Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Matérias

Telhados verdes: terminal ferroviário Kowloon apresenta sustentabilidade no seu projeto

06/06/2014

Telhados sempre ficaram escondidos, cobertos de antenas, tão alto que raramente eram valorizados porque, antigamente, os projetos arquitetônicos eram concebidos para serem apreciados do chão. Uma nova tendência na arquitetura vem quebrando paradigmas: os telhados verdes, espaços habitáveis que estão mudando a perspectiva dos arquitetos sobre edificações. O terminal Express Rail Link West Kowloon, em(…)

Telhados sempre ficaram escondidos, cobertos de antenas, tão alto que raramente eram valorizados porque, antigamente, os projetos arquitetônicos eram concebidos para serem apreciados do chão. Uma nova tendência na arquitetura vem quebrando paradigmas: os telhados verdes, espaços habitáveis que estão mudando a perspectiva dos arquitetos sobre edificações.

O terminal Express Rail Link West Kowloon, em Hong Kong, projetado por André Bromberg, do escritório de arquitetura Aedas, se destaca em meio ao centro urbano por sua beleza e área verde. A linha terá 142 quilômetros e vai ligar Hong Kong à Rede Ferroviária de Alta Velocidade da China, promovendo integração social e econômica com as cidades vizinhas.

O Kowloon será o maior terminal subterrâneo do mundo, com 430 mil metros quadrados e 15 faixas. A estrutura busca aprimorar a eficiência para usuários e também para o ambiente. Para isso, foram projetados espaços abertos, para serem utilizados como áreas de lazer, e um anfiteatro ao ar livre, para promover a cultura.

O telhado do terminal será composto de uma série de faixas que se encontram no nível do solo, transformando o edifício em uma grande elevação que pode ser percorrida a pé.

O interior também contará com paredes verdes. A fachada será divida em faixas, mesclando vidros e áreas verdes, permitindo um maior aproveitamento da luminosidade natural e maior conforto às pessoas que caminham pelo local.

O projeto foge aos padrões das estações subterrâneas comuns, totalmente fechadas e iluminadas por sistemas artificiais. A previsão é de que o terminal esteja totalmente finalizado em 2015.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *