Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Matérias

Veja algumas ideias incríveis de arquitetura para crianças

11/10/2019

Confira dicas de arquitetura para crianças e saiba como agradar pais e filhos nos seus próximos projetos.

A arquitetura para crianças pode ser um desafio para muitos profissionais. Afinal, o produto não precisa ser necessariamente infantil, mas sim funcional e agradável para os pequenos. E quando o projeto é dedicado para mais de uma criança, a complexidade pode ser ainda maior.

Por isso, é de suma importância entender que, embora o diálogo aconteça com os pais e responsáveis, os verdadeiros usuários são as crianças. Assim, é imperativo entender as necessidades e até as personalidades dos pequenos a fim de criar ambientes que atinjam o objetivo.

Arquitetura para Crianças - Quarto lúdico

Brincadeira, descanso e muitos sonhos se misturam no ambiente lúdico para os pequenos (projeto: Josi Barros)

Neste Dia das Crianças, criamos este artigo com ótimas dicas de arquitetura para crianças, mostrando como é possível inovar na criação de quartos e até banheiros. Continue com a gente e saiba mais!

Boa leitura!

1. Neutralidade para irmãos

Talvez um dos maiores desafios dos pais com mais de um filho seja manter a harmonia entre os pequenos. E isso não é exclusividade de nenhum casal: com a exceção das gêmeas Mary Kate e Ashley Olsen, possivelmente, todos os irmãos têm dificuldades em dividir suas coisas uns com os outros — as irmãs Olsen eram diferentes, pois dividiam até o mesmo papel na série Full House.

Mas a divisão do quarto não precisa ser um problema: um profissional diferenciado sabe que há arquitetura para crianças para agradar todos os lados.

Ao utilizar cores neutras nas paredes e nos pisos, bem como, decorações simples com pequenos quadros e enfeites, é possível manter a beleza do dormitório dos irmãos sem despertar a insatisfação de algum dos lados.

Muitas discussões começam porque um dos filhos acredita que o outro está sendo privilegiado na arrumação ou decoração. Apostar na simplicidade é um ótimo caminho para manter a harmonia.

Arquitetura para Crianças - Dormitório neutro

Dormitório neutro com destaque para a iluminação que transmite aconchego e bem-estar  (Projeto: Nataly Santos)

2. Quarto intermediário com arquitetura para crianças

“Ah, as crianças crescem rápido!” Com certeza você ouviu ou mesmo já falou essa maravilhosa frase. E ainda que não seja algo literal, é comum a mudança de gostos dos pequenos com o passar do tempo.

Em um ano querem um quarto com brinquedos espalhados e cores vibrantes. No período seguinte, só querem um “canto” discreto com os brinquedos no alto da estante como uma boa lembrança.

A melhor opção para resolver esse dilema é investir em um quarto intermediário. Aquele que não é completamente infantil, mas também não é um espaço literalmente adulto.

Além disso, faça um trabalho interessante com adesivos de paredes na cor preferida da criança, com os brinquedos instalados de forma acessível, em prateleiras.

Como neste ambiente abaixo, você pode apostar em pisos neutros de porcelanato, a exemplo de revestimentos que lembram o concreto. Silos Concept 90×90 possui fácil manutenção e, por sua cor acinzentada, ajuda a evidenciar as cores da decoração, além dos bichinhos de estimação.

Arquitetura para Crianças - Quarto intermediário

Quarto intermediário agrada os pequenos  com porcelanato Silos Concept (Foto: Adriana Lages)

3.Estímulo à criatividade e ao desenvolvimento da autonomia

O projeto abaixo tem as cores quentes em contraste com o azul como grandes coadjuvantes.

O destaque da marcenaria é o mezanino, que  permite o acesso por cordas e também aloja itens criados pela própria criança. Já os móveis (método montessoriano), que priorizam as gavetas e outras peças localizadas na altura dos olhos dos pequenos, contribuem  para o desenvolvimento da criatividade, autonomia e liberdade do mini morador.

Arquitetura para Crianças - Quarto com peças e marcenaria

A mistura do vermelho com peças em marcenaria dão um ar arrojado e criativo ao projeto (Foto: Vinicius de Mello)

4. Banheiros com pisos de desenhos geométricos

Quando se fala em arquitetura para crianças, o lúdico e divertido é sempre o melhor caminho. Afinal, é essencial fomentar a criatividade delas em qualquer atividade, inclusive na hora do banho.

Ao focar no projeto do banheiro para crianças, pense nas oportunidades que o local oferece para estimular o raciocínio delas. Uma ótima dica são os pisos com diferentes desenhos geométricos, por exemplo:

  • retângulo;
  • quadrado;
  • triângulo.

No momento em que elas aprenderem o assunto no colégio, conseguirão assimilar o conhecimento passado mais rapidamente – e esses detalhes podem fazer grande diferença no futuro. Como profissional, não se esqueça de priorizar também a segurança, investindo em pisos e cerâmicas não escorregadias e espaços mais compactos.

Arquitetura para Criancas - Banheiro

Composições de cinza com azul em formas geométricas e concreto se destacam (Foto: Portobello Shop Blumenau)

Projetos de arquitetura para crianças não precisam ser algo de outro mundo. Com criatividade e estudo sobre a necessidade e gostos dos usuários, é possível criar ótimos projetos. Seguindo por esse caminho, você não só agrada os pais e responsáveis, como permite que os pequenos se sintam confortáveis e seguros nos seus espaços.

Gostou das nossas dicas sobre arquitetura para crianças? Você também tem um projeto ADJETIVO de AMBIENTE? Divulgue gratuitamente no Archtrends! É só se cadastrar.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *