Menu
Projetos e Obras
Busca

O porcelanato no teto tem um apelo visual incrível, deixando qualquer ambiente muito mais sofisticado e exclusivo (Projeto: Clay Rodrigues)

Conteúdo Técnica

Será que você pode colocar porcelanato no teto?

27/09/2021

Veja como usar porcelanato no teto: quais são os principais cuidados e as recomendações em termos de assentamento e manutenção.

Já pensou em inovar no seu projeto usando porcelanato no teto? Qualquer formato pode ser utilizado para essa ideia, desde os modelos de 20×20 cm até as lastras

O resultado é bem impactante e deixa os ambientes muito modernos. Então, que tal revestir o teto com porcelanato? Siga a leitura deste conteúdo para saber mais!

Porcelanato no teto pode? 

Sim! O porcelanato pode ser usado no teto em qualquer formato, tamanho e modelo. Entretanto, claro, é preciso tomar alguns cuidados no momento do assentamento, especialmente em relação ao peso do próprio material. 

No caso da aplicação em forros de gesso, vale a pena contar com o auxílio de um engenheiro, que calculará o peso do revestimento para garantir que a superfície seja capaz de suportar esse aumento substancial de carga. 

Contudo, esse problema não existe caso a aplicação seja feita em uma laje, que é capaz de suportar tranquilamente pesos maiores. Uma dica é realizar testes antes de fazer o assentamento do porcelanato no teto.

Por que investir em um teto de porcelanato? 

O teto de porcelanato é uma tendência na arquitetura, criando ambientes diferenciados e sofisticados. A principal aplicação é para garantir o efeito “caixa”, que favorece a sensação de amplitude, profundidade e continuidade. 

Esse efeito pode ser usado em diversos ambientes, como quartos, salas, cozinhas e até banheiros. O cômodo que adota o recurso acaba ganhando total independência dos demais, principalmente se apenas ele tiver a aplicação. 

O efeito caixa é uma tendência e ajuda a transformar totalmente os espaços
O efeito caixa é uma tendência e ajuda a transformar totalmente os espaços (Projeto com lastras: Patricia Pomerantzeff)

Nos banheiros, em particular, o efeito pode ser usado somente em algum detalhe, como na área do box, ou em todo o ambiente. Outra possibilidade é investir no porcelanato no teto em halls e corredores — que, assim, ganham mais protagonismo na decoração.

Ainda é possível utilizar porcelanatos que reproduzem materiais naturais, como a madeira e o mármore, ou outros mais urbanos, a exemplo dos que recriam cimentícios. Tudo dependerá do estilo que você deseja imprimir. 

Como colocar porcelanato no teto? 

Uma dúvida comum é sobre como assentar porcelanato no teto. Nesse caso, o cuidado mais importante deve ser com o uso da argamassa colante correta. A indicação da Portobello é a Ultra Flexível Bicomponente, disponível em nossas lojas. 

Outra recomendação é realizar o escoramento desse porcelanato até a cura total da argamassa. Portanto, analise no saco do produto qual é o período de cura total e deixe as escoras durante esse tempo, fazendo a remoção posteriormente. 

Todos os tipos de porcelanato podem ser aplicados no teto, inclusive os amadeirados, que criam um efeito aconchegante
Todos os tipos de porcelanato podem ser aplicados no teto, inclusive os amadeirados, que criam um efeito aconchegante (Projeto: Kaléo Guilherme Pereira

Nos demais pontos, a aplicação do porcelanato no teto é igual ao assentamento em pisos. Antes de começar, garanta que a superfície esteja limpa e seca, livre de qualquer resíduo que prejudique o desempenho da argamassa.

Preparo da argamassa 

A argamassa colante deve ser preparada de acordo com as instruções do fabricante, seguindo à risca a quantidade de água. 

Faça a mistura em um recipiente limpo e seco, preferencialmente de plástico. Mexa com uma furadeira lenta ou um misturador elétrico, até chegar em uma consistência firme e pastosa. 

Outra dica importante é deixar a argamassa descansar por 15 minutos, misturar novamente e só depois usá-la. 

Lembre-se de conferir o tempo de uso do produto: a argamassa tem validade de 2h30 em temperatura igual ou inferior a 20ºC. 

Caso a mistura não seja usada dentro desse período, é preciso descartar o excedente. 

Após preparar a massa, não adicione mais água, pois isso vai comprometer a aderência do produto e provocar descolamentos na peça. 

Também é fundamental evitar a mistura “a olho” e com itens de madeira. 

O principal cuidado com o assentamento no teto é a escolha da argamassa e o escoramento até a cura total (Projeto: Clay Rodrigues)

Aplicação da argamassa 

Use o lado liso da desempenadeira para espalhar a argamassa. Com o lado dentado, passe o produto, formando cordões. 

Utilize os espaçadores. Tenha em mente que cada porcelanato tem uma dimensão exata para os dentes da desempenadeira; então, escolha o produto certo para a sua aplicação. 

Assim que a argamassa é aplicada, ela já começa a secar e, consequentemente, perder a capacidade de aderência. 

Sempre confira o tempo em aberto do produto (em média cinco minutos) e procure fazer a fixação da peça o mais rápido possível. 

Assentamento 

A aplicação deve ser feita da seguinte maneira: coloque a peça de porcelanato sobre o teto, a cerca de 5 cm do local desejado, e depois faça o arraste. 

No caso de produtos com medidas superiores a 30×30 cm, você precisa fazer a dupla colagem, ou seja, passar a argamassa na superfície e na parte traseira da placa. 

Também é importante esmagar completamente os cordões. 

A recomendação é fazer a dupla colagem com os cordões em sentido paralelo, que garante até 25% mais aderência. 

Evite os cordões circulares ou cruzados, porque eles geram bolhas de ar, que são capazes de reduzir a resistência mecânica. 

O verso das placas traz setas, números ou palavras que indicam o sentido para que o assentamento não apresente irregularidades. 

Enquanto realiza a aplicação, faça a limpeza do excesso de argamassa com uma esponja ou um pano de algodão úmido. 

Você pode fazer o procedimento até 1 hora após o assentamento para evitar o endurecimento da argamassa. 

Na hora de assentar o porcelanato no teto, escolha corretamente o rejunte, de acordo com as características do ambiente
Na hora de assentar o porcelanato no teto, escolha corretamente o rejunte, de acordo com as características do ambiente (Projeto: Humberto Zirpoli

Rejunte 

O rejuntamento deverá seguir a mesma regra dos pisos. 

A principal função desse produto é evitar fissuras ou infiltrações que acabem por causar mofo, bolor ou descolamento. 

Ele também compensa possíveis irregularidades dos revestimentos, deixando as placas mais bem alinhadas. 

Você pode usar o rejunte cimentício em ambientes internos e externos, inclusive em áreas molháveis, com distância de 3 a 10 mm entre as peças. 

Já o rejunte acrílico é o que conta com o acabamento mais liso e permite uma distância mínima entre as peças menor — em torno de 1 a 3 mm. 

Por fim, o rejunte epóxi é o que tem uma base de resina, que garante um excelente acabamento, além de elevada resistência química e mecânica, impermeabilidade e resistência a fungos e manchas, com a possibilidade de uso em distâncias menores de 3 mm entre as peças. 

Manutenção 

Os cuidados com o porcelanato no teto devem ser os mesmos que temos com os revestimentos de pisos e paredes.

Em relação à limpeza, use apenas produtos permitidos, como água, detergente neutro, vinagre, CIF e Veja Cloro Ativo, lembrando sempre de dilui-los.

Evite materiais que podem arranhar o porcelanato, a exemplo de esponjas de aço e o lado mais áspero das esponjas convencionais.

Faça a manutenção do porcelanato no teto da mesma maneira que o revestimento aplicado em pisos, usando apenas produtos permitidos na limpeza
Faça a manutenção do porcelanato no teto da mesma maneira que o revestimento aplicado em pisos, usando apenas produtos permitidos na limpeza (Projeto: Diego Revollo; Foto: Alain Brugier) 

E as lastras?

Você também pode usar lastras no teto. Elas têm especificações semelhantes às dos porcelanatos de grandes formatos em relação ao assentamento. 

É muito importante, nesse caso, utilizar niveladores de piso, para garantir o perfeito alinhamento das placas. Use materiais de qualidade, com capacidade de carga mínima de 40 kg. 

Agora você já sabe como e por que colocar porcelanato no teto? Aproveite para ver nosso conteúdo completo sobre aplicação de lastras!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *