Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Correspondentes Internacionais

Vendemmia, a tradição da colheita da uva na Itália

15/03/2021

No post, a seguir, compartilhamos todas as curiosidades sobre a Vendemmia na Itália, período da colheita de uva, vem conferir!

A Itália é conhecida pelos seus famosos vinhos, um país que vai de Vernaccia a Amarone, de Collio a Barbera, de Erbaluce a Nebbiolo, dos vinhedos nas encostas dos Alpes aos que ficam nas colinas de Chianti.  São mais de 500 variedades de uvas cultivadas, que nos possibilitam diversos sabores e aromas conhecidos e admirados no mundo inteiro.

Vendemmia

A região do Chianti dias antes da Vendemmia (Imagem: Francesco Sgroi)

Assim como na gastronomia, os vinhos divergem entre as regiões do país e o período da colheita também. Mas, o mês de setembro na Itália é sinônimo de vendemmia, aguardada pelos italianos e produtores do ramo o período virou uma verdadeira festa, poucas coisas unem os habitantes de todas as regiões, como a colheita da uva e da azeitona.

Com o fim do verão, é grande o número de pequenas fazendas e pousadas que aceitam com prazer uma ajuda extra em seus vinhedos. Lembre-se sempre de agendar com os proprietários no momento da reserva a sua participação nas atividades planejadas, embora dificilmente possam garantir o período exato durante o qual vai decorrer a vendemmia por depender de situações climáticas.

Vendemmia

A famosa Vendemmia na Itália (Imagem: Aurelio Candido)

A uva deve ser colhida antes de secar e endurecer. Não há praticamente nada mais triste para um agricultor do que ver as suas uvas estragarem na vinha – e embora alguns vinhos sejam feitos com uvas envelhecidas, na vinha ou não – como o vinsanto, a maior parte das uvas colhidas são destinadas para produzir vinhos de mesa.

Para os vinhedos maiores, que operam a nível industrial, está prevista uma série de verificações in loco, para decidir quando começar a colheita. Deve ser calculando cuidadosamente a proporção de açúcar e ácido presentes nas uvas de forma a garantir as condições perfeitas para a processo de fermentação. Os vinhedos menores, por outro lado, fazem um pouco mais casualmente, combinando suposições a respeito, com a disponibilidade de amigos e parentes que podem dar uma mão.

Vendemmia

A região do Chianti dias antes da Vendemmia (Imagem: Pixabay)

A colheita real não requer uma grande e variada quantidade de ferramentas e maquinário, basta uma tesoura de jardim bem afiada ou uma faca pequena com ponta de gancho, uma cesta de vime e uma caixa. As uvas são cortadas dos vinhedos e colocadas em caixotes de plástico altos onde, assim que atingida a quantidade certa, são batidas com uma vareta de madeira para começar a romper a casca dos grãos e por fim, iniciar a fermentação.

As soluções para quebrar a casca dos grãos são variadas, principalmente quando se trata do cultivo familiar, o que vale é extrair o suco da casca para que os açúcares deem vida à sua magia, alimentando aquelas leveduras que transformam o suco em álcool (vinho).

Vendemmia

As uvas sendo transportadas para a fermentação (Imagem: Pixabay)

No que se refere à indústria, utilizam-se grandes cubas de inox com lâminas em espiral, que viram as uvas mexendo suavemente e partindo a casca, ao mesmo tempo, iniciando a separação dos cachos dos caules.

Uma tradição é sempre mantida, após o dia de colheita, uma grande refeição italiana é organizada para celebrar a vendemmia, o ambiente é de muita festa, onde todos sentam em volta a uma farta mesa posta regada a muito vinho!

Vendemmia

Regiões dos vinhedos na Itália (Imagem: Aurelio Candido)

Gostaram do post sobre o período da vendemmia na Itália? Se você é um amante de vinhos, do país e de uma boa arquitetura misturada com arte, não deixe de conferir os nossos posts sobre belíssimas vinícolas na região da Toscana: Castello di Ama e Vinicola Antinori.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *