Menu
Projetos e Obras
Busca
A Igrejinha da Pampulha foi restaurada e já está aberta para receber visitantes. Saiba mais sobre a restauração!

Conteúdo Arquitetura

A arte da Igrejinha da Pampulha está de volta

06/12/2019

A Igrejinha da Pampulha foi restaurada e já está aberta para receber visitantes. Saiba mais sobre a restauração!

A Igrejinha da Pampulha está de volta! Sim, a famosa criação do arquiteto Oscar Niemeyer voltou aos holofotes, mais de 70 anos depois da sua construção. O templo, que homenageia São Francisco de Assis, foi reformado e ganhou destaque na mídia.

Não é para menos! Afinal, estamos nos referindo a um dos principais pontos turísticos de Belo Horizonte, que ficou mais de um ano coberto por tapumes.

Continue conosco e saiba mais sobre a reforma e os principais resultados dos trabalhos de restauração!

A Igrejinha da Pampulha foi projetada por Oscar Niemeyer (Foto: Pinterest)

A Igrejinha da Pampulha foi projetada por Oscar Niemeyer (Foto: Pinterest)

A necessidade de uma reforma na Igrejinha da Pampulha

A igreja conta com painéis idealizados por Cândido Portinari (Foto: Prefeitura de Belo Horizonte)

A igreja conta com painéis idealizados por Cândido Portinari (Foto: Prefeitura de Belo Horizonte)

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) classifica a Igrejinha da Pampulha como a mais antiga obra com estilo modernista construída no Brasil. Ela foi construída por Niemeyer, em 1943, a pedido de Juscelino Kubitscheck, que na época era prefeito da capital mineira.

Além do projeto modernista de um dos mais famosos arquitetos brasileiros, a Igrejinha da Pampulha conta com painéis idealizados por Cândido Portinari. É, sem dúvida, uma fonte inesgotável de inspiração!

Em 2016, conforme mostra uma reportagem do portal G1, a Igrejinha, juntamente à outras obras que formam o Conjunto da Pampulha, ganhou título de Patrimônio Cultural da Humanidade.

Para manter esse título, que traz muitos turistas para o local, foi exigido que algumas restaurações fossem realizadas. Fechada em junho de 2018 para reforma, a Igrejinha voltou a abrir as portas em outubro de 2019. Assim, atraindo atenção da mídia.

A Igrejinha da Pampulha é considerada um Patrimônio Cultural da Humanidade (Foto: Prefeitura de Belo Horizonte)

A Igrejinha da Pampulha é considerada um Patrimônio Cultural da Humanidade (Foto: Prefeitura de Belo Horizonte)

A execução da reforma resultou em um custo estimado de R$ 1,1 milhão. A responsabilidade da condução da obra ficou por conta da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, em parceria com o Centro de Conservação e Restauração de Bens Culturais da Universidade Federal de Minas Gerais (IFMG).

Novidades na arte da Igrejinha da Pampulha

As obras de Portinari foram higienizadas durante a reforma (Foto: Prefeitura de Belo Horizonte)

As obras de Portinari foram higienizadas durante a reforma (Foto: Prefeitura de Belo Horizonte)

A reforma realizada na Igrejinha foi mais a título de restauração. Nada da estrutura antiga foi mexido, até mesmo por se tratar de um patrimônio histórico e tombado.

Veja, a seguir, quais são as novidades na arte do ponto turístico mineiro!

Conserto das infiltrações

Um dos principais pontos da reforma foi o conserto das infiltrações. Para isso, todo o forro de madeira da nave central foi substituído. Antes dos reparos, era comum que entrasse água na edificação, nos dias de chuva.

Revitalização do piso

O piso da igreja também foi revitalizado. Para isso, foi necessário realizar uma limpeza externa dos azulejos e das pastilhas. Em alguns pontos, as peças foram substituídas por novas, que tiveram as antigas como molde para a fabricação. A restauração recuperou o tom original azul do chão, que já estava desgastado.

Higienização das obras de Portinari

As obras de Portinari, como a Via Sacra, passaram por um trabalho minucioso de limpeza e higienização. Isso ficou sob a responsabilidade da equipe da UFMG, que desenvolveu tudo com muito cuidado.

A Igrejinha da Pampulha já está aberta para visitação! Eventos como batizados, casamentos e missas também já estão sendo agendados. Quem sabe você não aproveita e não faz uma visita?

E se você gosta do estilo modernista, não deixe de conferir o nosso artigo que fala sobre o Recinto Modernista de Sant Pau!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *