Menu
Projetos e Obras
Busca
area de servico externa em tons de cinza

A área de serviço externa pode sim ser funcional (Projeto: Anna Elaine Bertoldo Dos Santos)

Conteúdo Matérias

Área de serviço externa: dicas para caprichar no projeto!

10/05/2022

A área de serviço externa é sempre fora de casa? Vale a pena ter uma? Essas e outras dúvidas são esmiuçadas aqui, com dicas!

Optar por uma área de serviço externa pode ajudar na organização e bom funcionamento de seu lar. Mas, para que esse ambiente tenha o resultado positivo desejado sem dar dor de cabeça aos usuários, é indispensável que ele seja bem planejado. Só assim você poderá contar com uma lavanderia realmente funcional sem abrir mão da beleza que um bom projeto deve ter.

Por conta disso, nós do Archtrends Portobello trouxemos dicas essenciais para quem deseja adicionar uma lavanderia externa em sua residência. Mas não se deixe enganar, a orientação e visão técnica de arquiteto é indispensável para aproveitar melhor os recursos para sua obra, e o objetivo desse conteúdo é servir como um ponto de partida para quem quer fazer mudanças nessa parte do lar.

Continue a leitura e veja as dicas que selecionamos!

Por que investir em uma área de serviço externa?

Recentemente pudemos assistir em horário nobre na TV aberta a bela e divertida área de serviço externa do Big Brother Brasil. Desde o bom uso do espaço externo até a integração da decoração da área de lazer com a leveza visual da lavanderia fez com que fosse perceptível que esse espaço não precisa ficar escondido e tampouco ser sem graça, sem cor e sem vida.

Investir numa área de serviço externa bem planejada é prezar pela beleza, praticidade e funcionalidade do seu lar de forma organizada. Como um ambiente desses agrega lavanderia, armazenamento de materiais de limpeza e outros itens que são usados na manutenção da casa, deixá-lo fora da parte principal do imóvel aumenta a organização e facilita a realização das tarefas.

Quer saber mais motivos para investir em uma área de serviço externa? Listamos alguns para você:

  • ter um espaço desse planejado “distante” da parte circulável da casa faz com que qualquer bagunça que ali se dê não se espalhe por todo o restante da casa;
  • também existe o fator de privacidade para quem opta pela área externa. Afinal, mesmo se uma visita chegar inesperadamente em sua casa, não terá que se incomodar se estiver essa parte fora de ordem por estar utilizando-a;
  • além disso, um espaço reservado assim pode ser perfeito para proteção de crianças e animais domésticos: filhos pequenos ou pets poderiam entrar em contato com produtos químicos caso estes estivessem em um cômodo sem divisão do restante do lar.

A área de serviço externa é sempre fora de casa?

Pode parecer confuso, mas nem sempre a área de serviço externa fica realmente fora da estrutura da casa. Mesmo quando esse local fica “grudado” com outro cômodo, apenas por existir uma divisão clara entre esse espaço e o restante do domicílio, já podemos chamá-lo de área externa.

Isso ocorre porque houve um crescimento dos projetos em que a parte de serviço da casa fica completamente integrada à outros espaços como a cozinha. Portanto, a existência de uma parede delimitando bem onde começa um cômodo e o outro já é uma forma de retirar a área de serviço de dentro da residência.

Mas, é claro, não estamos falando que há algum problema em projetar esse ambiente ligado à outras partes da casas. Essa é uma solução que funciona muito bem para apartamentos ou imóveis com pouco espaço. No entanto, nossa missão é deixar cristalinas as possibilidades de deixar essa área fora de vista, para quem tem esse interesse.

area de servico toda branca, com janela de vidro para área externa, bancada e armários brancos sem puxadores e pia em porcelanato claro
Para quem gosta de um visual mais clean, unir o porcelanato em concreto com móveis brancos é a pedida (Projeto: Lez Arquitetura)

Cuidados essenciais para projetar uma área de serviço funcional

Se você está pensando em reformar sua casa e quer modificar sua área de serviço, ou ainda se está começando a obra de sua nova residência, descubra os principais pontos que precisará ficar atento ao decidir – juntamente com um profissional da arquitetura – como quer esse ambiente!

1. Escolha um piso adequado

Para garantir sua segurança e de quem mora com você, escolha utilizar um piso antiderrapante em sua área de serviço externa. Como nesse espaço são realizadas tarefas que podem molhar o chão, se optar por um acabamento muito liso, qualquer um dos usuários poderá escorregar e se machucar.

A solução para evitar esse problema e ainda manter uma estética harmônica no cômodo são os porcelanatos com acabamento externo (EXT). Eles possuem uma textura que evita que o chão desse espaço fique escorregadio mesmo se for molhado, e ainda podem ser combinados com outros elementos para criar uma área tão bonita quanto funcional.

Já temos em nosso portal um conteúdo completo sobre pisos externos em que você pode se aprofundar ainda mais no tema e entender como escolher o melhor para seu lar.

2. Opte por eletrodomésticos e móveis inteligentes

Como estamos falando de um ambiente funcional, nada melhor do que apostar na funcionalidade das peças indispensáveis para uma área de serviço, como uma lavadora de roupas, com outros itens que são úteis para a realização de diversas tarefas como uma bancada ou um armário.

As máquinas de lavar roupa que possuem abertura frontal são uma facilidade e tanto para quem deseja aproveitar cada mínimo cantinho do cômodo. Elas permitem que esse eletrodoméstico seja encaixado em móveis com muito mais facilidade. Da mesma forma, os tanque embutidos são uma ótima saída tanto para a economia de espaço quanto para o visual desse ambiente.

Planejar tudo isso com antecedência facilita no momento de comprar os itens novos para o espaço e também facilitará nosso próximo passo.

sacada de apartamento, com grade baixa, mesa em madeira escura com duas cadeiras e área de serviço planejada no fundo do corredor com máquina de lavar cinza escura
O planejamento da área de serviço externa é indispensável! (Projeto: Zark Studio Lab)

3. Verifique os pontos elétricos e hidráulicos

As saídas de água, a tubulação de acesso ao esgoto e as fontes de energia são pontos cruciais para uma área de serviço. É preciso pensar na posição de cada um desses itens conforme a distribuição de móveis e eletrodomésticos. Assim tanto o tanque quanto a máquina de lavar roupa, por exemplo, terão como dar vazão à água que é utilizada para a limpeza das peças.

Verifique também a voltagens de seus itens elétricos, pois em algumas regiões do Brasil pode ser muito comum no dia a dia a utilização apenas de pontos de energia 110v, ficando de lado as tomadas 220v. Portanto, fique atento a essa necessidade antes da finalização do projeto para não ter problemas futuros.

No entanto, se você ainda não tiver certeza sobre os eletrodomésticos que irá utilizar, nossa recomendação é possuir, ao menos, uma tomada de maior voltagem. Assim, caso adquira algum produto que necessite dela, não terá dor de cabeça para fazer essa modificação após o fim da obra.

4. Pense na durabilidade do revestimento

O revestimento de uma área de serviço externa deve ser resistente, fácil de limpar e também combinar com o visual adotado no restante da casa. Busque por uma opção que possa ter contato com água para que o uso da máquina, do tanque ou até a secagem da roupa não seja um problema.

porcelanato e as pastilhas cerâmicas são opções que estão entre as favoritas do público, pois além de cumprirem as necessidades funcionais dessa parte do projeto, eles possuem uma variedade de cores que podem ser utilizadas para a estética do ambiente.

pia de área de serviço com torneira, bancada com torneira e revestimento da parede contemporâneo com desenhos em flrores e listras
O porcelanato em concreto no piso dá a liberdade de ousar nos revestimentos decorativos (Projeto: Silvana Pretta Arquitetura)

5. Priorize a organização

Como uma área de serviço deve servir tanto para a realização de atividades de limpeza quanto para o armazenamento de utensílios e produtos relacionados a essas tarefas, ter espaço para organizar tudo isso é essencial. Invista em armários, nichos e prateleiras para auxiliar na separação de cada tipo de material.

Os móveis planejados são uma ótima saída para montar o ambiente da maneira mais organizada possível para você. Por exemplo, os armários verticais são formas de otimizar o espaço e a organização em uma área de serviço externa pequena. No entanto, mesmo sem eles é possível alinhar os elementos desse espaço para que fiquem mais funcionais e sempre à mão. Como? Basta buscar inspirações para projetos aqui no Archtrends Portobello!

6. Invista em elementos de fácil preservação

Como as lavanderias muitas vezes acabam ficando molhadas durante o uso e a limpeza é palavra-chave para manter tudo utilizável por mais tempo, é preciso pensar em peças (além do revestimento) que possuam boa durabilidade e possam ser preservadas sem dificuldade mesmo com a presença de água.

Armários embutidos, ganchos nas paredes e móveis de materiais reforçados são as soluções mais certeiras para não precisar trocar a mobília em pouco tempo por estragá-la com a umidade. Invista em peças de madeira impermeabilizadas, bancadas de porcelanato e até em apoios suspensos para que os utensílios de limpeza não precisem ficar em contato constante com o chão.

Como a limpeza também faz parte da preservação de um ambiente, escolha sempre peças que sejam fáceis de limpar. Assim, não perderá tanto tempo nessa atividade.

7. Torne esse ambiente utilizável em diferentes estações

Se sua área de serviço externa é separada completamente da casa, a cobertura se torna uma questão a se preocupar. É preciso criar um espaço em que seja possível aproveitar a luz natural enquanto estiver dia, mas que também ofereça proteção durante as horas mais fortes da incidência solar. Grandes janelas, claraboias e até telhados retráteis podem ser usados para resolver essa questão.

Mas, não se esqueça dos dias de frio e chuva, é preciso que todo o ambiente ainda seja confortável para o uso durante as estações mais geladas do ano. Portanto, o projeto deve evitar que algum dos lados fique completamente exposto e aberto. Uma porta de vidro pode ser ideal para que o ambiente ainda fique com uma aparência de maior (por oferecer a visualização do quintal), sem que deixe os moradores expostos ao clima.

ambiente para área de lavar, com móveis pretos e pia preta, duas máquinas de lavar embutida no armário, sofá com tiras abertas na tonalidade verde escuro e uma pia grande escura
Investir em uma cobertura para a área de serviço externa é uma opção para torna-la prática em qualquer estação (Projeto: Vit Bianchini)

8. Escolha as portas corretamente para não perder espaço

Muitas vezes as casas possuem área de serviço externa pequena, por isso, não dá para ficar perdendo espaço por conta de abertura de porta, não é mesmo? As opções retráteis e até as de correr são muito melhores para esse tipo de ambiente. Afinal, elas cumprem seu papel de separar aquele local do restante da casa, mas não prejudicam a usabilidade.

Escolhendo corretamente você pode utilizar o espaço que precisaria ficar livre para comportar uma porta de dobradiça. Assim, poderá aumentar os espaços de armazenamento do local ou distribuir melhor os elementos sem precisar apertá-los todos em um só canto.

9. Não se esqueça do espaço para o varal

Seja para as áreas de serviço externas pequenas ou para as maiores, o varal, se não planejado corretamente, pode ser um problema. Afinal, é preciso de um espaço reservado para a secagem das peças lavadas. Caso não deseje aqueles modelos desmontáveis e que nem sempre são esteticamente harmônicos com o ambiente, existem outras saídas.

Os varais de teto são uma ótima saída para quem tem pouco espaço disponível, pois o projeto ganha espaço livre no chão onde ficaria apoiado um varal tradicional, sem abrir mão da funcionalidade do cômodo. Você também pode investir em varais integrados aos armários e o tanque, alguns modelos de móveis projetados acrescentam esse elemento acima do tanque embutido e assim tudo fica compacto e organizado.

10. Decore o ambiente com objetos funcionais

É normal querer que cada cantinho de seu lar seja bonito e tenha um toque de decoração que dá personalidade ao espaço. No entanto, para fazer isso não é necessário abrir mão da funcionalidade.

Componha sua área de serviço planejada com cesto organizadores de diferentes tons, potes de armazenamento que combinem e outros objetos de decoração que tenham uma utilidade. Existem também suportes de parede que com um visual bonito, mas que podem ser usados para pendurar vassouras, rodos e outros utensílios.

Entendendo todos esses detalhes a se considerar para montar sua área de serviço externa, ficará ainda mais fácil para você imaginar como deseja esse espaço e passar suas ideias para quem está à frente do projeto tornar a criação desse local possível. Para mais dicas, acompanhe as outras publicações do Archtrends Portobello e descubra mais sobre o mundo da arquitetura!

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *