Menu
Projetos e Obras
Busca
Torre Madri

Conteúdo Entrevistas

Torre Madri, com fachada Portobello, conquista primeiro selo nível A de eficiência energética no NE

24/04/2020

O residencial multifamiliar é revestido com Linha Prisma, uma das especificações que ajudaram a atingir o certificado da Procel Edifica, emitido pela Eletrobras.

Torre Madri, localizado na cidade de Natal (RN), é o primeiro projeto residencial multifamiliar do Nordeste a conquistar o selo nível A de eficiência energética. O empreendimento, assinado pelo arquiteto e também executor da obra Hugo Medeiros, foi inaugurado em dezembro de 2019, depois de 18 meses de projeto e 36 meses de obras. Hugo é sócio da construtora Interproj, que desenvolve empreendimentos para construção em regime de condomínio fechado, focados em residenciais multifamiliares de médio e alto padrão. 

Torre Madri

Fachada revestida com Prisma, linha cerâmica da Portobello (Foto: arquivo pessoal)

“Além da variedade de plantas e diferenciais de projeto, optamos por desenvolver um produto eficiente energeticamente, certificado pelo programa criado pelo governo federal Procel Edifica. Assim, dentre as cinco classificações existentes (E, D, C, B e A), conseguimos conceber um com o maior nível. Com isso, os moradores dos apartamentos terão mais conforto térmico e uma menor produção de energia possível”, afirma Medeiros.

Segundo ele, foi necessário adotar alguns elementos e especificações para atingir esse certificado, como a adoção de paredes externas mais largas, ventilação cruzada, grandes volumes, cores claras (revestimento branco 7,5×7,5 da Portobello na fachada) e proteção das aberturas dos ambientes de permanência prolongada, com a utilização de brises e balcões. 

Torre Madri

Fachada com Linha Prisma e brises garantem mais frescor à residência multifamiliar (Foto: arquivo pessoal)

A nova residência multifamiliar possui muitos pavimentos prontos para morar. Ao todo são 25, sendo dois pavimentos de garagem e um pavimento de lazer. É composto também por quatro tipologias de apartamentos, com 10 aptos de 136m²; 20 aptos de 179m² com sala em pé direito duplo; cinco aptos de 219m² duplex; e um apto de 267m² duplex com terraço externo. 

O Selo Procel Edificações, criado em 2003 pelo governo federal, identifica as edificações que apresentam as melhores classificações de eficiência energética, para motivar o mercado consumidor a adquirir e utilizar imóveis mais eficientes. É considerado um setor fundamental no mercado de energia elétrica, representando cerca de 50% do consumo de eletricidade do país. Para obter o selo, emitido pela Eletrobras, a edificação deve ser concebida de forma eficiente desde a etapa de projeto, ocasião em que, segundo a Procel, é possível obter melhores resultados com menores investimentos.

“A tendência de legislação e de mercado é que cada vez mais os empreendimentos sejam certificados, sendo um diferencial de produto, em termos comerciais e de sustentabilidade, como já acontece em outros países, em que a certificação de eficiência energética é um item obrigatório em todos os projetos e empreendimentos. No Brasil e em especial no Nordeste, ainda é incipiente a percepção dos clientes e usuários de imóveis quanto a essa questão, mas a preocupação com o meio ambiente e a sustentabilidade dos produtos está cada vez mais crescente, sendo uma tendência obrigatória que o mercado deverá seguir”, ressalta o arquiteto.

Torre Madri

Edifício Torre Madri assinado por Hugo Medeiros conta com ampla área de lazer (Foto: arquivo pessoal)

Para a fachada da Tosse Madri, o arquiteto escolheu a linha Prisma, revestimento cerâmico da Portobello, nas versões Bianco e Castanha do Pará, esse, no tom marrom. “Em nossos empreendimentos sempre buscamos aplicar os produtos da Portobello na fachada, buscando uma boa qualidade na execução e durabilidade ao longo do tempo. Além de ser um produto com o alinhamento à nossa filosofia, de conceber e produzir produtos sustentáveis” destaca.

Perfil

Torre Madri

Hugo Medeiros, arquiteto e sócio da construtora Interproj (Foto: arquivo pessoal)

Hugo Medeiros é arquiteto e urbanista natural de Natal (RN), formado na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em 2008. Sua família é da área imobiliária, do setor de comercialização, então por isso, sempre teve contato com a área de construção e venda de imóveis, o que despertou, desde a sua infância, a paixão pela arquitetura e criação.

Sua construtura Interproj nasceu como uma empresa de projetos integrados, de arquitetura e engenharia, em sociedade com a sua irmã, a engenheira Rita Medeiros. Posteriormente, em 2011, passaram a desenvolver empreendimentos, para construção em regime de condomínio fechado, a preço de custo, focados em residenciais multifamiliares de médio e alto padrão. Assim, além dos projetos, passaram também a executar as obras. 

Hugo faz questão de realizar projetos de arquitetura contemporânea, prezando sempre pela funcionalidade dos ambientes e qualidade ambiental de conforto térmico, acústico e lumínico, e por desenvolver apartamentos diferenciados em relação ao “mercado comum”, como apartamentos em formato duplex, com sala em pé direito duplo e com tipologias variadas distribuídos em uma mesma torre. 

Torre Madri

Hugo Medeiros e sua sócia Rita Medeiros, no coquetel de entrega do Residencial Torre Madri

Conheça mais seus trabalhos com porcelanatos Portobello no seu perfil de projetos, no Archtrends Portobello.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *