Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Vitrine

Por dentro de uma das casas mais bonitas do Airbnb

05/11/2018

Já pensou em hospedar-se em uma das casas, arquitetonicamente, mais interessantes e sustentáveis da plataforma de hospedagem compartilhada?

Diferentemente de um hotel, o Airbnb proporciona viver experiências reais, iguais às dos moradores locais, onde quer que você esteja. Essa vivência faz com que o viajante se sinta parte da cultura e descubra lugares inusitados durante a sua estadia.

Fachada da Zé House (Foto: Bárbara Cassou)

Foi assim que uma pequena casa moderna em Palmela — cidadezinha histórica perto de Lisboa, em Portugal — ganhou nosso coração. A Zé House foi amor à primeira vista quando buscávamos por uma hospedagem perto de Comporta (praia da moda entre os portugueses).

A casa do Zé fica localizada perto de importantes áreas naturais preservadas da cidade: o Parque Natural da Arrábida e a Reserva Natural do Estuário do Sado. Além disso, está cercada de edifícios de arquitetura colonial.

Por mais que a Zé House seja de um estilo arquitetônico totalmente contemporâneo, se destacando desse entorno histórico e cultural, ela também se integra ao ambiente por manter relações com o estilo das casas da vila antiga.

Por exemplo: sua cor principal (da fachada e do interior) se dá pela pigmentação do cimento em ocre, tonalidade que está presente nos telhados e fachadas dessas casas de antigamente.

Basicamente, a Zé House é feita desse cimento pigmentado e madeira reutilizada. A mesma madeira que serviu de molde para a secagem e concretagem do cimento depois foi limpa, polida e utilizada no interior da casa, como parte do revestimento e dos móveis.

Aberturas com vista para as casas da vila (Foto: Barbara Cassou)

É possível ver as imperfeições na madeira devido ao processo de concretagem — o que torna o interior da casa ainda mais interessante e único.

Imperfeições na madeira devido à reutilização dos painéis da concretagem (Foto: Barbara Cassou)

O próprio Zé, morador da casa, contou que a decisão sobre os materiais teve o objetivo de abaixar o custo, além de promover a sustentabilidade.

LEIA MAIS: Sustentabilidade no retail design colabora para projetos decorativos únicos

Leonardo Finotti é o arquiteto italiano por trás dessa obra. Ele projetou o espaço e dividiu o edifício em três andares: térreo com o hall de entrada e uma ampla sala de estar; primeiro andar mais reservado com os quartos; e o segundo e último andar para a cozinha e uma área de estar mais íntima.

O térreo é banhado por luz natural, que chega de um pátio lateral interno. A parede desse pátio foi mantida da edificação anterior, por isso seu topo apresenta uma forma triangular — que era onde se sustentava o telhado da antiga casa.

A escada é o elemento de destaque do interior da casa. Os degraus se estendem aos painéis de madeira que geram uma separação entre o vão da escada e o corredor de acesso aos quartos.

À esquerda, hall de entrada com acesso ao pátio. À direita, detalhes do painel de madeira da escada

As aberturas foram estrategicamente pensadas para receber luz natural, tanto lateral quanto zenital, além de enquadrar paisagens da cidade.

Um terraço no segundo andar do edifício se abre para a paisagem natural do parque, também com vista para a vila.

À esquerda, abertura lateral na sala de estar. À direita, terraço da casa (Foto: Barbara Cassou)

Sem dúvidas, a Zé House é uma experiência incrível do Airbnb para quem gosta de arquitetura. Além de viver como um morador local, é possível inspirar-se com esse projeto arquitetônico que consegue ser simples e contemporâneo, ao mesmo tempo em que é sustentável e conceitual.

E você, conhece alguma hospedagem sensacional do Aibnb? Deixe seu comentário contando!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *