Menu
Projetos e Obras
Busca

Portobello Coleção

Revestindo pisos – Parte 5

19/05/2010

Nossa série sobre os prós e contras dos materiais mais comumente utilizados para o revestimento de pisos continua. Falamos hoje sobre madeira. Madeira Em forma de tacos, réguas, tábuas ou parquets, a madeira é considerada um revestimento nobre, principalmente na atualidade, quando se torna cada vez mais escassa. É bonito e resistente, possuindo uma enorme(…)

Nossa série sobre os prós e contras dos materiais mais comumente utilizados para o revestimento de pisos continua. Falamos hoje sobre madeira.

Madeira

Em forma de tacos, réguas, tábuas ou parquets, a madeira é considerada um revestimento nobre, principalmente na atualidade, quando se torna cada vez mais escassa. É bonito e resistente, possuindo uma enorme possibilidade de desenhos e composições.

Como principal vantagem está a sua beleza, mas sua manutenção tem que ser bem feita. Há variados tipos de acabamento – sinteco, cera, oxigenação, resinas e vernizes, por exemplo – e o tipo ideal a ser aplicado em pisos deve ser escolhido de acordo com o aspecto desejado e com ajuda de especialistas. Outro ponto forte da madeira é o de ser considerado um material aconchegante e “quente”, o que a coloca entre os materiais preferidos em residências localizadas em climas mais temperados.

ceramica_portobello_ecoparquet

Com tamanhos ideais para paginação, o Ecoparquet simula bem madeira em forma de parquet

Como desvantagem está a necessidade de manutenção constante e bem feita, de modo que o material se preserve. O assentamento deve ser feito por especialistas sob o risco de se soltar facilmente. Além disso, o produto deve ser seco em estufa e receber tratamento anti-pragas (cupins, brocas e outros insetos), o que nem sempre é observado pelos fornecedores.

Mesmo quando escolhemos uma madeira considerada “nobre”, corremos o risco de adquirir um material frágil, sendo que os fornecedores conhecem perfeitamente quando uma remessa é “boa” ou “ruim”. Isso acontece, pois a madeira é um material natural, e sofre com variações climáticas e de cultivo. Além disso, sua extração não é mais sustentável, o que aumenta seu custo consideravelmente, além de agredir o planeta.

Saiba mais sobre o Ecoparquet Portobello aqui.

Maria Alice Miller é designer de interiores carioca dedicada à análise e crítica de design, decoração e arquitetura. Colabora para inúmeros sites e blogs na internet e é editora do blog Casa com Design.

LogoASSINATURAbranco Em sua reforma ou construção escolha um piso ou revestimento em porcelanato Portobello.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • viviane says:

    boa tarde tive a infelicidade de pegar um pedreiro que não foi muito bom o serviço e o piso 0.60 x 0.60 domus cotton lindo porem o assentamento não ficou muito bom.
    Consultei outro profissional pois a area era de 53 metros quadrados.
    não dava para quebrar tudo e perder o piso que acabou de ser colocado.
    Com relação a junta ele fez de 3mm outras de 2mm.
    Enfim pelo menos não assentou torto.
    gostaria de uma opinião de voces claro que sem ver se torna mais dificil a opnião.
    mas chegamos a conclusão de retirar todo aquele rejunte comum na cor palha e colocar um epoxi gostaria agora na cor branca fica bonito?
    dDepois iremos retirar todo o rodapé que esta feio e mal colocado e com 7cm de altura e colocarmos outro rodapé com 10cm de altura. assim o pedreiro disse que irá melhorar 80% para consertar a besteira do outro pedreiro.
    Será que estamos no caminho certo?
    Aguardo retorno.
    obriigado.

    • Equipe Portobello says:

      Olá Viviane
      Infelizmente não podemos opinar. Sugerimos que converse com o profissional para ver a melhor solução.
      Continuamos a disposição

      Grande abraço
      Equipe Portobello