Menu
Projetos e Obras
Busca
Relacionamento com o cliente: 5 dicas imbatíveis para arquitetos

Conteúdo Arquitetura

Relacionamento com o cliente: 5 dicas imbatíveis para arquitetos

04/02/2019

Entender o perfil de cada consumidor, usar as imagens e a linguagem correta no contexto exato fará com que o relacionamento com o cliente se fortaleça no meio arquitetônico.

A rotina de quem trabalha com arquitetura é muito corrida e exigente. Além de acompanhar as tendências do mercado e aplicar técnicas sustentáveis e eficientes, é preciso saber dialogar com fornecedores, colaboradores e consumidores.

Nessas horas, alguns profissionais têm dificuldades de manter o foco na criatividade e no atendimento das demandas dos projetos. Um de seus principais problemas ocorre no relacionamento com o cliente.

De nada adianta, por exemplo, oferecer as melhores soluções se você não entende os desejos dos usuários.

E não pense que isso é fundamental apenas na hora de assinar o contrato. É necessário prestar muita atenção nas formas como você aborda o cliente e quais linguagens e meios de comunicação você utiliza.

Pensando nisso, este post vai mostrar para você cinco dicas que todo profissional de arquitetura deve colocar em prática para melhorar o relacionamento com seu público.

Continue conosco e aproveite!

1. Entenda o perfil de cada consumidor

Arquiteto e clientes analisando o projeto apresentado

Antes de tomar qualquer decisão, um arquiteto precisa entender muito bem quais são os desejos e as dores de seus consumidores.

Jovens recém-casados têm necessidades diferentes de um casal de idosos, não é mesmo? De forma semelhante, um apartamento em um grande centro urbano precisa ser concebido com conceitos diferentes de uma casa no interior do estado.

Dessa forma, é muito importante analisar o perfil de cada consumidor e saber quais são as melhores soluções a oferecer. Essa dica parece simples, mas melhora o relacionamento com o cliente, pois mostra que você está preparado para atender a todas demandas que surgirem com precisão.

Outra boa prática é se especializar em um nicho de atuação. Hoje em dia, existem inúmeras possibilidades para singularizar o seu atendimento, como:

  • a arquitetura verde;
  • o design de móveis;
  • as reformas;
  • e muitos mais!

Se você parar para analisar, vai entender que existem oportunidades para todos os tipos de profissionais e usuários. Por isso, escolha aquela que mais se adapta às suas características e às intenções de consumo da parcela do mercado que você deseja atender.

2. Utilize a linguagem e os meios de comunicação corretos

Arquiteta realizando uma reunião presencial para apresentar o projeto

Já se foi o tempo em que era necessário fazer anúncios em jornais e programas de televisão para atrair consumidores para o negócio. Graças ao avanço das tecnologias, você pode alcançar possíveis clientes em todos o país sem sair do seu escritório.

É preciso escolher a abordagem correta para que isso aconteça. Primeiramente, você deve traçar um plano de comunicação, considerando os canais a utilizar. As redes sociais oferecem grandes chances para atrair o público jovem. Criar blogs e conteúdos em vídeos também são boas alternativas.

Mas não se esqueça: o famoso “boca em boca” ainda é uma das melhores formas de fazer o seu negócio ser reconhecido. Além disso, reuniões presenciais ainda agregam muito valor. Essas situações ajudam você a criar laços e garantir o melhor relacionamento com o cliente.

Por isso, sempre preste um serviço de qualidade e veja como o seu trabalho será recomendado naturalmente no mercado

3. Mostre imagens de inspiração

Arquiteta apresentando projeto de uma forma mais visual e atrativa

A arquitetura é repleta de termos e elementos que não são conhecidos por muitas pessoas. Se você utilizá-los de qualquer maneira na conversa com um consumidor pode se preparar para uma possível resposta negativa.

Uma boa ideia para melhorar o relacionamento com o cliente é usar imagens, vídeos e qualquer conteúdo visual. Existem softwares de computador e aplicativos que permitem a criação de ambientes 3D, que facilitam o entendimento do usuário. Não se esqueça de utilizar animações e renderizações arrebatadoras também.

O AutoCad, o Revit, o 3DS Max, o SketchUp e o Photoshop são as ferramentas mais conhecidas. Contudo, não se restrinja a elas e sempre procure por novos programas com outras funcionalidades.

4. Não se esqueça do pós-venda

Arquiteta realizando o pós venda por telefone

Se você acha que a jornada do consumidor acaba após a entrega das chaves, é melhor mudar o seu pensamento o quanto antes. Na verdade, isso marca o início de uma nova etapa do relacionamento com o cliente: o pós-venda.

A era digital permite que você tenha contato a longo prazo com todas as pessoas que contrataram os seus serviços — e você deve aproveitar essa oportunidade para crescer ainda mais.

Algumas boas dicas são:

  • sempre esteja aberto ao diálogo;
  • escute os feedbacks recebidos;
  • informe o contratante sobre a evolução do projeto constantemente.

5. Mostre o custo-benefício de cada solução

As tendências da arquitetura podem surpreender consumidores e profissionais despreparados, como a garagem de estar e o conceito pet friendly. Apesar de cada uma ter certas particularidades, todas estão sujeitas ao mesmo problema: a resistência do cliente.

Em algumas situações, uma solução inovadora pode não ser atraente em um primeiro momento, principalmente se o valor for elevado. Contudo, você deve saber que sempre é possível superar esse obstáculo, mostrando o custo-benefício proporcionado.

Dessa forma, apresente os retornos que a aplicação de um produto no projeto traz a longo prazo nas vidas das pessoas. Algumas soluções são mais duráveis e têm qualidade maior. Outras ajudam a preservar a natureza, promovendo a sustentabilidade e a reutilização dos recursos naturais.

Nessas horas, utilize casos de sucesso de outros consumidores e faça com que o seu relacionamento com o cliente fique mais transparente e direto.

O que fazer agora?

Ao ler este conteúdo, você entende mais sobre como é importante ter um bom relacionamento com o cliente. Você deve enxergar cada projeto como um desafio a ser superado, esforçando-se ao máximo para atender às demandas do usuário.

A partir disso, você sabe como algumas atitudes melhoram a sua imagem no mercado e mostram que você é apaixonado por sua profissão. O uso de ferramentas tecnológicas já não é mais um diferencial para se destacar, e sim uma característica básica de um bom profissional.

Além disso, lembre-se de nunca deixar de lado o caráter humano em suas relações. Sempre escute o que os clientes têm a dizer, principalmente os feedbacks negativos. Eles evidenciam as suas falhas e os pontos que precisam de melhorias.

E então, quer aprender ainda mais sobre outros assuntos essenciais para o bom desempenho de um profissional de arquitetura? Basta continuar conosco e conhecer os principais apps de arquitetura e design!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *