Menu
Projetos e Obras
Busca

Foto de destaque: Resistente e de fácil manutenção, porcelanato é uma boa opção de revestimento para piscina (Projeto: Portobello S.A.)

Conteúdo Matérias

Afinal, qual é o melhor porcelanato para interior de piscina?

28/02/2022

Formato, acabamento, atrito… Entenda o que é necessário levar em consideração para escolher o porcelanato para interior de piscina ideal!

Muita gente já sabe que dá para utilizar porcelanato em ambientes externos, como varandas e quintais. No entanto, o uso do porcelanato para interior de piscina ainda gera dúvidas.Você pode usá-lo para revestir tanto a área interna quanto a parte externa e até decks. Contudo, vai precisar ficar de olho em algumas questões, como o acabamento e o atrito.

Para ouvir o artigo completo, clique no play abaixo:

Quer saber tudo a respeito desse assunto e conhecer boas opções de porcelanato para interior de piscina? Acompanhe a leitura!

Quais são as vantagens do porcelanato para interior de piscina?

porcelanato no interior da piscina de mansão
Escolha do porcelanato para piscina deve levar em consideração local da aplicação e características do produto
(Projeto: Raquel – Studio Del Valle)

O porcelanato ficou muito conhecido por causa da possibilidade de usar pouco rejunte devido aos seus grandes formatos, dando sensação de amplitude, além de beleza e sofisticação.

No entanto, ele oferece muitos outros benefícios, que também aparecem quando falamos de porcelanato para interior de piscina. Confira as principais vantagens de escolher esse material:

  • conta com versatilidade de acabamento, com opções como natural (NAT), polido (POL) e externo (EXT). Assim, o porcelanato pode ser usado no interior, na borda ou no deck;
  • absorve pouca água. Dessa maneira, a expansão do porcelanato é quase nula, o que reduz a probabilidade de descolamento de placas na área interna;
  • permite variar as cores de piscina, fugindo dos tradicionais azul e verde. Dá para ter um tanque branco, preto, cinza, vermelho e até e amadeirado, por exemplo;
  • oferece diferentes opções de textura, o que facilita reproduzir materiais como madeira, mármore e pedra, mas de um jeito simples de limpar e conservar;
  • entrega mais conforto térmico em relação a matérias-primas naturais, como pedras;
  • tem pouca necessidade de manutenção;
  • é resistente à pressão e à umidade;
  • garante facilidade de limpeza.

Qual é o tipo de porcelanato ideal para piscina?

porcelanato azul no interior da piscina
Tipo do porcelanato para interior de piscina vai depender do local de aplicação (Projeto: Carla Bertuol)

Basicamente, todos os tipos de porcelanato podem ser usados em piscinas, sejam eles esmaltados ou não. Porém, na hora de escolher o material, é importante ficar de olho no acabamento superficial. Veja como acertar:

  • piscinas com menos de 60 cm de profundidade e prainha: nesse caso, a norma é usar um produto antiderrapante. Portanto, o ideal é optar pelo acabamento natural ou EXT. Não há um coeficiente de atrito específico para piscina. No entanto, os produtos com resistência ao escorregamento são aqueles com atrito igual ou superior a 0,4;
  • piscinas com profundidade maior que 60 cm: em áreas internas mais fundas, é possível utilizar qualquer tipo de porcelanato. Isso inclui o polido, que é aquele bem liso;
  • bordas e degraus: o ideal é que o porcelanato seja arredondado para prevenir acidentes. Ele não deve ser escorregadio e nem abrasivo;
  • decks: o porcelanato no entorno de piscinas precisa ter atrito igual ou superior a 0,6, de modo a evitar escorregões, o do tipo EXT é o indicado;
  • nas paredes da piscina: não há restrições quanto ao tipo de porcelanato.

Dá para usar lastra na área interna da piscina?

Outra dúvida bastante comum é quanto às lastras. Sim, é possível usá-las no interior de piscinas, e vai ficar lindo! Elas são ótimas porque dão sensação de amplitude e continuidade. Mas o tamanho maior pode ser uma preocupação na hora de fazer o assentamento.

A verdade é que cuidados serão necessários, como respeitar se a piscina tem alguma junta de movimentação ou dilatação.

Nesses casos, o espaço precisa ser preservado para evitar danos à lastra, além de dores de cabeça com a manutenção.

Portanto, onde tiver junta é preciso cortar o revestimento ou interromper o assentamento, fazendo o tratamento correto da área. Isso acontece não só com lastra, mas também com grandes formatos, tamanhos tradicionais e até com pastilhas bem pequenas.

Agora, vale ressaltar que as lastras são recomendadas apenas para a área interna da piscina, e não para bordas ou decks.

Como assentar o porcelanato para interior de piscina?

porcelanato cinza em interior de piscina de casa de litoral
Porcelanato para piscina requer atenção ao assentamento e ao rejunte (Projeto: Portobello S.A.)

A escolha do material para revestir o interior da piscina é só uma das etapas da construção de um tanque que proporcione uma área de lazer bonita e agradável.

Outro passo muito importante é o assentamento do porcelanato. Para começar, entenda quais são os melhores produtos e, depois, veja como é o processo de aplicação.

Escolhendo a argamassa e o rejunte para interior de piscina

borda de piscina em madeira
Rejunte epóxi é ideal para áreas molhadas, como piscinas (Projeto: Portobello S.A.)

No assentamento de porcelanato para interior de piscina é importante usar uma argamassa colante própria. A escolha varia de acordo com o formato da peça e as características do ambiente.

Também é recomendado utilizar rejunte epóxi, porque ele é 100% impermeável, ou seja, não absorve água.

Isso porque as piscinas têm muitos tratamentos, como o por ozônio. No entanto, ainda é mais comum que ele seja químico, e nem sempre a química da água está equilibrada.

Caso utilize um rejunte cimentício, por exemplo, se a água não estiver completamente tratada, vai puxar os componentes químicos presentes, enfraquecendo o material. Como consequência, ele esfarela.

Portanto, a durabilidade de um rejunte cimentício é muito pequena dentro de uma piscina em comparação com o epóxi, que é o melhor custo-benefício.

Além de durar mais, ele ainda tem manutenção praticamente zero, não sendo necessário esvaziar o tanque todos os anos para a troca.

Assentando o porcelanato para interior de piscina

porcelanato cinza em interior de piscina
Impermeabilização e espera para a cura do contrapiso estão entre etapas do assentamento de porcelanato para piscina
(Projeto: Bruno Brandini / Foto: Daniel Santo)

Para começar, é necessário esperar a cura de 30 dias do contrapiso. Além disso, ele precisa ser impermeabilizado, para evitar a eflorescência. Depois, é importante fazer o teste de estanqueidade.

Contudo, de maneira geral, as regras de assentamento em uma piscina são as mesmas de um piso ou de uma parede.

Se as peças tiverem dimensões iguais ou superiores a 30×30 cm, é preciso utilizar a técnica de dupla colagem, com os cordões sempre no sentido paralelo.

Para o assentamento de porcelanato em piscina, também é importante usar a desempenadeira com o dente correto para o tamanho da peça e arrastar a placa, entre outros passos básicos.

Como é a manutenção de porcelanato para piscina?

casa contemporânea piscina retangular estreita com porcelanato
Manutenção de piscina com porcelanato é basicamente a mesma de outros revestimentos (Projeto: Ayty Arquitetura)

Esse é um ponto bem importante quando se fala em porcelanato para interior de piscina. A manutenção deve ser feita com tratamento com ozônio ou produtos químicos, como cloro.

A periodicidade depende do uso do espaço: pode ser a cada semana ou de dois em dois dias, por exemplo.

Nesses casos, faz diferença se a piscina está em uma casa, em um condomínio ou em um clube, entre outras possibilidades.

O mais comum é realizar um tratamento físico e químico. Nesse caso, é necessário seguir os mesmos passos, como aplicar o produto, esfregar as paredes com escova, esperar decantar e aspirar.

Portanto, é o procedimento normal, independentemente do revestimento utilizado, seja porcelanato, lastra ou pastilha.

Mas sempre vem uma dúvida quanto ao cloro usado para tratar a água da piscina: ele não causa ataque químico? Bom, isso só vai acontecer se você derramar uma quantidade de cloro puro muito grande na borda, onde não tem água.

Mas dentro da piscina não há problema, porque a quantidade de cloro usada é bem pequena em relação à água.

Além disso, o cloro evapora com muita facilidade, então não tende a causar danos ao porcelanato para interior de piscina.

Quais são as linhas de porcelanato para piscina da Portobello?

A Portobello conta com uma ampla gama de produtos que podem ser usados na área interna e externa da piscina.

Dos porcelanatos às pastilhas, basicamente tudo pode ser aplicado, desde que respeitando as regras que citamos anteriormente. Apenas monoporosas não devem ser utilizadas.

Conheça algumas alternativas interessantes.

Barlavento

casa de praia litoral com piscina estreita reta com porcelanato
Porcelanato para piscina pode ser aplicado dentro e fora do tanque
(Projeto: Rodrigo Fagá)

São cinco opções de porcelanato que reproduz pedra, além de curvas para os acabamentos de bordas, degraus e cantos.

A ideia dessa linha é trazer a natureza para casa, traduzindo em revestimentos a beleza exuberante das ilhas caribenhas.

Afinal, Barlavento significa não só o local para onde o vento sopra, mas também é o nome de um conjunto de ilhas no Caribe que compreende paraísos como Montserrat, Martinique e Barbados.

Sunset

cores de porcelanato para interior da piscina
Linha de porcelanato para interior de piscina da Portobello reúne diferentes tonalidades de verde e azul
(Projeto: Portobello S.A.)

Para quem procura por um porcelanato para interior de piscina colorido, a linha Sunset pode ser a alternativa ideal.

A inspiração foi pôr do sol de diferentes lugares, como Honolulu (Estados Unidos), Ibiza (Espanha) e Rio de Janeiro.

O resultado são cinco opções de porcelanatos e acabamentos de canto desenvolvidos especialmente para piscinas, em nuances de verde e azul.

Eles reproduzem pedra, com movimento do desenho e variação de tonalidade que se destacam no encontro com a água, revelando um efeito surpreendente.

Magma Rock

porcelanato em prainha piscina pequena
Porcelanato também pode ser usado em áreas rasas, como prainha, desde que ofereça atrito
(Projeto: Bruno Brandini / Foto: Daniel Santo)

Inspirada na união da lava e da água, a linha Magma Rock reproduz o basalto da região do Monte Vesúvio, próximo à Nápoles, na Itália.

São três opções de porcelanato para interior de piscina e seus respectivos acabamentos de canto. Todos com texturas reveladas a partir de cortes paralelos e transversais aos veios. Além disso, pigmentos coloridos interpretam a fusão da lava de uma forma artística.

Mostramos algumas linhas de porcelanato para piscina. Mas como falamos, há vários modelos para revestir esta área, como os que reproduzem as pedras, os mármores e o concreto (veja mais exemplos aqui).

Assim como outros revestimentos, o porcelanato requer alguns cuidados, seja dentro ou fora da piscina. Então, continue a leitura para descobrir como evitar e o que fazer em caso de porcelanato riscado.

Foto de destaque: Resistente e de fácil manutenção, porcelanato é uma boa opção de revestimento para piscina (Projeto: Portobello S.A.)

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *