Menu
Projetos e Obras
Busca
portfólio arquitetura

Conteúdo Matérias

4 dicas de como montar um portfólio de arquitetura e interiores

26/01/2018

Em um mercado extremamente visual é superimportante que você tenha um portfólio de qualidade e sempre a seu alcance para poder mostrar, quando necessário, para um potencial cliente.

Nessa hora é que ocorre uma confusão muito grande. A maioria dos profissionais acha que ter um portfólio de qualidade é somente agrupar as fotos do seu melhor projeto. E que com isso as pessoas ficarão maravilhadas e irão comprar um projeto.

Infelizmente não funciona bem assim.

Para ter um portfólio de qualidade você precisa de muito trabalho, dedicação e técnicas adequadas. Então, se você quer impressionar as pessoas e começar a vender mais basta continuar lendo o texto e ver nossas 4 dicas.

1- Tenha uma proposta de valor

É hora de mostrar seu diferencial

Antes de você pensar nas fotos do seu projeto você precisa ter uma proposta de valor clara e convencer seu cliente do porque você é a melhor opção para ele.

Essa proposta de valor pode se resumir em uma linha e é o que vai gerar o interesse dele para querer te conhecer melhor.

É o que vai diferenciar você de todos os outros concorrentes.

Não caia no erro de achar que somente porque seus projetos são bons que as pessoas vão comprar de você.

Se precisar de inspiração para criar sua proposta de valor, você pode aprender com a metodologia do Círculo Dourado como criar uma ou conferir o curso da Viva Decora Academy sobre Proposta de Valor e Posicionamento de Marca.

2- Se preocupe com o design e nome da sua empresa

Outro erro comum são profissionais acharem que seu próprio nome falará por si próprio e que é a melhor opção para ser o nome da empresa.

Se você não é um Oscar Niemeyer, uma Lina Bo Bardi ou outro arquiteto superfamoso, essa regra provavelmente não vai se aplicar a você.

cartela-cores

Os detalhes fazem toda a diferença

Por isso é muito importante que você crie um nome de qualidade para sua empresa (afinal seu escritório é uma empresa). Veja 5 passos práticos e efetivos para criar nomes de escritório de arquitetura.

Além do nome, você precisa se preocupar também com o logotipo do seu escritório, visto que é ele que vai nortear toda a criação do seu portfólio no que diz respeito a cores, identidade visual, aplicações etc.

Aqui ainda vale fugir do senso comum de ter o seu nome como logotipo. Pense em criar ícones, em criar emblemas ou algo que faça sua marca ser reconhecida pelas pessoas. É fundamental lembrar que sua marca deve ser maior que você.

3- Seja objetivo

Seja certeiro

Nada de centenas de páginas. Nada de usar todos os projetos que você possui.

Seja objetivo, claro e preciso.

Tenha o mínimo de páginas possíveis (falando de portfólio impresso) e use somente o essencial e os melhores projetos para convencer as pessoas.

Foque no que você faz de melhor. Se possível, coloque depoimentos dos clientes relacionados aos projetos que você escolheu.

Outras pessoas falando que você é bom é muito mais poderoso do que você falando a mesma coisa.

No caso de um portfólio online use a mesma regra. Se você tiver um site de arquitetura não precisa colocar todas as suas fotos lá. Use a mesma regra de objetividade. As pessoas atualmente estão em um mundo de muita pressa, então não gaste o tempo delas à toa.

Uma dica bônus nesse tópico é sempre mesclar o online com offline. Tenha seu portfólio em sites como Behance, Pinterest,  Viva Decora, Archtrends Portobello e também tenha seu portfólio impresso (para você poder entregar em visitas, eventos etc).

4- Divulgue

Uma coisa é certa. Se você seguir os três passos acima e criar um portfólio perfeito, porém não divulgar, ninguém vai te encontrar e terá sido um trabalho em vão.

Então, tão importante quanto a criação é a divulgação do seu trabalho.

Divulgação é a alma do negócio

Para isso, você precisa focar tanto no online quanto offline, como falei na dica três.

Vá em eventos (de clientes e não de arquitetos), crie suas redes sociais (não foque somente em Instagram), tenha seu site e blog e comece a expor seu trabalho para a maior quantidade de pessoas possíveis.

Aquele velho clichê de quem não é visto não é lembrado vale aqui.

Comece hoje a ter um portfólio de qualidade

Dificilmente você vai conseguir, no primeiro momento, aplicar todas as dicas acima com perfeição e isso é completamente normal. Não precisa se preocupar com isso.

Entretanto, apesar disso, você não pode deixar de fazer. Feito é melhor que perfeito.

Então, chega de desculpas ou de tentar procurar o ideal. Faça o melhor que você pode com o que você tem e comece a colher os bons resultados e vá melhorando com o tempo.

Esse post foi escrito por Pedro Renan, gerente de marketing da Viva Decora, maior portal de decoração, reforma e mobília do Brasil.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *