Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Correspondentes Internacionais

Inside Magritte, uma imersão no mundo surrealista

17/08/2020

Conferimos de perto a atmosfera surrealista do pintor belga, René Magritte. Uma instalação artística no centro de Florença nos proporcionou uma experiência incrível, a qual nos sentimos dentro de suas pinturas por alguns instantes. Confira no post a seguir todos os detalhes!

Há artistas que entram na história por suas vidas intensas. René Magritte é um deles. Ele nos leva a observar o mundo com olhos diferentes, onde nos surpreendemos com o que é aparentemente banal e desbravamos uma superfície para descobrir que a realidade é muito mais fascinante do que parece. A exposição Inside Magritte, em Florença, na Itália, nos proporciona uma experiência surreal e uma conexão profunda com as obras do pintor.

Instalação artística Inside Magritte em Florença (Imagem: Luiza Vegini)

Instalação artística Inside Magritte em Florença (Imagem: Luiza Vegini)

A racionalidade às vezes nos importa e nos cega. Parece um paradoxo, mas não é, e certamente não foi para Breton, Dalì, Magritte, Miró, Ernst e outros artistas que adotaram o surrealismo declarando guerra à ditadura da razão. A arte surrealista tem a vantagem de forçar o espectador a ir além do que o olho vê, a mostrar uma realidade diferente, em um universo que não pode ser tocado.

René Magritte, foi um dos maiores pintores da Bélgica e um dos expoentes do surrealismo. Conhecido pela sua capacidade de insinuar dúvidas na realidade, representando assuntos aparentemente realistas que, no entanto, surpreendem por detalhes misteriosos que dão aos seus trabalhos um significado novo e incomum.

Ante sala da exposição com objetos que remetem as obras de Magritte (Imagem: Luiza Vegini)

Ante sala da exposição com objetos que remetem as obras de Magritte (Imagem: Luiza Vegini)

A exposição em Florença – dentro de uma igreja desativada que hoje funciona como museu – nos proporciona todas as sensações das obras do pintor, as quais somos instigados a fugir do tedioso convencionalismo, fundindo uma nova realidade com a ficção.

“Inside Magritte” é uma instalação multimídia totalmente dedicada ao grande mestre surrealista. Uma experiência visual e sonora, que reconstrói o universo pictórico de Magritte.

As projeções de suas pinturas dentro da antiga Igreja (Imagem: Luiza Vegini)

As projeções de suas pinturas dentro da antiga Igreja (Imagem: Luiza Vegini)

Com curadoria da historiadora de arte belga Julie Waseige, “Inside Magritte” é um itinerário no qual as atmosferas e os temas de suas pinturas são protagonistas absolutos, entre as imagens mais conhecidas da pintura do século XX: homens de chapéu-coco flutuando no céu da metrópole, os corpos humanos com a cabeça de peixe, o famoso e ambíguo cachimbo.

Dentro do museu, uma antessala nos conta um pouco da trajetória de Magritte, suas características e o conceito principal das suas obras – a preocupação em desafiar o observador a questionar os pontos de vista marcados pela rotina.

Na sala principal, diversos lugares disponíveis para você sentar para admirar as projeções de diferentes ângulos. Quando começa o ‘’show’’, as luzes se apagam e somos tomados por luzes refletidas em todos os lados, com as cores e pinturas de René. Sentimo-nos, literalmente, dentro das suas mais famosas obras.

As projeções de suas pinturas dentro da antiga Igreja (Imagem: Luiza Vegini)

As projeções de suas pinturas dentro da antiga Igreja (Imagem: Luiza Vegini)

As criações do movimento surrealista evidenciam a irracionalidade, os artistas procuravam fugir da razão e da lógica fazendo suas obras irem além da consciência tradicional e é exatamente essa sensação que temos ao visitar a instalação artística que homenageia o pintor belga. Os critérios para criação do Surrealismo são as colagens, criando uma combinação do intangível, do fantasioso, do metafórico e do inconsciente.

A sensação de estar dentro das obras de Magritte (Imagem: Luiza Vegini)

A sensação de estar dentro das obras de Magritte (Imagem: Luiza Vegini)

Na saída da exposição, outra surpresa. Uma caixa de espelhos com novas projeções, criando um universo de infinitas possibilidades para instigar a nossa imaginação.

A caixa de espelhos com projeções (Imagem: Luiza Vegini)

A caixa de espelhos com projeções (Imagem: Luiza Vegini)

Sou muito fã do trabalho de René Magritte, e ter a oportunidade de vivenciar essa experiência com as suas obras de perto foi um grande privilégio. A exposição estará de portas abertas em Florença com data indeterminada por conta da Covid-19. Vale muito a pena a visita! Compartilhe com a gente o que você achou.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *