Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Arquitetura

Segredos de acabamento para não errar no rodapé em porcelanato

22/05/2019

Conheça as características e entenda as possibilidades de uso do rodapé em porcelanato que, além prático, garante sofisticação ao ambiente!

O rodapé em porcelanato é um item que pode valorizar o ambiente, no detalhe.

O rodapé é parte essencial de um projeto. Ele protege o revestimento da parede contra riscos, além de dar melhor acabamento ao encontro entre piso e parede que pode apresentar pequenas falhas.

O rodapé em porcelanato é uma boa alternativa às tradicionais versões em MDF, madeira ou cerâmica. Encontrado em diversos tamanhos e versões, ele pode reproduzir fielmente mármores ou madeira, adicionando charme ao ambiente.

A escolha correta do rodapé pode ser determinante para o visual do ambiente e para a durabilidade do acabamento.

Conheça as características do rodapé em porcelanato e saiba como escolher a melhor opção para o seu projeto.

Uso do rodapé em porcelanato

rodapé em porcelanato

Rodapé liso em porcelanato / Reprodução Archtrends

O rodapé em porcelanato pode parecer um simples elemento para proteger e complementar o acabamento, mas ele também é um recurso para transformar ambientes. Dependendo do tamanho e do tipo escolhido, o rodapé pode ser utilizado para aumentar ou diminuir a percepção de espaço no local, por exemplo.

São várias possibilidades de modelos, cores e tamanhos para dar destaque ao pavimento ou parede do imóvel. Assim, o rodapé pode ser um verdadeiro coringa na decoração.

Características e benefícios do rodapé em porcelanato

Assim como os revestimentos, o rodapé em porcelanato é comercializado com diferentes acabamentos. As peças com acabamento polido e natural, por exemplo, podem ser encontradas nos tamanhos 10×60 cm,  11×120 cm, 15×120 cm, 15×90 cm, 15×80 cm, 15×60 cm, 20×180 cm, 20×160 cm, 20×120 cm e 20×80 cm. 

Os benefícios do rodapé em porcelanato incluem:

  • Proteção da parede contra o impacto inevitável durante a limpeza ou movimentações dos móveis;
  • Peca com superfície impermeável, mais fácil de limpar e não risca;
  • Maior durabilidade em relação a outros materiais;
  • Melhor acabamento do piso com a parede;
  • Sem manutenção.

Além de ser muito resistente, suportar a umidade e não ser atacados por cupins, o rodapé em porcelanato pode tornar o orçamento da obra mais econômico, substituindo materiais nobres, mas reproduzindo a mesma elegância, como é o caso do mármore.

Como escolher rodapé em porcelanato

O primeiro ponto a considerar ao escolher o rodapé em porcelanato é o tipo de acabamento. Existem duas opções, sendo:

  • Bold: acabamento tradicional, com as bordas levemente arredondadas. O tamanho de cada peça nem sempre é o mesmo, é por isso que na utilização desse material o rejunte pode ficar mais aparente;
  • Retificado: acabamento criado a partir de tecnologia diferenciada, com placas cortadas por discos de diamante. Material com bordas retas ou lapidadas.

Para escolher a altura ideal do rodapé, é preciso considerar o pé direito da casa. Se for baixo, opte por rodapés de 7 ou 10 cm de altura, pois eles aumentam a percepção de espaço, dando a sensação de que o pé direito é mais alto. Se o pé direito for alto, prefira rodapés de 15 ou 20 cm, para trazer elegância e equilíbrio ao ambiente.

Para projetos de interiores mais conservadores, combinar o rodapé com a soleira e a cor das portas é uma alternativa segura. Quando piso, paredes e acabamento têm a mesma tonalidade, o espaço ganha amplitude e um visual estético incrível.

O material desses itens, entretanto, não precisa ser o mesmo. Basta que as tonalidades combinem. No entanto, se houver um contraste muito alto entre o tom da parede e do rodapé, o pé-direito pode ficar com um visual achatado.

Com relação ao acabamento do rodapé, existe um tipo especial para cada estilo decorativo. Os retos correspondem a um estilo moderno e os modelos mais trabalhados remetem ao estilo clássico — já os mais altos são ideais para uma decoração contemporânea.

Texturas no rodapé de porcelanato

rodapé em porcelanato amadeirado

Rodapé em porcelanato amadeirado / Reprodução Arquitetura Interiores

Além de ser de fácil manutenção, fino e poder ser utilizado em áreas secas ou molhadas, o rodapé em porcelanato garante um toque refinado ao projeto. Os modelos de porcelanato que reproduzem pedras, como o mármore, oferecem praticidade e sofisticação ao ambiente. Esses rodapés são ideais para ambientes que prezam a sofisticação na decoração.

Os rodapés de madeira são uma maneira excelente de poupar árvores e ainda trazer a natureza para dentro de casa. Com possibilidade de reproduzir o visual de diversas espécies, os porcelanatos amadeirados inspiram uma decoração aconchegante.

Contraste piso rodapé em porcelanato

Contraste entre piso e rodapé em porcelanato / Reprodução Archtrends

Apostar no contraste também é válido. Usar o rodapé de porcelanato inspirado na madeira em pisos revestidos com peças frias — mármore e pedras em geral — também é uma opção interessante.

Como aproveitar o corte do porcelanato para fazer o rodapé?

O rodapé pode tanto ser comprado nas dimensões corretas, o que é mais econômico e evita desperdício. Contudo, as peças de piso de porcelanato também podem ser aproveitadas para produzir o rodapé.

rodapé em porcelanato

Proggeto Extra Bianco, da Portobello

Nesse caso, é importante planejar o corte pensando na montagem do rodapé. A peça de revestimento do piso possui acabamento nas quatro bordas, e estas bordas devem ser colocadas para cima na hora da instalação do rodapé.

O ideal é que as juntas do piso coincidam com as juntas do rodapé, portanto, em uma peça de piso, é possível que se tire apenas duas peças de rodapé com o mesmo tamanho do piso e com acabamento de borda.

Os tipos de acabamento do rodapé pronto e do montado a partir de cortes do piso de porcelanato são diferentes. O pronto vem com a borda arredondada e pintada. Já o cortado tem o mesmo acabamento da borda do piso que, se for esmaltado, deixa visível a cor da base do porcelanato.

Em pisos com dimensões muito grandes, ocorre muito desperdício de porcelanato para o corte do rodapé. Nesse caso, o ideal é comprar a peça pronta, separadamente.

Cortado ou pronto, o rodapé em porcelanato é um material de acabamento prático, que pode ser instalado tanto em áreas secas quanto molhadas.

Item de valorização do projeto, o rodapé é um detalhe que precisa ser escolhido com bastante critério.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre o rodapé em porcelanato, aprenda como usar as cores para ampliar pequenos ambientes!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *