Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Matérias

Tapetes de Bambu

08/10/2009

Constantes bombardeios de falsas ideias, ideais, produtos sustentáveis, merchandising e “ser eco-chato está na moda”, nos fazem ter noções conturbadas a respeito do assunto. Não podemos confiar 100% na primeira informação sobre o assunto. Por ser um tema relativamente novo, é preciso saber peneirar as informações, pesquisar prós e contras, antes de escolher qualquer ideia,(…)

Constantes bombardeios de falsas ideias, ideais, produtos sustentáveis, merchandising e “ser eco-chato está na moda”, nos fazem ter noções conturbadas a respeito do assunto. Não podemos confiar 100% na primeira informação sobre o assunto. Por ser um tema relativamente novo, é preciso saber peneirar as informações, pesquisar prós e contras, antes de escolher qualquer ideia, produto ou projeto que se diz sustentável ou ecológico.

É o caso dos tapetes feitos de bambu. Encontramos vários sites sobre o assunto, e como era de se esperar, opiniões divergentes.

A versão ecologicamente correta da história diz que eles são feitos com fibras extraídas de uma pasta celulósica da própria planta, caracterizada por sua homogeneidade e seu aspecto suave e reluzente, parecidos com os da seda. A planta é considerada ecológica por não agredir o meio-ambiente quando cortada, já que pouco tempo depois dá lugar a um novo broto (pode crescer até um metro por dia) e pode produzir até 20% a mais de oxigênio do gás carbônico que recebe.

As fibras são altamente absorventes, secam mais rápido que algodão, possuem propriedades anti-bacterianas e quando usadas em roupas possuem proteção contra raios UV: sem que haja qualquer reação em sua pele, pois não usam produtos químicos para que haja esta função. E o melhor: não amassam.

Fibra de Bambu

Fibra de Bambu

Tapete de Bambu

Tapete Bambu

Mudando de lado, surgem dúvidas quanto às verdadeiras características do produto. Há fóruns para discussão sobre o tema na internet, e aparecem tópicos questionando se as fibras são realmente de bambu, uma vez que argumentam que o produto final, nada tem a ver com a matéria-prima e muito se parece com Rayon ou Viscose, tecidos que são obtidos da celulose de qualquer vegetal. E para quem conhece alguma fábrica de celulose, sabe como o cheiro é desagradável e a quantidade de fumaça que emite. Além disso, relatam que a quantidade de produtos químicos para processar a celulose é muito grande e nociva ao meio ambiente, tanto que não são mais permitidos no Brasil. Por isso, essas fibras são fabricadas na China, explicando assim, o fato de não encontrarmos fabricantes brasileiros, e por enquanto nem fornecedores.

A falta de informação confiável é o maior desafio que os profissionais e consumidores devem vencer se quiserem se tornar verdadeiramente sustentáveis. Hoje, graças às pesquisas científicas, que avançam cada dia mais, podemos compreender o impacto ambiental gerado por todo o processo de produção de um bem.

Enquanto isso, se você optar por comprar o tapete, pode encontrá-lo nas cores: preta, vermelha e bege, com preços entre U$$ 185,00 a U$$ 1.490,00.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *