Menu
Projetos e Obras
Busca

O porcelanato oferece um toque extra de sofisticação, com peças maiores e design exuberante, como essa cozinha com a parede em Nero Venato (Projeto: Portobello S.A.)

Portobello Coleção

Cerâmica ou porcelanato? Aprenda a diferenciar esses materiais

21/03/2017

Não consegue decidir entre cerâmica ou porcelanato? Veja as diferenças entre esses revestimentos e escolha o ideal para a sua obra! [Atualizado em 21/12/2021]

Na hora de revestir, o que não faltam são opções. E um dilema muito comum é optar entre cerâmica ou porcelanato. Embora ambos sejam chamados, genericamente, de “piso frio”, eles guardam diferenças importantes. 

Portanto, é essencial conhecer as características de cada material, fazendo uma escolha de acordo com seus desejos e as necessidades do espaço. Não sabe se opta por cerâmica ou porcelanato? Continue a leitura deste artigo!

Quais são as diferenças entre cerâmica e porcelanato?

Embora tanto a cerâmica quanto o porcelanato sejam fabricados a partir da argila, tecnicamente esses revestimentos têm importantes diferenças entre si.

COMPOSIÇÃO 

Basicamente, a cerâmica conta com maior quantidade de argila (70%) e menor quantidade de rochas (30%). 

Já o porcelanato, por sua vez, tem maior quantidade de rochas (70%) e menor quantidade de argila (30%). 

FABRICAÇÃO 

Outra diferença importante é no processo de produção desses revestimentos.

A cerâmica é queimada a cerca de 850ºC, enquanto a queima do porcelanato pode ultrapassar a marca dos 1200ºC.

Mais uma diferença está na hora de realizar a mistura dos ingredientes. 

A fabricação da cerâmica é feita pelo que chamamos de via seca, ou seja, não há a adição de água. 

Já para fazer a massa do porcelanato, é usada uma adição de água, conhecida como via úmida. 

RESISTÊNCIA 

Por conta da composição e da temperatura de queima, o porcelanato acaba sendo um revestimento mais resistente que a cerâmica. 

Contudo, isso não significa que a cerâmica é um produto frágil, apenas que é menos resistente que o porcelanato. 

Portanto, em ambientes com alto tráfego, o ideal é optar por porcelanatos indicados para revestir áreas de grande circulação. 

TAMANHOS 

O processo de fabricação ainda interfere nos tamanhos máximos das peças.

Normalmente, as cerâmicas são apresentadas no mercado em dimensões menores, sendo o 60×60 cm o mais usual.  

Já o porcelanato pode ser encontrado em grandes formatos (como 120×120 cm) e lastras (com medidas acima de 90×180 cm).

A cerâmica é composta, em sua maioria, por argila e tem um processo de fabricação diferente, apresentando uma resistência um pouco menor. Na imagem, Zebra Cinza, da Pointer, em piso e parede
A cerâmica é composta, em sua maioria, por argila e tem um processo de fabricação diferente. Na imagem, Zebra Cinza, da Pointer, em piso e parede (Projeto: Pointer

ABSORÇÃO

Além desses pontos, a cerâmica e o porcelanato também se diferem em outras questões técnicas. 

Um exemplo é a porcentagem de absorção. Na cerâmica, ela vai de 0,05% a 3%, enquanto no porcelanato é de 0 a 0,05%.

É importante ressaltar que, quanto mais baixo for esse número, menor a porosidade e maior a resistência à abrasão e ao aparecimento de manchas

CUSTO

E, claro, há a questão do custo. Normalmente, a cerâmica tem um valor um pouco mais baixo que o porcelanato, por todas essas características que mostramos. 

Isso também se reflete na instalação, uma vez que a cerâmica demanda argamassa mais simples e mão de obra menos qualificada.

O porcelanato retificado permite o assentamento com uma junta menor, deixando o rejunte menos visível, como esse exemplo com Bleu de Savoie
O porcelanato retificado permite o assentamento com uma junta menor, deixando o rejunte menos visível, como esse exemplo com Bleu de Savoie (Projeto: Portobello S.A.

ASSENTAMENTO 

Outro diferencial importante na hora de escolher entre cerâmica ou porcelanato é em relação ao assentamento. 

Em geral, as cerâmicas são assentadas com a junta tradicional, enquanto o porcelanato pode ser instalado com um espaçamento menor entre as peças. 

Isso acontece devido ao acabamento das bordas.

As cerâmicas tradicionais são comercializadas apenas com o acabamento bold, enquanto os porcelanatos podem ser arredondados ou retificados, sendo este último o mais comum. 

No acabamento retificado, as bordas são retas, o que permite que as peças fiquem mais próximas e, assim, o rejunte se torne menos visível. 

Consequentemente, é possível ter um resultado estético diferenciado, que traz uma sensação de continuidade e amplitude maior. 

Uma exceção a essa regra são os Supercerâmicos da Pointer, uma marca do Portobello Grupo.

Os Supercerâmicos são uma nova categoria, que oferece opções com acabamento retificado e tamanhos maiores. 

O design desses produtos fica bem próximo do porcelanato, embora suas características técnicas sejam as da cerâmica. 

Como identificar cada produto? 

De forma geral, é fácil diferenciar cerâmica e porcelanato.

Quando você pegar uma peça de porcelanato esmaltado, ela provavelmente terá a massa da mesma cor do esmalte ou uma coloração padrão. 

Já na cerâmica isso não acontece. 

TIPOS DE CERÂMICA 

A cerâmica, basicamente, pode ser encontrada em duas versões: esmaltadas e não esmaltadas. 

A cerâmica esmaltada é mais resistente aos agentes químicos e à umidade. Ela possui a sigla GL na embalagem — do inglês glazed (“esmaltado”, em português). 

Como o próprio nome sugere, recebe uma camada de esmalte ao fim da fabricação. Por isso, costuma ser mais brilhante e refletir a iluminação do ambiente. 

As cerâmicas não esmaltadas contam com a sigla UGL na caixa, do inglês unglazed, ou “não esmaltada”, em português. 

A cerâmica esmaltada é a que recebe uma camada de esmalte ao fim da sua fabricação. Também pode reproduzir diferentes estampas, como a Graphic, da Pointer, que reveste a rodabanca dessa cozinha
A cerâmica esmaltada é a que recebe uma camada de esmalte ao fim da sua fabricação. Também pode reproduzir diferentes estampas, como a Graphic, da Pointer, que reveste a rodabanca dessa cozinha (Projeto: Pointer)

TIPOS DE PORCELANATO 

Para entender melhor as diferenças, é fundamental conhecer mais a fundo os tipos de porcelanato e as características de cada um deles.  

  • técniconão recebe nenhuma camada de esmalte em sua superfície. É um revestimento com alta resistência mecânica, sendo indicado para áreas com tráfego intenso de pessoas. Também tem baixa absorção de água;
  • esmaltadoganha uma camada de esmalte por cima da massa com a estampa desejada. Sua superfície pode ser lisa ou áspera, brilhante ou mate. 

Dentro desses dois tipos de porcelanato, ainda podem existir variações, dependendo do acabamento que a peça recebe.  

  • EXTé o indicado para uso em áreas externas e/ou que tenham contato frequente com a água. Sua superfície é abrasiva, com efeito que evita o escorregamento. É uma versão ainda mais resistente à abrasão e com alta durabilidade;
  • polido: é o que ganha, após a finalização da massa, um polimento e uma camada de impermeabilizante. Por isso, essas peças são mais lisas e indicadas apenas para as áreas secas, como salas, quartos e corredores;
  • natural: não recebe nenhum acabamento ao fim da produção. Ele é bastante resistente e pouco escorregadio, podendo ser usado em qualquer área residencial ou comercial. Sua superfície é fosca, sem brilho. 
O porcelanato esmaltado é o que recebe uma estampa ao fim da fabricação, podendo reproduzir diferentes materiais naturais, como mármore, a exemplo do Bianco di Lucca
O porcelanato esmaltado é o que recebe uma estampa ao fim da fabricação, podendo reproduzir diferentes materiais naturais, como mármore, a exemplo do Bianco di Lucca (Projeto: Portobello S.A.

Como escolher entre cerâmica ou porcelanato?

Definir entre cerâmica ou porcelanato dependerá, sobretudo, do que você deseja para a sua obra. 

A cerâmica é uma opção que tem custo mais acessível e apelo sustentável maior, uma vez que consome menos água em sua fabricação.

O porcelanato — que também é sustentável — é mais resistente, principalmente quando pensamos em áreas com tráfego intenso de pessoas, como shoppings, supermercados ou lojas.

Além disso, esse revestimento tem um apelo estético maior, graças ao seu acabamento diferenciado e às inovações constantes do setor. 

Mesmo assim, muitas marcas de cerâmica investem bastante em design atualmente. É o caso da Pointer, que se destaca nesse mercado pelo desenvolvimento de suas peças.

Vale ressaltar, ainda, que o porcelanato é bastante versátil e pode ser usado para revestir pisos, paredes e fachadas, além de compor móveis, bancadas, nichos e outros detalhes diferenciados.

Ambientes comerciais com tráfego intenso de pessoas devem preferir os porcelanatos, que são mais resistentes, como esse exemplo com Nordik Wood no piso e na parede e Bianco Covelano no balcão
Ambientes comerciais com tráfego intenso de pessoas devem preferir os porcelanatos, que são mais resistentes, como esse exemplo com Nordik Wood no piso e na parede e Bianco Covelano no balcão (Projeto: Portobello S.A.

Na Portobello, as cerâmicas produzidas são exclusivamente para revestimento de paredes. 

Mas também contamos com a Pointer, uma marca do Portobello Grupo focada na produção de Supercerâmicos. 

Como vimos, essa é uma opção intermediária entre a cerâmica e o porcelanato, que combina as melhores qualidades de ambos os revestimentos.

Ainda não sabe em qual investir? Leia nosso conteúdo sobre os diferentes tipos de porcelanato e escolha o ideal para usar nas diversas áreas da sua casa!

Foto de destaque: O porcelanato oferece um toque extra de sofisticação, com peças maiores e design exuberante, como essa cozinha com a parede em Nero Venato (Projeto: Portobello S.A.)

5 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Eduardo says:

    Não sabia que porcelanatos tinham também com modelos rusticos interessante quero colocar minha área mas pensei na cerâmico devido ao piso molhado pensando em evitar escorregar vou pesquisar mais sobre porcelanato rustico, obrigado

  • Vanessa says:

    Lindo, amei as fotos, não sabia das diferenças. e os modelos rústicos são maravilhosos. parabéns 🙂 já sei o que vou escolher para a minha próxima casa.

  • Carlos Eduardo says:

    Boa tarde, gostaria de saber qual o fundamendo da seta que se encontra atrás do porcelanato

    • Archtrends Portobello says:

      Olá Carlos, tudo bem?

      Toda cerâmica produzida na Portobello tem, atrás da peça, uma marcação de uma seta, que significa assentamento. Indicando a posição exata da aplicação. Como as peças não tem acabamento perfeito, vão precisar de mais rejunte, nesse caso a marcação mostra a sequência ideal para dar acabamento e o visual ficar excelente.
      Agradecemos a sua visita. Volte sempre!

      – Equipe Archtrends Portobello