Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Colunistas

Quando técnicas ancestrais e arquitetura contemporânea se encontram

21/09/2020

Conheça o recém-inaugurado Espaço Dois Trópicos, em São Paulo, dedicado ao bem-estar do corpo e da alma.

Quem passa pela porta de policarbonato translúcido do espaço Dois Trópicos, em São Paulo, sente como se estivesse entrado em um oásis de calma e tranquilidade no meio da metrópole agitada. O lugar une gastronomia, ioga e botânica e foi idealizado pela chef Carolina Von Atzingen. Em parceria com seu marido e sócio, Fernando Werney, ela criou o empreendimento, que é resultados das paixões de ambos.

Foto: André Klotz

Foto: André Klotz

“Trabalhava há um tempo com catering e alimentação funcional e há oito anos comecei a estudar ayurveda e a praticar ioga. Já o Fernando trabalhou em galerias de arte por 10 anos e há cinco, começou a colecionar e estudar plantas”, explica.

Foto: André Klotz

Foto: André Klotz

Vivendo nesse mood ligado à natureza, com a casa onde vivem cheia de plantas, com a comida natural de Carolina e a ioga, o casal entendeu que seria interessante abrir um espaço com essas três frentes. “É um lugar para falar de cuidado com o meio ambiente, o corpo, a mente e que reflete a nossa história”, reflete.

Foto: André Klotz

Foto: André Klotz

Para traduzir o conceito tão bem definido pelos sócios, entrou em cena o MNMA Studio, dos arquitetos Mariana Schimidt e André Pepato. Eles desenharam um projeto que prima pelos recursos artesanais para estruturas e revestimentos. Assim, texturas irregulares surgiram desse processo e remetem à ancestralidade. As paredes, por exemplo, cobertas com terra sem pigmentação, exibem variações de tons.

Já a escada sinuosa, que rouba a cena na entrada, foi moldada à mão. Chama a atenção também os vasos cerâmicos, usados na ambientação do espaço, que foram encontrados em um antiquário, onde ficaram escondidos por 30 anos.

Foto: André Klotz

Foto: André Klotz

No contraponto dos ambientes internos, a fachada, extremamente calculada pelos arquitetos, é feita de policarbonato, um material tecnológico, reciclável e que propicia iluminação e ventilação natural. Segundo os profissionais, a ideia desta porta de entrada é provocar o público com um elemento contemporâneo que, quando aberto, apresenta um delicioso reencontro com o passado.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *