela.

Quando todas as partículas de sujeira e resquícios de produtos forem embora, você pode finalizar o processo com um enxágue comum. Para deixar a bancada mais bonita e evitar o surgimento de manchas, seque-a por completo toda vez que fizer a higienização.

Atenção: algumas substâncias químicas corroem a estrutura do porcelanato e podem danificá-lo para sempre. Por isso, não aplique ceras, impermeabilizantes e ácidos (como o fluorídrico e o muriático) sobre o material. Também evite utilizar instrumentos agressivos, como escovas duras e palhas de aço, pois riscam o acabamento.

Tendências e opções de modelos

bancadas de porcelanato

Bancada da coleção Cuts da Officina Portobello. Listras em mármore, reproduzidos em porcelanato, para exercitar a criatividade

Há uma infinidade de opções de produtos para você compor suas bancadas de porcelanato. Os revestimentos aparecem na forma de placas grandes e pequenas, com contornos simétricos ou orgânicos, além de diversas cores, estampas e relevos.

As versões que simulam a aparência de mármores, madeiras e pedras fazem sucesso, mas é possível encontrar outras novidades para inovar na decoração da sua cozinha, banheiro ou área de serviço. Tem até peças que reproduzem o efeito incrível das pastilhas, dos azulejos e dos ladrilhos hidráulicos. Quer mais tendências? Então, confira algumas sugestões de modelos para investir.

Grandes formatos

Excelente opção para quem não quer visualizar juntas nas bancadas, os porcelanatos de grandes formatos são aqueles que apresentam dimensões maiores que as peças comuns. É possível trabalhar, por exemplo, com placas de 300cm x 100cm para compor uma peça única.

O resultado é uma superfície contínua e uniforme, ou seja, sem emendas e quebras. O efeito traz sofisticação e contribui para um visual homogêneo. Isso sem falar na facilidade de limpeza devido à ausência de juntas, um benefício já listado.

Acabamento retificado

Uma opção para projetos de bancadas que necessitam de juntas é o porcelanato retificado. Ao contrário das peças tradicionais e com bordas arredondadas, seus cantos são desgastados por lixas de vários tamanhos. Isso confere ao produto um acabamento reto que reduz a distância de encontro entre as placas.

A aplicação desse tipo de porcelanato deixa as divisões das bancadas quase imperceptíveis. Por permitir que as peças sejam assentadas bem próximas, o material também contribui para a economia de rejunte.

Modelo extrafino

Outra opção para compor bancadas é o porcelanato extrafino, que, como o próprio nome indica, tem espessura reduzida em comparação com outros modelos. A média fica entre 3mm e 6mm, o que garante placas mais leves e fáceis de cortar e de assentar.

Inclusive, as versões extrafinas podem ser aplicadas em superfícies curvas, trazendo muitas possibilidades para que deseja um projeto ousado. Outro ponto a favor do modelo é que, dependendo da paginação adotada, permite a execução de uma obra com menos desperdício e resíduos.

Cortes diferenciados

Já pensou em conceber bancadas a partir de soluções da arte da porcelanateria? Essa é a proposta da Officina Portobello, que realiza cortes especiais sobre o material para produzir peças únicas: prateleiras, cubas, nichos, objetos ornamentais e outros elementos.

A marca une a maestria artesanal com a tecnologia de ponta para desenvolver itens cheios de conceito. Vale a pena explorar as possibilidades de produtos para transformar sua casa com design de qualidade, incluindo desde peças decorativas até partes do mobiliário.

6 dicas para decorar com bancadas de porcelanato

bancadas de porcelanato

Bancada da coleção Huge da Officina Portobello. Proporções generosas em um volume onde um elemento abraça o outro e gera uma composição inusitada e elegante

O estilo e a sofisticação são essenciais na hora de decorar os ambientes com as bancadas, mas o conforto e a mobilidade não devem ser deixados de lado. A boa notícia é que temos dicas que podem ajudar você a compor um projeto que atenda a todos esses requisitos. Acompanhe!

Na bancada de cozinha, prefira as banquetas

Uma bancada de cozinha tem entre 85cm e 93cm de altura, sendo 90cm a altura padrão ideal, ou seja, é alta para cadeiras comuns, com 73cm a 80cm de altura. Por isso, as banquetas com altura regulável são apostas certeiras. Para saber o número exato de banquetas, calcule 60cm de largura para cada peça.

Não se esqueça do conforto

Quando o balcão serve de mesa de jantar, aposte em banquetas mais confortáveis (com encosto alto e acolchoadas), já que as pessoas vão permanecer mais tempo sentadas. Dê preferência para aquelas feitas de materiais de fácil limpeza, como madeira, plástico reforçado, acrílico ou até mesmo tecidos impermeáveis.

Preste atenção às dimensões

Se a profundidade for menor que o diâmetro de um prato de refeição normal, a funcionalidade da bancada fica diminuída. Não esqueça que, além das cadeiras, é necessário reservar espaço para as pernas. Um mínimo de 15cm de área livre abaixo da bancada é o bastante. Já o espaço de circulação mínimo em uma cozinha deve ser de 60cm.

Aproveite os espaços do banheiro

Se você tem um banheiro ou lavabo pequeno, pode fazer com que a bancada se estenda por cima do vaso sanitário, como uma faixa fina. Dessa maneira, o cômodo parecerá maior e oferecerá um apoio para itens que não caberiam em uma superfície de tamanho reduzido, como enfeites, flores, sabonetes e difusores.

Considere o tamanho dos armários

Os armários que ficam embaixo da bancada devem ter entre 50cm e 60cm de profundidade, com base de alvenaria de 5cm a 7cm de altura ou suspensos a 10cm ou 15cm do piso. Se for uma bancada flutuante, a dica é preencher a área vazia com vasos de plantas naturais ou artificiais.

Tenha cuidado ao instalar o cooktop

Se quiser um cooktop na bancada de porcelanato, lembre-se que, antes da instalação, é preciso ter um nicho pronto para ele. Também não se esqueça de colocar um exaustor para diminuir a presença de odores de comida ou de fumaça pela casa. Esse cuidado deixará o ambiente mais agradável aos moradores e visitas.

E então, já se rendeu ao charme das bancadas de porcelanato? Agora você tem diversos bons motivos para usá-las em casa, com ideias e inspirações que podem se adequar ao estilo trabalhado nos ambientes. O importante é encontrar um modelo que agrade e que valorize ainda mais a decoração existente.

Se você deseja saber mais sobre cada um desses produtos e ficar por dentro das principais tendências em revestimentos, acesse o site da Portobello e explore diferentes possibilidades.


73 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *