Menu
Projetos e Obras
Busca

Portobello Portobello

Portobello encanta visitantes com estande na Expo Revestir

14/03/2018

Mais uma vez, empresa lança coleção In & Out/Movimento na feira que é referência do setor com produtos marcados pela inovação.

Se para boa parte dos brasileiros o ano começa só depois do Carnaval, para o segmento de arquitetura e construção é a Expo Revestir que marca o início de um novo ciclo. A maior feira de soluções em acabamentos da América Latina, a “fashion week” do setor, abriu suas portas na terça-feira, 13, para continuar fazendo história em sua 16ª edição com uma área de 40 mil m² no Transamerica Expo Center.

Confira a coleção In & Out/Movimento!

Parte frontal do estande da Portobello na Expo Revestir 2018

Com a inovação como carro-chefe, a Expo Revestir aposta, em 2018, em um novo formato de visitação em seus quatro dias de feira: business Days (13 e 14 de março) e Creative Days (15 e 16 de maço), com conteúdos para públicos específicos no intuito de otimizar o tempo das cerca de 60 mil pessoas, de 65 países, esperadas por lá em busca de novas ideias e tendências. Dentre os 240 expositores, sendo 21 internacionais, dos setores de cerâmicas, louças sanitárias, laminados, rochas ornamentais e afins está a Portobello em um estande de 700m² que mantém a abordagem da empresa em valorizar a arquitetura brasileira.

Detalhes da decoração que fazem a diferença

“O estande é um sucesso, porque a gente pode ver aqui a realização de todo portfólio, de todo trabalho que a Portobello faz durante o ano, buscando se inspirar para novos produtos e também inspirar as pessoas. Eu acho muito bacana ver os ambientes como protagonistas, representando todo esse trabalho que foi feito durante o ano”, comenta Giovani Bonetti, arquiteto parceiro na idealização do projeto do estande. O profissional ainda destaca a importância da Expo Revestir no calendário dos colegas da área e analisa: “Com esse volume de pessoas que estamos vendo aqui, interessadas em produtos, a gente percebe que o mercado está ativo, começando a recuperar e isso é um bom sinal para todos”.

Poltrona do arquiteto Flávio Franco, integrante do primeiro Coletivo Criativo, decora um dos ambientes do estande

Ambiente feito com o novo produto da linha Steel

A ideia é um espaço contextualizado em ambientes que transmitam o conceito de cada linha da In & Out/Movimento. Isso tudo, claro, amarrado com a narrativa da coleção e do Coletivo Criativo, primeiro encontro entre profissionais e a Portobello no intuito de cocriar um novo produto. “Para mim, foi uma experiência muito bacana fazer parte disso e me surpreendi quando cheguei aqui no estande e vi duas peças minhas decorando o espaço. É uma marca que eu gosto muito, que já está presente nos meus projetos há bastante tempo”, garante o arquiteto de Piauí, Flávio Franco.

A satisfação não fica só por conta dos profissionais, mas da empresa também.

A gente se sente orgulhoso e é um prazer imenso poder mostrar um pouquinho daquilo que a gente é, aquilo que a gente faz. Esse é um momento extremamente importante na vida do nosso negócio, que tem um ciclo anual. E, todo ano, temos que inovar e nos reinventar. É assim que a gente chega a uma nova coleção nessa semana da Revestir, que é um evento importante do nosso setor, eu diria um evento importante também no calendário internacional”, afirma Cesar Gomes Jr, Presidente da Portobello.

Produtos da Officina Portobello são destaque no estande

A Expor Revestir, de fato, consolidou-se como a principal plataforma de negócios no mercado nacional e internacional ao longo da sua história, sabendo decifrar as necessidades do meio e sempre alinhada com as novas tecnologias e design atualizado. Quem passou por lá no primeiro dia de feira foi a arquiteta catarinense, Juliana Pippi, de olho nas tendências mais relevantes da nova edição.

Linha Marmi Classico na parede, piso e pias

“O estande da Portobello está lindo e são muitos destaques: os granilites, as bancadas com assinatura do Jader Almeida. A parte da Officina Portobello, que é uma marca ainda muito nova, eu acho que evoluiu bastante, apesar de ter até um processo manual de finalização, tem uma característica muito refinada de acabamento. Então, a gente fica muito impressionado. As texturas estão mais refinadas de uma maneira geral, a impressão, talvez, não está tão profunda, já está muito próxima da trama real do linho, por exemplo. Mesmo os cimentícios, que estamos mais acostumados, são cada vez mais reais”, diz Pippi, que aproveita para acrescentar: “Entra crise e sai crise, a Revestir só cresce e os estandes estão cada vez mais elaborados, os lançamentos cada vez mais aprimorados. Então, é uma maravilha!”.

Produto da Linha Toki+ de Hideko Honma

Linha Peggy ganha atenção de duas visitantes

Visitante analisa lançamentos da Portobello de perto