Coleção

Porcelanato ou cerâmica? Aprenda a diferenciar

Se você faz parte daquele grupo de pessoas que está sempre conectado e antenado às tendências, já deve ter percebido que as cores e texturas incríveis das passarelas se transformaram em inspiração para coleções de porcelanato ou cerâmica. No entanto, num mundo cheio de inspirações para a decoração, geralmente bate aquela dúvida quando o assunto(…)

Se você faz parte daquele grupo de pessoas que está sempre conectado e antenado às tendências, já deve ter percebido que as cores e texturas incríveis das passarelas se transformaram em inspiração para coleções de porcelanato ou cerâmica.

No entanto, num mundo cheio de inspirações para a decoração, geralmente bate aquela dúvida quando o assunto é escolher o tipo de revestimento ideal. E essa indecisão é super compreensível já que existe uma infinidade de opções para o chão e também para parede.

Mas, preocupar-se apenas com a estética é complicado, não é? Sempre há aquela expectativa da funcionalidade e durabilidade do revestimento. Por este motivo, o post de hoje vai te ajudar a diferenciar o porcelanato da cerâmica, com dicas de onde e como você pode usá-los.

Para que você possa optar entre um e outro é preciso, antes, conhecer a principal diferença entre eles: o porcelanato é maciço, a cerâmica porosa. Mas o que isso significa? Simples. Para cada material, existe uma tecnologia diferente utilizada durante o processo de fabricação.

Cerâmica

A cerâmica usa diferentes tipos de argila como matéria-prima. Após isso é prensada e queimada a aproximadamente 1.150 ºC. Boa parte dos modelos não é retificada, ou seja, a borda é irregular e possui aquele aspecto inacabado. O que deixa a cerâmica com ar mais artesanal e natural. Rústico mesmo.

Toda cerâmica produzida na Portobello tem, atrás da peça, uma marcação de uma seta, que significa assentamento. Indicando a posição exata da aplicação. Como as peças não tem acabamento perfeito, vão precisar de mais rejunte, nesse caso a marcação mostra a sequência ideal para dar acabamento e o visual ficar excelente.

Como a cerâmica tem uma resistência um pouco menor, as peças devem ser aplicadas especialmente nas paredes. Para te inspirar, selecionamos relevos e texturas que podem atuar como papéis de parede ou como superfícies tridimensionais.

Linha Wall Mosaic

A Linha Wall Mosaic é exclusiva para paredes. Em branco ou reproduzindo materiais como madeira, pedra ou concreto. A linha é apresentada nas versões Bamboo White, Tressed White, Clapboard White e Clapboard Decapê, em formatos 30 x 60 cm e 30 x 90 cm.

Porcelanato

O porcelanato passa por um procedimento mais minucioso. Tem materiais nobres na composição e é queimado à temperatura superior a 2.000 ºC. Extremamente resistentes, as peças deste material são indicadas para o uso em locais com alto tráfego de pessoas como shoppings, aeroportos, hospitais e prédios comerciais.

Bastante versátil, o porcelanato possui modelos, texturas, cores e tamanhos variados. Os polidos recebem uma camada protetora. Extremamente liso, o modelo possui índice de absorção de água menor ou igual a 0,1%. Por isso, seu uso é indicado somente para áreas secas.

Os esmaltados recebem uma camada de esmalte por cima com o desenho desejado e podem ser lisos ou ásperos, brilhantes ou mate. No caso destas peças, o índice de absorção de água é menor ou igual a 0,5%. Bastante resistentes e pouco escorregadias, as peças com acabamento natural são indicadas para áreas comerciais e residenciais.

É importante ressaltar que, quanto mais baixo for o número, menor a porosidade e maior a resistência à abrasão e ao aparecimento de manchas. Para áreas externas, a norma brasileira indica um coeficiente superior a 0,8%. Já dentro de casa, por exemplo, você pode escolher peças com índice maior ou igual a 0,4%.

O esmalte, quando adicionado, ainda é capaz de reproduzir diferentes tipos de materiais da natureza nas peças de porcelanato, como madeira, mármore, pedra e argila. Além de materiais essenciais da arquitetura como os sintéticos, o concreto e o metal.

Portland Stone

Ora pedra, ora concreto, a Linha Portland Stone é puro design, para ser aplicado tanto no piso quanto nas paredes, em áreas internas e externas. Portland Stone é contemporâneo com tradição, é belo e ousado, é a pedra que faltava.

Marmi Clássico

O Golden Calacata, mármore de origem italiana, é o novo clássico da coleção Marmi Clássico. As grandes lastras em porcelanato, como o formato 60 x 180 cm, aliadas à superfície polida, são puro luxo, mas sem ostentação.

Linhas Ecodiversa e Ecollection

A reprodução da madeira é perfeita e natural nas Linhas Ecodiversa e Ecollection. Elegância e sofisticação em cada composição.

Linha Sampa

Material contemporâneo que já se tornou clássico. Assim é o concreto. Com sua pluralidade de tons e superfícies, reinventa-se constantemente. A Linha Sampa explora a sutileza das texturas em um Pantone inspirado em marcos arquitetônicos de São Paulo.

Tanto a cerâmica quanto o porcelanato deixam o ambiente sofisticado. Para escolher, o primeiro passo é definir o estilo que você quer obter no resultado final. Também é importante certificar-se de usar os modelos adequados para cada espaço e não se esquecer de abusar da criatividade.

Para mais informações acerca das linhas que mostramos neste post e para conhecer inúmeras outras, acesse o site da Portobello. Lá você encontra uma série de inspirações para revestir e decorar a sua casa da maneira mais incrível!

Até breve!

3 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *