Menu
Projetos e Obras
Busca
Sara Cultural Center, um dos maiores prédios de madeira do mundo

Sara Cultural Center, um dos maiores prédios de madeira do mundo fica na Suécia (Crédito: Jonas Westling/ Divulgação)

Conteúdo Colunistas

Com hotel e centro cultural, prédio na Suécia é um dos maiores de madeira no mundo

08/04/2022

Escritório White Arkitekter concluiu Sara Cultural Center em Skellefteå, com 75 metros de altura.

Um prédio de 75 metros, situado na cidade Skellefteå, na Suécia, entrou para a lista dos maiores de madeira do mundo por meio de projeto assinado pelo escritório White Arkitekter. Concluído em setembro de 2021, o edifício abriga o Sara Cultural Center -, espaço com hotel, spa, galeria de arte, biblioteca municipal, auditório de 1200 lugares e centro de conferências. 

A proposta por trás dessa construção é honrar o histórico da cidade, de grande uso de madeira na arquitetura, além de ampliar o uso do material no desenvolvimento de projetos complexos e arranha-céus, e criar uma estrutura carbono negativa. Ou seja, um olhar contemporâneo e sustentável para novas edificações.

Prédio de madeira foi desenvolvido com o intuito de se tornar carbono negativo (Crédito: Jonas Westling / Divulgação)

Para isso, foram utilizados apenas madeiras de origem local, de florestas sustentáveis, que foram processadas em uma serraria a 50 quilômetros da obra. 

Também foram usados, para a construção do hotel, módulos 3D pré-fabricados em madeira laminada cruzada (CLT). E, no centro cultural, colunas e vigas de madeira laminada colada (GLT). 

O projeto estrutural integrado eliminou totalmente a necessidade de concreto da estrutura de suporte de carga, acelerando a construção e reduzindo a pegada de carbono do edifício.

Edifício abriga biblioteca municipal, além de hotel, spa e centro de conferências (Crédito: Jonas Westling / Divulgação)

A cobertura do prédio recebeu painéis solares para produção de eletricidade. Nele há ainda uma unidade de controle com Inteligência Artificial, programada para aprender o uso de energia do edifício em função da ocupação e programação.

Sua fachada de vidro tem pele dupla com proteção solar que se adapta às variações sazonais – controlando assim a entrada de luz e temperatura.

Com transparências em vidro, edifício busca atrair moradores da cidade de Skellefteå, além de turistas (Crédito: Jonas Westling / Divulgação)

Para celebrar o ofício por trás do processo criativo, foram priorizados layouts abertos, com alto uso de vidro e transparências, para revelar “o que se passa nos bastidores”, tanto para visitantes quanto para transeuntes. A ideia é criar um local aberto e convidativo para turistas e moradores da cidade – além de uma vitrine para projetos sustentáveis


Auditório de 1200 lugares do Sara Cultural Center (Crédito: David Valldeby / Divulgação)
Para obra, foram usadas apenas madeiras de florestas sustentáveis vizinhas (Crédito: Divulgação)

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *