Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Arquitetura

Descubra como o sketchup pode beneficiar os projetos de arquitetura

18/01/2019

A tecnologia revolucionou os projetos arquitetônicos e o SketchUp é um dos softwares responsáveis por essa mudança. Da concepção à apresentação final do projeto, os arquitetos são beneficiados pelas funcionalidades do programa que permite a modelagem 3D de ambientes.

Criado em 2000, pela empresa norte americana Last Software, o SketchUp é um software de modelagem 3D voltado para projetos de construção civil, com foco em arquitetura. Com inúmeras funcionalidades, ele permite a concepção, regularização e apresentação de projetos arquitetônicos mais reais, detalhados e com muita precisão.

O programa, que já foi vendido para a Google e, atualmente, pertence à empresa Trimble, se tornou — entre aqueles do mesmo setor — o software mais utilizado do mundo. Os benefícios do seu uso são tantos que preparamos um artigo especial para você. Confira aqui como o SketchUp pode facilitar o dia a dia profissional dos arquitetos.

O uso da tecnologia na arquitetura

Arquiteta utilizando o sketchup para criação de projetos

A tecnologia revolucionou a forma do fazer arquitetônico. Com softwares, plugins e recursos de realidade aumentada, o projeto de arquitetura, que antes era feito inteiramente desenhado à mão, saiu do papel e ganhou vida nas telas de computadores, celulares e óculos virtuais.

É possível projetar de forma rápida e, altamente precisa, ambientes inteiros. E a tecnologia não para por ai, com os novos sistemas de modelagem informacional, os projetos arquitetônicos já podem ser integrados aos projetos de orçamento, planilhas quantitativas, cronogramas de obra e muito mais.

Com a junção de diferentes programas e o uso da tecnologia de informações, o arquiteto pode trabalhar em sincronia com o engenheiro. Por exemplo, alterações nos projetos elétricos e hidráulicos de uma residência, feitas por um engenheiro, já podem gerar notificações instantâneas para os arquitetos, aumentando a compatibilidade dos mais diferentes projetos.

Tudo isso teve início alguns anos atrás e evoluiu de forma constante. Nesse contexto, vamos destacar os benefícios do software mais utilizado pelos arquitetos na hora de projetar: o SketchUp.

Benefícios do SketchUp

Arquitetos utilizando o sketchup para criação de projetos

Facilidade de uso

Um dos motivos que torna o SketchUp o software de modelagem arquitetônica mais utilizado do mundo é o fato de que o seu uso é bastante intuitivo. Os usuários conseguem compreender as funções de cada ferramenta de maneira fácil e rápida, podendo ir do nível básico ao avançado em pouco tempo, o que é muito interessante para arquitetos que desejam agregar valor aos seus projetos.

E não é só isso, o uso simplificado também se estende ao cliente que pode acessar ferramentas como as maquetes 3D e, dessa forma, entender o projeto tranquilamente, captando cada detalhe pensado pelo arquiteto. Isso facilita a comunicação de todos os envolvidos, fator fundamental para o sucesso do projeto final.

3D Warehouse

Arquiteto criando um projeto em 3D

Outro grande beneficio do SketchUp é a 3D Warehouse, uma plataforma integrada que conta com mais de dois milhões de modelos 3D prontos para serem utilizados nos mais diversos projetos. Esses modelos, também conhecidos como blocos tridimensionais, são compostos de portas, janelas, mobílias, materiais, texturas, objetos estruturais e até mesmo reprodução de objetos existentes em lojas físicas.

Vale a pena ressaltar que alguns usuários se queixam da qualidade e do tamanho dos arquivos disponíveis na plataforma, no entanto, ela ainda é o recurso que conta com o maior número de modelos 3D disponíveis no universo dos softwares de modelagem 3D para arquitetos. Além disso, os usuários do SketchUp não precisam se limitar apenas a essa plataforma, podendo baixar modelos de outras fontes, o que torna o leque de possibilidades de criação ainda maior.

Atualizações

@xenia_klassen / Reprodução Instagram

Nada melhor do que utilizar produtos que passam por processos de melhoria contínua, não é mesmo? E é justamente essa melhoria que traz a terceira grande vantagem do SketchUp. Os desenvolvedores trabalham constantemente para que a experiência do usuário se torne cada vez melhor e, dessa forma, lançam novas versões a cada ano.

As versões são lançadas com atualizações que corrigem erros, melhoram o uso, aumentam a velocidade de resposta do software, acrescentam funcionalidades e que, principalmente, fazem com que o programa possa se comunicar com outros produtos equivalentes, como o Revit e o ArchiCAD. Sendo assim, os arquitetos podem, cada vez mais, trabalhar em conjunto, inclusive com outros profissionais, como engenheiros civis.

Preço

O SketchUp conta com duas versões, a profissional e a paga — SketchUp Pro — e a versão mais básica — SketchUp Make. Caso você opte por utilizar a segunda opção, poderá obter o software de forma inteiramente gratuita. Isso mesmo, a versão Make, que já é bastante completa, é de uso liberado.

No entanto, caso você opte por obter a versão Pro — ainda mais completa e ideal para a extração de plantas baixas, cortes e fachadas com base nos modelos 3D — terá que pagar pela licença de utilização. O preço vai variar de acordo com o uso, podendo ser diferente para estudantes, empresas etc.

Empregabilidade

@xenia_klassen / Reprodução Instagram

Por ser o software de modelagem 3D mais utilizado pelos arquitetos, o SketchUp agrega valor aos profissionais. Saber utilizar o programa é de grande importância no mercado da arquitetura e faz parte dos requisitos que muitas empresas levam em consideração na hora de contratar um arquiteto ou um estagiário.

E atenção, as empresas também valorizam os profissionais que sabem utilizar, juntamente ao SketchUp, o V-ray — programa de renderização que torna os projetos do SketchUp mais reais.

BIM

Já sabemos que os desenvolvedores lançam versões atualizadas a cada ano, não é mesmo? Como mencionado, essas atualizações estão tornando a integração do SketchUp com outros programas, como o Revit, cada vez melhor. E por que isso é tão interessante?

Além de fazer com que diversos profissionais possam trabalhar em conjunto, essa integração aproxima o SketchUp do sistema BIM — Building Information Model ou Modelagem da Informação da Construção, em português.

Com isso, o arquiteto terá ainda mais facilidade em todas as demais etapas de projeto, não só na modelagem 3D. Isso porque o BIM é um sistema que envolve a modelagem de todas as informações do projeto, como orçamento, quantitativos, cronogramas de construção, gerenciamento de obra etc.

Visualização do produto final

@xenia_klassen / Reprodução Instagram

A percepção dos espaços ganha outro patamar com a modelagem 3D. As maquetes virtuais permitem a visualização do ambiente a partir de diferentes ângulos e posições, o que facilita a compreensão do todo. E o uso do 3D não é interessante apenas para que o cliente possa ver a estética do seu ambiente projetado, elas também são muito úteis, por exemplo, para a compreensão de terrenos, uma vez que facilitam a visualização das curvas de nível. Algumas empresas, como a Portobello, já disponibilizam uma biblioteca aos profissionais.

Além disso, com uma boa renderização e com o uso de recursos de visualização 360º, é possível dar um giro completo, e de forma contínua, pelo espaço projetado.

Etapas realizadas no SketchUp

Todo o projeto arquitetônico pode ser desenvolvido no software, desde a concepção até a apresentação final. Para começar, o programa permite a locação dos ambientes nos espaços geográficos reais, aproveitando as informações de relevo, área e posição do sol, por exemplo. É possível inserir rascunhos, figuras e até mesmo imagens aéreas no desenho.

E se você precisa entregar uma planta baixa ou qualquer outra etapa em 2D, não será necessário utilizar o AutoCad, já que o SketchUp também fornece funcionalidades 2D. Vistas, cortes e fachadas poderão ser criadas diretamente no programa.

Com tudo isso, você só precisará desenhar no papel se quiser estimular a criatividade ou se quiser seguir os exemplos da arquiteta russa Xenia Klassen — jovem profissional, de 23 anos, que capta as belezas do espaço urbano e as transforma em obras de arte, cheias de vida, cores e emoções.

E aí? Gostou do nosso conteúdo? Se você deseja aprender mais sobre como os projetos 3D vêm revolucionando a arquitetura, continue por aqui e confira o nosso artigo especial sobre o assunto!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *