Menu
Projetos e Obras
Busca

Leonardo Da Vinci – 500 Anos de um Gênio, exposição imersiva no MIS Experience (Foto: divulgação)

Conteúdo Eventos

O que fazer em São Paulo em março

01/03/2021

O maior centro urbano do Brasil volta a abrir com programação cultural vibrante. Vale curtir exposições, lojas e gastronomia, com todos os cuidados.

Confira programas para fazer em São Paulo em março de 2021, entre exposições de arte, nova loja de mobiliário e gastronomia.

1 | Leonardo Da Vinci no MIS Experience

Quando abriu em novembro de 2019, o MIS Experience atraiu multidões, em um sucesso imediato. O museu foi o primeiro no Brasil a oferecer experiência imersivas, como é tendência em todo o mundo. Infelizmente, durou pouco. Como as exposições são interativas, o MIS ficou fechado por quase um ano, para evitar a proliferação da Covid-19. Em fevereiro de 2021, a tão esperada reabertura ocorreu. Agora, há mais espaço de fluxo, para evitar aglomerações, em um percurso que cuida do distanciamento social. O museu segue com a exposição Leonardo Da Vinci – 500 Anos de um Gênio, com projeções de obras do artista e protótipos de suas criações. Como novidade, uma área instagramável, o Mona Lisa Illusion, com cenários que criam ilusões de óptica.

Leonardo Da Vinci – 500 Anos de um Gênio, exposição imersiva no MIS Experience (Foto: divulgação)

Serviço

Período: até 9 de maio
Horários: terça a domingo, das 10h às 16h
Localização: Rua Vladimir Herzog, 75, Água Branca
Entrada: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada), gratuito às terças
Ingressos e agendamentos apenas pelo site: https://mis-sp.byinti.com/#/ticket/eventInformation/dht_1QDRFaLpDVq6FyZk 

Dica: É obrigatório comprar os ingressos pela internet com antecedência, pois a bilheteria está fechada. Especialmente pelo MIS Experience ficar mais afastado do centro, não vale a pena correr o risco de chegar lá e não conseguir entrar, já que a procura é grande, especialmente aos finais de semana. A visita à exposição tem duração máxima de uma hora, com permanência máxima de 20 minutos na área instagramável.

2 | Emmanuelle Moureaux no Farol Santander

A arquiteta francesa Emmanuelle Moureaux divide e cria espaços utilizando as cores como elementos tridimensionais. Ela se inspira nas várias camadas e cores de Tóquio, cidade que escolheu para viver. Agora, essa imensidão colorida traz quietude para a barulhenta São Paulo. Nas alturas do Farol Santander, é possível passear entre 15 mil números impressos em 100 diferentes tonalidades calmas. A instalação Floresta de Números faz parte da série 100 cores, iniciada em 2013, que busca o impacto visual do perfeito alinhamento com a harmonia das cores.

Floresta de Números de Emmanuelle Moureaux (Foto: divulgação Farol Santander)

Serviço
Período: até 23 de maio
Horários: terça a domingo, das 10h às 20h
Localização: Rua João Brícola, 24, Centro
Entrada: R$ 25 e R$ 12,50 (meia-entrada) nos outros dias
Ingressos e agendamentos apenas pelo site: https://bileto.sympla.com.br/event/66583/d/95933 

Dica: A instalação de Emmanuelle Moureaux ocupa o 23º andar do Farol Santander. Como o ingresso permite visitar o prédio todo, vale também ver as exposições A Arte da Moda, nos andares 19 e 20, Exfinito, no 22, e, para quem tem crianças, a infantil O Jardim das Maravilhas de Miró, no 24.

3 | Ivan Serpa no CCBB

Ivan Serpa é referência na arte moderna e contemporânea brasileira. O artista carioca ganha retrospectiva completa no CCBB, com mais de 200 obras de diversas coleções, mostrando várias fases do pintor e sua multiplicidade estética e técnica. A Expressão do Concreto traz no título referência ao concretismo, porém é difícil categorizar o artista em algum movimento ou categoria. Há obras geométricas, informais, expressionistas, simbolistas, figurativas, místicas, científicas, poéticas e racionais. Um verdadeiro passeio pela arte brasileira recente.

Exposição A Expressão do Concreto, de Ivan Serpa (Foto: divulgação CCBB-SP)

Serviço
Período: até 12 de abril
Horários: quarta a segunda, das 9h às 19h
Localização: Rua Álvares Penteado, 112, Centro
Entrada: gratuita
Agendamentos apenas pelo site: https://www.eventim.com.br/city/sao-paulo-943/venue/centro-cultural-banco-do-brasil-sao-paulo-23550/ 

Dica: Além de espaços expositivos, o CCBB também conta com cinema. Até 8 de março, acontece a mostra Steve McQueen: The King of Cool, com a exibição de 26 filmes estrelados pelo ator e três documentários sobre sua vida e obra. Vale aproveitar na mesma visita. Porém, é preciso agendar ambas as atividades separadamente.

4 | Antigo e Pronto

Os apaixonados por antiguidades ganharam um novo espaço de encantamento em São Paulo. A Antigo e Pronto é uma iniciativa surpreendente do jornalista da Rede Globo Fabricio Battaglini, que também é amante de móveis antigos. O negócio nasceu de sua própria experiência como consumidor, que muitas vezes comprou antiguidades pela internet e recebeu em péssimo estado de conservação. Na Antigo e Pronto, todas as peças estão em perfeito estado, muitas delas restauradas. É possível encontrar ali algumas preciosidades da década de 1960, como o banco Novo Rumo, de jacarandá; a poltrona Gelli Canoa, de courvin; e o Espelho Azen, design de Sergio Rodrigues, de jacarandá.

Poltrona Gelli Canoa e luminárias Dominici, na Antigo e Pronto (Foto: Tiago Mendes)

Serviço

O showroom fica na Vila Clementina. As visitas devem ser agendadas no Instagram @antigoepronto.

5 | Padaria do Mosteiro 

A dica não é nova, mas é boa e um tanto quanto “secreta”. Você sabia que os monges do Mosteiro de São Bento produzem pães, bolos e biscoitos artesanalmente? São delícias baseadas em receitas de séculos atrás, encontradas nos arquivos do mosteiro. Os bolos são batidos à mão e utilizam farinhas francesas e fermento natural, o levain. A padaria tem duas lojas, no próprio mosteiro ou nos Jardins, na Rua Barão de Capanema, 416. Mas vale a pena ir até o mosteiro, de arquitetura típica do século 17, inspirada na tradição eclética germânica, projeto de Richard Bernd, de 1910. Ainda, assistir às missas com canto gregoriano e órgão – uma experiência não só religiosa, mas também cultural.

Pão São Philippe, com farinha francesa integral e nozes, da Padaria do Mosteiro (Foto: divulgação)

Serviço
Horários: segunda a sexta, das 7h às 18h; sábados, das 7h às 12h; domingos, das 11h às 12h
Localização: Largo de São Bento, s/n, Centro 
Dica: Apesar da calma do mosteiro, ele está a apenas uma quadra de distância da Rua 25 de Março, o maior centro de comércio popular de São Paulo. É possível aproveitar a visita à igreja e a padaria para conhecer outros pontos turísticos da região central.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *