Menu
Projetos e Obras
Busca

Portobello Coleção

Revestindo pisos – Parte 6

10/08/2016

Chegamos à última parte da série Revestindo pisos, sobre os prós e contras dos materiais mais comumente utilizados para o revestimento de pisos. Nos posts anteriores, falamos sobre a variedade de padrões e texturas da cerâmica, sobre a beleza e facilidade de manutenção do porcelanato, sobre a nobreza e sofisticação das pedras, sobre a rusticidade,(…)

Chegamos à última parte da série Revestindo pisos, sobre os prós e contras dos materiais mais comumente utilizados para o revestimento de pisos.

Nos posts anteriores, falamos sobre a variedade de padrões e texturas da cerâmica, sobre a beleza e facilidade de manutenção do porcelanato, sobre a nobreza e sofisticação das pedras, sobre a rusticidade, sofisticação e durabilidade do cimento e sobre a nobreza e beleza da madeira. Hoje iremos tratar dos laminados.

Os pisos laminados

Compostos por um tipo muito resistente de aglomerado (MDF ou HDF – Fibra de média ou alta densidade), e acabados por uma película protetora aplicada sobre lâminas que imitam madeira, o laminado vem despontando no mercado como uma solução mais ecológica e barata que o material natural.

piso-laminado

Vantagens

Entre as principais vantagens deste material estão a facilidade de colocação e também a de manutenção, que deve ser feita com pano úmido quase seco, e complementada pelo uso eventual de produtos especiais. Em determinados casos, o piso laminado pode ser colocado sobre o piso existente, o que também é um fator bastante atraente.

Desvantagens

Entre as principais desvantagens do laminado está a sua baixa resistência à umidade. Quando instalado em áreas molhadas – o que não é indicado – ele se deforma e, mesmo que receba pouca quantidade de líquido, ele pode “inchar” ou ficar manchado. Existe uma grande variedade de produtos e fabricantes de laminados, por este motivo, deve-se observar sua procedência, resistência e qualidade, já que existem tipos que perdem com maior rapidez a camada superficial protetora e ficam riscados e manchados pelo uso normal.

Porcelanato Extra fino

O porcelanato Extra fino da Portobello pode ser uma opção alternativa ao laminado. Como já explicamos neste post, os porcelanatos Extra finos compõem uma linha incrível que, através da impressão digital, reproduz o mármore, o concreto, as pedras, o metal e a madeira.

porcelanato-lamina-waves-blue

Produzidas com alta tecnologia e espessura reduzida, com a mesma resistência do porcelanato, as lâminas extra finas são ideais para reformas rápidas e sobreposição de revestimentos em pisos, paredes, fachadas, decoração de interiores e para o uso criativo em mobiliários.

Vantagens

Entre as principais vantagens da utilização deste revestimento para casa, podemos citar a redução dos gastos de energia na aplicação, já que pode-se aplicá-lo com o auxílio de uma ventosa. O material também gera menos entulho e resíduos de poeira já que pode ser aplicado diretamente sobre o piso antigo.

Além disso, o porcelanato extra fino é mais fácil de cortar ou de perfurar e reduz a sobrecarga de uma edificação, por conta da sua espessura, que é de 4-5 mm, comparado aos porcelanatos comuns, de 10 mm.

vantagens-porcelanato-extrafino

porcelanato-extrafino-landscape-greige

A decoração com esse revestimento é repleta de infinitas possibilidades. Com a espessura reduzida e leve, é possível revestir diversas peças do mobiliário como cabeceiras de cama, portas de guarda-roupa, superfícies de mesas e bancadas, entre outros. Além de revestir, ainda é possível extrapolar a função original do Extra fino e criar luminárias, divisórias de estantes e esculturas.

E então, dos materiais que apresentamos até agora, qual o seu favorito? Conta pra gente!

Maria Alice Miller é designer de interiores carioca dedicada à análise e crítica de design, decoração e arquitetura. Colabora para inúmeros sites e blogs na internet e é editora do blog Casa com Design.

4 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *