Menu
Projetos e Obras
Busca
Porcelanato manchado

Um revestimento novo traz até paz de espírito (Projeto: Portobello S.A.)

Conteúdo Técnica

Porcelanato manchado: tire todas as suas dúvidas agora mesmo

18/01/2021

Uma simples mancha pode acabar com a beleza do seu revestimento. Acesse este artigo e veja como lidar com um porcelanato manchado!

Trocar o revestimento do piso ou da parede traz aquela sensação de casa nova. Dá até gosto ficar olhando para o cômodo — a vontade é de tirar fotos e mandá-las para uma revista de decoração. Porém, aquele descuido com o vinho que você abriu para comemorar deixou o porcelanato manchado. O que fazer?

Ouça o artigo clicando no player:

Se você está sofrendo com sujeiras no revestimento que teimam em não sair, não se preocupe. Continue a leitura deste artigo para conferir todas as informações para conseguir limpar porcelanato manchado de uma vez por todas!

Quais são as principais causas por trás de um porcelanato manchado?

Porcelanato manchado
Dependendo do tipo de substância, o porcelanato manchado pode ser irreversível (Projeto: Portobello S.A.)

As causas de manchas em porcelanato se dividem em dois tipos.

Por derramamento

Ocorrem quando se derruba algo no revestimento — as mais comuns são vinho, café, achocolatado e molho de tomate.

Esse tipo de mancha pode ser removido, contanto que se use água, além de o produto e o veículo (esponja, pano, flanela etc) corretos.

Por ataque químico

Nesse caso, não é uma mancha, já que o ataque químico é a corrosão ou o desgaste causado por uma reação ao uso de substâncias inadequadas.

A aplicação de produtos para limpeza de alumínio ou de fogão, por exemplo, causam esse problema, que é irreversível.

Atualmente, existem tratamentos para recuperar um revestimento que sofreu ataque químico, mas não há garantia de que o resultado será 100%.

O porcelanato pode vir manchado de fábrica?

Dependendo do tipo de substância, o porcelanato manchado pode ser irreversível (Projeto: Portobello S.A.)
Ao abrir a caixa, você pode encontrar um porcelanato manchado, mas não de fábrica (Projeto: Portobello S.A.)

Não. Embora você realmente possa encontrar um porcelanato manchado ao abrir a caixa, isso não aconteceu na fábrica.

O problema é que, provavelmente, a caixa entrou em contato com a umidade e o papelão molhado manchou o revestimento.

Mas não precisa entrar em desespero: essa mancha sai facilmente com Veja Cloro Ativo ou Hidrorepel Remofácil Ácido.

Como tirar manchas do porcelanato após a obra?

Porcelanato manchado
Manchas causadas por derramamento podem ser removidas do seu porcelanato (Projeto: Portobello S.A.)

Depois de uma construção ou reforma, é comum que os revestimentos fiquem sujos. Mas esse tipo de sujeira pode ser removido. Siga as dicas:

  • remova os resíduos soltos com vassoura ou aspirador;
  • limpe a superfície com uma esponja ou um pano de algodão umedecido em água limpa. Não use cerdas ou esponjas de aço, que são abrasivas e podem riscar o porcelanato;
  • passe o produto de limpeza (pode ser um dos que já indicamos ou detergente neutro);
  • enxágue com água em abundância e pano limpo e seco.

Atenção: independentemente do tipo, o produto nunca deve ser usado puro sobre o revestimento. Portanto, o dilua em água antes da aplicação.

Por exemplo: 1 colher de sopa de detergente ou sabão neutro diluída em 5 litros de água.

Se a mancha não sair por completo, não se preocupe:

  • use uma vassoura de cerdas macias para espalhar saponáceo cremoso diluído em água sobre a superfície;
  • deixe a mistura agir por 15 minutos sobre o revestimento;
  • esfregue o revestimento com vassoura ou escova de cerdas macias; 
  • enxágue até que todas as substâncias saiam. Se a mistura secar sobre o revestimento, poderá formar uma película de difícil remoção;
  • passe um pano limpo e seco.

Ainda não deu certo? Última dica:

  • em um balde, dilua Cleanmax Limpador Multipisos ou Hidrorepel Remofácil Ácido com água e deixe a mistura agir por 15 minutos sobre o revestimento;
  • esfregue a superfície com vassoura ou escova de cerdas macias;
  • enxágue até que o produto saia por completo;
  • enxugue com um pano limpo e seco.

Máquinas de hidrojato não removem as sujidades de pisos, paredes e fachadas sem o uso combinado de produtos de limpeza. 

 Como fazer a limpeza do dia a dia no porcelanato?

Porcelanato manchado
Limpar o revestimento regularmente evita o aparecimento de porcelanato manchado (Projeto: Portobello S.A.)

O produto ideal para uma limpeza simples de revestimentos cerâmicos é o detergente neutro. No entanto, ele também deve ser diluído em água antes da aplicação. Passe essa solução com um pano umedecido.

Depois, use somente água limpa (de preferência quente ou morna, que limpa melhor o porcelanato) para enxaguar e seque.

Caso ainda permaneça sujeira sobre o produto, deixe a solução de detergente e água agir por alguns minutos. Depois, esfregue com escova ou vassoura de cerdas macias.

Porcelanatos com coeficiente de atrito maior ou igual a 0,6 (EXT, Super EXT e Rampa) são mais difíceis de limpar. Por isso, não é possível limpá-los com pano úmido. Use vassoura, detergente neutro e água.

IMPORTANTE: Os porcelanatos Portobello que têm acabamento polido recebem uma camada de impermeabilizante após a produção, por isso eles não mancham!

Os revestimentos precisam passar por testes de limpabilidade. A resistência em manchamento pode receber indicação de 1 a 5. Um porcelanato de classificação 5 pode ser limpo apenas com água morna, por exemplo. Um produto com classificação 4 precisa de detergente neutro.

SAIBA MAIS:

Os diferentes acabamentos de porcelanato precisam de cuidados específicos na hora de tirar as manchas?

Porcelanato manchado
Diferentes acabamentos de porcelanato demandam diversos tipos de limpeza (Projeto: Portobello S.A.)

Sim. Um porcelanato manchado com acabamento polido não recebe os mesmos cuidados que um natural, por exemplo.

Os revestimentos de acabamento polido e silk são mais sensíveis; portanto, você não pode passar esponja abrasiva. Nesse caso, aplique o produto de limpeza e use o lado macio da esponja para esfregar.

O silk também tem outra especificidade: a limpeza tem que ser feita na peça inteira, porque se você esfregar o produto apenas na mancha, o revestimento vai ficar marcado.

Já nos de acabamento natural e EXT, é possível usar o lado abrasivo da esponja. 

Os produtos de limpeza são os mesmos, mas em concentrações diferentes: saponáceo cremoso, detergente neutro, Veja Cloro Ativo, Hidrorepel e Cleanmax.

Como limpar o porcelanato manchado por derramamento?

Porcelanato manchado
Antes de escolher o seu produto de limpeza, veja o que causou a mancha (Projeto: Portobello S.A.)

Manchas mais simples podem sair até com pano úmido e detergente neutro. Já as mais resistentes variam conforme o tipo. Veja:

  • cerveja, vinho, café, sucos de fruta e refrigerante: solução de hipoclorito de sódio ou detergente alcalino, como água sanitária ou Veja Limpeza Pesada Cloro Ativo (que tira manchas orgânicas);
  • borracha de pneu, graxa ou óleo: detergente em pó ligeiramente abrasivo e detergente alcalino, como saponáceo cremoso (CIF ou Radium) e Veja Limpeza Pesada Cloro Ativo;
  • ferrugem: produto específico para remover ferrugem de revestimentos cerâmicos, como Hidrorepel Tira Ferrugem Manchester ou RustOut GEL Pisoclean;
  • tinta: solvente orgânico ou detergente ácido, como thinner e aguarrás (exceto em peças especiais e rodapés);
  • lápis: detergente em pó ligeiramente abrasivo, como o saponáceo cremoso, ou borracha;
  • caneta hidrocor: solvente orgânico, como álcool 92,8%, thinner ou acetona;
  • giz de cera: saponáceo cremoso;
  • gordura: detergente neutro.

Quais produtos evitar na limpeza de um porcelanato manchado?

Porcelanato manchado
Algumas substâncias podem deixar o seu porcelanato permanentemente manchado ou corroído (Projeto: Portobello S.A.)

Algumas substâncias podem provocar ataques químicos, porosidades, riscos e opacidades na superfície do porcelanato. Portanto, atenção à composição do seu produto de limpeza antes de utilizá-lo no seu revestimento.

Não use produtos que tenham em sua composição ácido fluorídrico ou muriático, que causam ataque químico. Passe longe também de removedores de ferrugem ou alumínio, produtos para fogão, limpa-vidros, Brilhol, Semorin, xampus de pedra, ácidos ou soda cáustica.

Produtos com alta concentração de hidróxidos (de potássio ou sódio, por exemplo) podem causar alterações no brilho superficial de um revestimento polido se permanecerem por mais de 10 minutos sobre essa superfície. Portanto, as chances de deixarem o porcelanato manchado são enormes. É melhor evitá-los.

Como evitar porcelanato manchado?

Porcelanato manchado
Confira algumas dicas para evitar que o seu revestimento fique manchado (Projeto: Portobello S.A.)

Quando algum produto for derramado no revestimento, limpe-o imediatamente. Quanto mais rápida for feita a limpeza, menos tempo a mancha tem de grudar no porcelanato.

Não utilize ceras ou impermeabilizantes sobre o revestimento sem a indicação e o acompanhamento de um profissional. 

Por exemplo, se o seu porcelanato estiver manchado com vinho, use uma solução de Veja Cloro Ativo e água, deixe o produto agir de 10 a 15 minutos e esfregue com uma esponja (se for um porcelanato polido, use o lado macio). 

Por fim, cuidado ao limpar móveis, vidros e eletrodomésticos, pois os respingos dos produtos utilizados podem manchar o seu porcelanato.

Como fazer a manutenção periódica?

Porcelanato manchado
A manutenção é fundamental para evitar o porcelanato manchado (Projeto: Portobello S.A.)

Um porcelanato manchado e malcuidado pode acabar com o visual do seu ambiente.

Por isso, você precisa cuidar do seu revestimento da mesma forma que faz com móveis e eletrodomésticos. Assim, com o passar do tempo, ele estará sempre novo e bonito.

A Portobello tem duas tabelas de manutenção obrigatória periódica para porcelanatos de pisos, paredes e fachadas. Confira:

Pisos e paredes

ManutençãoPrimeira açãoPeriodicidadeDescrição
Aplicação de cerasNão aplicar ceras em revestimentos cerâmicos
Limpeza do capacho ou tapeteImediataSemanalElemento de proteção contra riscos e desgastes superficiais especificados em projeto. Exemplos: hall, cozinha e banheiro
Limpeza com produtos levesImediataSemanalPano úmido ou com detergente neutro conforme a necessidade
Inspeção de trincas nos rejuntesImediata

A cada 1 ano
Inspecionar e corrigir trincas em rejuntes, procedendo com a remoção e reaplicação
Inspeção de trincas em cerâmicasImediataA cada 1 ano

Inspecionar e corrigir trincas nas placas de revestimento, procedendo com a substituição por outras da reserva técnica, evitando-se assim variações de tonalidade
Inspeção de som cavo (som de oco)ImediataA cada 1 anoSubstituir placas que apresentem som de oco
Inspeção de juntas de dilataçãoImediataA cada 1 anoAntes da limpeza pesada, inspecionar e trocar, se necessário, o elemento de vedação de juntas de dilatação de pisos (silicone, mastique, EPDM ou equivalente). Usualmente, juntas de silicone duram entre 5 e 10 anos e juntas de EPDM entre 10 e 20 anos
Avaliação de atrito em áreas molhadas comunsNo quinto anoA cada 5 anosO tráfego de veículos, equipamentos e pessoas pode causar efeito de “polimento”, diminuindo o coeficiente de atrito de qualquer tipo de revestimento (cerâmico, cimentício e vinílico, por exemplo) a valores abaixo de 0,4. Medir tal coeficiente com equipamento Tortus conforme a NBR 15.575-3 nos pontos de concentração de tráfego, substituindo placas que estejam escorregadias
Avaliação de atrito em áreas molhadas privativasNo décimo anoA cada 10 anosIdem anterior

Fachadas

ManutençãoPrimeira açãoPeriodicidadeDescrição
Inspeção de trincas em cerâmicas e rejuntesNo segundo anoA cada 2 anos, antes da lavagem da fachadaInspecionar e corrigir trincas no revestimento, procedendo com a remoção e reaplicação. Avaliar a extensão das trincas quanto à possibilidade de a estrutura de base estar comprometida. Nesse caso, solicitar avaliação de profissional habilitado
Inspeção de som cavo (som de oco)No segundo anoA cada 2 anos, antes da lavagem da fachada
Substituir placas que apresentem som de oco
Limpeza de fachadasNo segundo anoA cada 2 anosLavar a fachada com hidrojato de até 2.000 bar (em leque). Utilizar detergente neutro para ajudar na limpeza. Não utilizar cloro ou outros produtos químicos
Inspeção de juntas de dilataçãoNo segundo anoA cada 2 anosInspecionar e trocar, se necessário, o elemento de vedação de juntas de dilatação de pisos (silicone, mastique, EPDM ou equivalente). Usualmente, juntas de silicone duram entre 5 e 10 anos e juntas de EPDM entre 10 e 20 anos

Viu como um porcelanato manchado não é um caso perdido? Então, confira agora como limpar o revestimento!

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *