Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Colunistas

Tempo de criar apesar do contratempo

20/07/2020

De quarentena, a designer Marta Manente, ao invés de esperar pelo novo normal, abriu uma janela virtual de oportunidade e lançou em uma live realizada do seu escritório, localizado no polo moveleiro gaúcho, os móveis que seriam apresentados apenas no segundo semestre de 2020.

Pandemia rima com tecnologia, do mesmo modo que a palavra crise traz dentro dela crie. Jogo de palavras a parte, fazem sentido essas duas duplas de vocábulos. Isso para quem reserva o significado da expressão zona de conforto apenas como um recanto de bem-estar na sala de casa. Com a quarentena, o distanciamento social veio acompanhado da proximidade digital. Nos primeiros 30 dias de quarentena, a designer gaúcha Marta Manente, que assina peças consumidas no Brasil e no Exterior, entendeu a extensão do problema e reagiu com a ideia do lançamento antecipado de uma coleção de móveis prevista para o segundo semestre. Gerou um fato novo, aproveitando o interesse por seu trabalho nos canais de e-commerce multiplicado pelo redobrado interesse a respeito do universo possível dentro da nossa casa.

Tempo de criar

Design na quarentena: Este é o novíssimo Carrinho Bar Dionísio, inspirado no Deus do Vinho, para a família curtir a cada happy hour em confinamento amoroso e depois receber e comemorar os momentos possíveis com os amigos. Sua bandeja, para armazenar os objetos e garrafas, tem estrutura metálica, de aço carbono, integrada com madeira tauari, multilaminado e recouro (ecologicamente correto, ressalta Marta) em padrão croco. Suas dimensões, um metro de largura, 55cm de profundidade e 88,5cm de altura, o tornam uma peça curinga inclusive para pequenos espaços. A obra faz parte de uma pequena coleção de móveis antecipada pela pandemia (Crédito: Studio Marta Manente, Divulgação)

Marta fez isso ao novo modus operandi vigente de comunicação, em uma live no Instagram, do seu escritório, Studio Marta Manente Design, em Bento Gonçalves, Serra gaúcha, importante polo moveleiro nacional. Enquanto isso, 18 obras da coleção de mobiliário outdoor já haviam atravessado o Oceano e descansavam em Milão, distantes dos olhos incredulamente frustrados dos visitantes do Salone del Mobile Milano e de toda Milan Design Week. Quando a maior plataforma de lançamento de tendências, prorrogada primeiro para junho, foi cancelada em 2020 e postergada para o ano seguinte, estava claro que a única certeza é do que temos à mão no momento. Assim, o design de 2021 está longe de estar resolvido e uma nova coleção será criada por Marta para ir ao encontro do lifestyle do ano seguinte à primeira pandemia contemporânea.

tempo de criar

A mesinha lateral Maat faz referência à Deusa do Equilíbrio, condição mais do que nunca necessária a todo mundo. Sobre hastes finas entrelaçadas, a peça tem detalhes em madeira tauari como o tampo e também aço carbono. Essas características remetem à biofilia, ao uso de materiais naturais que reduzem o estresse do novo (a)normal. Miúda, mede 50cm de altura, 25cm de largura e 26,5cm de profundidade. Faz parte da coleção lançada nesta quarentena (Crédito: Studio Marta Manente, Divulgação)

Para a profissional com cerca de duas décadas de atuação no mercado moveleiro, o trabalho on-line fazia parte da sua rotina, para reuniões com clientes de São Paulo ou da Argentina, por exemplo, mas as feiras presenciais também. Eventos em São Paulo, Milão e Nova York eram compromissos que pontuariam com destaque a sua agenda 2020 de apresentação de coleções de design. A primeira parada, ainda no verão brasileiro pré quarentena, privilegiou a feira Abimad (Associação Brasileira das Indústrias de Móveis de Alta Decoração), em São Paulo. Esse fica na história como o último evento nacional de mobiliário e acessórios antes de o mundo, como um veículo cujo condutor não tinha a alternativa da marcha a ré, ser obrigado a puxar o freio de mão em uma pista molhada no meio de uma cerração noturna.

tempo de criar

Versatilidade no design: Dentro da coleção outdoor lançada no verão durante a Abimad para a indústria paulista Modalle Móveis, o sofá modular Maré trouxe uma onda de novidade. As composições possíveis deste high light vão desde um sofá reto, com a adição de espreguiçadeira chegando até grandes conjuntos. Na área estofada, tecido que não encharca e resiste à incidência do sol; nos braços, encosto e mesa, alumínio curvado e perfurado, igualmente não acumulando água. Sua ergonomia, estética e conforto combinam com exterior e interior. Esta coleção iria ser exibida na quinta exposição de Marta Manente na ICFF, outra feira que não ocorreu este ano em função da pandemia, dando lugar a hospital de campanha em Nova York. A foto feita ao ar livre faz referência aos seus antepassados, que vieram da Itália com mudas de parreiras e ferramentas para trabalhar a terra e produzir vinho (Crédito: Everton Vidal, Divulgação)

Dá para afirmar que Marta teve sorte: conseguiu fazer na Abimad um preview do que exibiria na Milano Design Week em abril e na International Contemporary Furniture Fair (ICFF) em maio. E quem visitou a Abimad também foi afortunado por ter estado pessoalmente com a designer e ser apresentado à sua coleção de estreia em mobiliário para área externa. Milão e Nova York ficam para 2021: o Salone del Mobile, de 13 a 18 de abril, e a ICFF, de 15 a 28 de maio.

tempo de criar

A primeira coleção de móveis para uso externo tem sofá, mesa, cadeira, banco. Esta é a mesa Abrolhos, lançada com as demais peças na recente Abimad (Crédito: Everton Vidal, Divulgação)

tempo de criar

Cadeira Abrolhos para compor a linha outdoor que faltava no portfólio de Marta (Crédito: Everton Vidal, Divulgação)

 

De casa para o mundo

Como diz a música de Geraldo Vandré, “quem sabe faz a hora, não espera acontecer”. Marta Manente, acostumada com alfândegas e check-ins (Milão, Nova York, Roma, Paris, Estocolmo, Londres, Barcelona e Berlim) para apresentar suas criações, daria uma guinada de rumo no seu ano dentro de casa. Com o passaporte na gaveta, a designer abriu uma janela virtual para mostrar ao mundo móveis adequados às necessidades do novo momento, ajustados pelo seu olhar treinado da também decoradora. Conviver, sair e, principalmente, chegar em casa adquiriu um significado novo e isso pede criações de peças diferentes.

– Estava desenhando as peças para o segundo semestre, uma coleção inédita, como um mancebo para a entrada das casas – diz Marta, que entendeu a mudança para os novos hábitos.

tempo de criar

Design na quarentena tem que ser prático e a criação do Mancebo Freyr, além de vir ao encontro da necessidade de cuidados com a roupa que se usa na rua ao chegar em casa, é inspirada no Deus da Abundância. Tem detalhes em madeira tauari natural para representar “o crescimento em nossas vidas” e estrutura metálica de aço carbono que remete à “solidez de nossas conquistas”. As medidas são A 1m57cm X L 40,5cm X P 35cm, praticamente da largura de uma mesa de cabeceira, o que faz com que caiba em um pequeno espaço para atender aos novos hábitos sem congestionar a área de entrada da casa (Crédito: Studio Marta Manente, Divulgação)

Trabalhando com peças pequenas, formatou o Mancebo Freyr, o Deus da Abundância. Perfeito pela inspiração e função, para fazer parte da recepção nas casas, adequado às necessidades do tal novo normal que exige separação e assepsia daquilo que transita na rua do que tem livre acesso à casa. Das peças lançadas, o Carrinho Bar Dionísio, com inspiração no Deus do Vinho, em metal e lâmina de madeira, é o maior sucesso. Nesse caso, perfeito tanto pela localização da designer, na Região da Uva e do Vinho, quanto porque a “mitologia traz significado e bom sentimento para o produto”. 

tempo de criar

Tyr, um dos mais importantes deuses da mitologia nórdica, batiza esta mesa lateral lançada na quarentena. Remete a honra, coragem, força e justiça. Brota de uma base sólida com uma haste metálica, de aço carbono, que apoia e equilibra o tampo minimalista de lâmina natural de nogueira a meio metro ou 60cm de altura (Crédito: Studio Marta Manente, Divulgação)

– E sobre novas coleções, não pararei de entregar projetos para diversas indústrias na quarentena; tem muita empresa repensando produtos para o “novo morar” – diz a designer que agora fortaleceu vínculos com clientes de outros estados e países e ressalta que, para isso, criou “uma dinâmica maior de reuniões on-line, já que viajar não é possível”.


Suas obras já estavam sendo expostas pela Westwing e agora entram na Privalia, nova parceria a partir de meados de julho. Mas, para esses lançamentos, Marta precisava de imagens. Onde estavam fotógrafos e cinegrafistas no auge da pandemia? Adivinha? Para seguir em frente, a designer ativou a Marta decoradora para pousar e até ambientar as peças no showroom de uma indústria da Serra. Mais: experimentou um olhar inaugural de fotógrafa e diretora sobre suas criações para mostrar e conceituar os produtos em fotos e vídeos. Para finalizar a multiplicidade de tarefas, a criativa acumula ainda a coordenação das vendas para o mercado nacional e internacional, por e-commerce do próprio Studio Marta Manente Design, que se soma às plataformas de e-commerce especializadas em decoração. Marta é uma daquelas profissionais que não se contentam com resiliência, mas buscam a superação. Trata-se de uma pessoa entre as que sairão melhores desta experiência obrigatória. Inicialmente vista como uma crise sanitária, com o tempo, ao testar os limites de todas as áreas, da social à econômica de cada ser humano individualmente e dos povos em geral, expõe a capacidade de adaptação e criatividade de cada um de nós. 

As espécies que sobrevivem não são as espécies mais fortes, nem as mais inteligentes, e sim aquelas que se adaptam melhor às mudanças. (frase atribuída à Charles Darwin)

 

Foto de destaque: 

TBT da Itália: A designer Marta Manente, descendente de italianos que imigraram no início do século com mudas de uvas na bagagem, vive na região de parreirais do Rio Grande do Sul. Neste cenário mostra a sua chaise longue Flag, de jequitibá e palhinha natural de algodão trançada à mão, exposta em Milão em abril de 2019. O Studio Marta Manente foi selecionado pela APEX (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) para a mostra Be Brasil, no Museo Della Permanente, parte da programação do Fuori Salone, espalhada pela cidade italiana. Isso ocorreu na mais recente Milan Design Week possível – a deste ano foi atropelada pela pandemia (Crédito: Divulgação)

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *