Menu
Projetos e Obras
Busca

Foto: Yuri Panichi, divulgação

Conteúdo Colunistas

Superfícies em foco

24/09/2021

Residência de 400 metros quadrados com praticamente todos os revestimentos Portobello ainda conta com aplicação incomum de produto na parede para criar efeito personalizado.

Painéis são recursos versáteis e cada vez mais empregados pelos arquitetos e designers. O revestimento usado de forma mais anticonvencional pelo designer de interiores Michel Keller no projeto desta morada em Xangri-lá foi o Bianco Covelano de 120 x 240, normalmente colocado no piso, aplicado como um painel que ganha destaque à noite, com a iluminação dessa parede do living.

Michel Keller
O revestimento iluminado tem a companhia de um aparador desenhado pelo profissional para compor o décor (Foto: Yuri Panichi, divulgação)

– Sempre tento explorar formas e utilizações inusitadas para os revestimentos, grandes aliados na composição e uma influência contemporânea para o ambiente, pois suas formas quase monolíticas tornam o piso um tapete de porcelanato (piso Ms. Barcelona 120×120). Na suíte do menino desta casa, utilizei um revestimento de piscina no tom verde para compor com o cinza – relata o designer, que empregou Barlavento Lagoon 29,5×29,5, Dansk Line Black 0,2×120 e Harpa Fjord 60×120 nessa composição.

projeto de Michel Keller
A combinação criativa de materiais gera um banheiro de tons neutros, mas com personalidade (Foto: Yuri Panichi, divulgação)
Michel Keller
Designer de interiores Michel Keller destaca a importância da percepção do perfil dos clientes (Foto: Yuri Panichi, divulgação)

Michel revela que, como conhecia os clientes de longa data, já tinha em mente algumas vontades e desejos que poderiam surgir no decorrer da proposta. A mesa de sinuca e a cozinha que se integra com a churrasqueira foram as únicas exigências colocadas ao autor do projeto de interiores. 

De resto, Michel foi deixado livre para projetar a residência com quatro suítes dentro do seu estilo elegante e atemporal. Tudo pensado para acomodar a família com o devido conforto e a praticidade que uma morada de lazer pressupõe. Com o advento da pandemia, proporcionar uma temporada de relax e descontração com todos os equipamentos para o preparo e a degustação dos alimentos virou objeto de desejo para fugir das aglomerações.

Localizada em um condomínio fechado no Litoral Norte do Rio Grande do Sul, essa casa atende aos requisitos atuais, construída e acompanhada desde a sua base até a conclusão, no final do ano passado, em plena pandemia, conforme ressalta o profissional. Mas há outros diferenciais da proposta que Michel faz questão de destacar:

projeto de Michel Keller
O porcelanato suaviza a proposta do banheiro da suíte master, com a predominância do Bianco Covelano 60×120. A iluminação de efeito destaca o revestimento no piso (Foto: Yuri Panichi, divulgação)
projeto com Bianco Covelano Portobello
Reduto da leveza (Foto: Yuri Panichi, divulgação)

– O banheiro da suíte master (acima) e o corredor (abaixo) são especiais para mim: a banheira em seu eixo, delimitando de forma visual e harmônica o ambiente em suas funções, tem o objetivo de promover a integração entre o lago e o interior do espaço. No corredor, o espelho filetado em tiras inclinadas em 15 graus faz com que, ao caminharmos de um sentido ao outro, vejamos o espelho e, ao contrário, apenas o painel de MDF filetado em branco. Isso tudo fecha e esconde os centros de distribuições (CDs) do andar.

Caminho determinado pelo piso, no corredor o guarda-corpo transparente abre alas para o efeito do espelho filetado, gerando um recanto entre os preferidos do autor (Foto: Yuri Panichi, divulgação)

Liberdade criativa

Criteriosa, a escolha do mobiliário conta com uma criação do próprio designer que assina o projeto de interiores: o aparador localizado em frente ao painel de porcelanato. O traço de Michel também marca a cabeceira da suíte master.

A cabeceira surge abaixo do espelho de parede a parede, com a presença de um biombo, recurso em alta no design de interiores (Foto: Yuri Panichi, divulgação)

As seleções têm uma paleta cromática com ousadias pontuais para entrarem em harmonia com as preferências dos donos da casa. De tons suaves e tecidos fluidos, as cortinas sob medida promovem um clima aconchegante sem pesarem no orçamento.

– É natural eu trazer cor para os espaços, mesmo que seja de forma pontual. Os clientes gostam de cores sóbrias e, por isso, usei tons que entrassem no matiz dos cinzas – diz Michel, ao mesmo tempo em que destaca ter ficado muito à vontade para criar. 

Michel Keller
Estofados em tom de azul dão toques de cor na área social (Foto: Yuri Panichi, divulgação)
Michel Keller
O Nero Venato 60×120 faz bonito neste banheiro, junto com Pietra di Firenze grigio 60×120 (Foto: Yuri Panichi, divulgação)
projeto de Michel Keller
Toques praianos nos materiais (Foto: Yuri Panichi, divulgação)

Para formatar o projeto luminotécnico, importante para ressaltar as escolhas do décor, o designer de interiores teve a parceria da Focco Iluminação. Do mesmo modo, o projeto paisagístico teve sequência com execução após a entrega do projeto arquitetônico e de interiores, acrescentando verde à casa. As cocriações são uma tendência no modo de trabalhar dos profissionais contemporâneos, seja com suas lojas parceiras ou especialistas de áreas complementares.

Michel Keller
Na varanda térrea e superior, o piso é o mesmo, Karst Argento 90×90 (Foto: Yuri Panichi, divulgação)

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *