Menu
Projetos e Obras
Busca

A estrelítzia é considerada uma espécie exótica; as suas flores têm o formato de um pássaro (Foto: PxHere)

Conteúdo Matérias

Plantas de verão: deixe a estação ainda mais colorida e exuberante

26/02/2021

Redecore os ambientes com as plantas de verão e aproveite o melhor de sua beleza e vivacidade, na estação mais quente do ano!

As estações quentes fazem a moda criar coleções cheias de cores que simbolizam o momento. O design de interiores também reserva espaço para as altas temperaturas. E as plantas de verão trazem, além do espírito de uma nova época, a renovação de ambientes.

Decorar com plantas da estação é como degustar alimentos em seu período de sazonalidade. Ambos demonstram o melhor lado para o seu deleite. Portanto, usar espécies de verão é o que há para decorar com muita vivacidade.

Abra as janelas, arranje vasos novos, separe as ferramentas de jardinagem e aproveite a energia da estação. Neste artigo, você vai conhecer muitas plantas típicas do verão, saber como cuidar delas e decorar os ambientes com o que cada uma tem a oferecer de melhor!

Quais são as plantas de verão que você pode usar?

Conheça agora algumas espécies que podem deixar a sua decoração ainda mais colorida e exuberante durante o verão.

Clúsia

A clúsia tem um jeito de planta suculenta, mas na verdade não é. Os seus galhos e as suas folhas, bem grossos, são característicos nas várias espécies, como a fluminensis e a gutífera.

Já a clúsia rósea fica cheia de flores quando o calor chega. A sua flor é quase como uma pintura feita com tinta guache, com pétalas brancas e toques leves de cores como o vermelho e o rosa.

Cuidados com a clúsia

Oferecendo iluminação e regas adequadas, o local ficará bem expressivo com a presença da clúsia (Foto: Pexels)

Não há muito segredo para cultivar e manter a aparência sempre bela dessas plantas de verão. O ideal é plantar a clúsia em canteiros ou mesmo em jardins, já que ela cresce bastante, exigindo podas periódicas.

Ela pode pegar bastante sol e pede regas a cada dois ou três dias, com muita água, a ponto de ficar encharcada. Molhar as folhas também ajuda na saúde da espécie, dando mais vitalidade a ela.

A clúsia do tipo rósea exige podas constantes, pois ela pode atingir incríveis 10 m de altura. Para não errar nesse cuidado, é preciso ficar de olho quando ela crescer além do que o ambiente comporta.

Dicas de decoração em ambientes

Como essas plantas de verão têm o seu estilo voltado à ornamentação de interiores, ela pode ser plantada em vasos com o mesmo perfil.

Já para a decoração de jardins e canteiros externos, a clúsia se adapta melhor e entrega uma estética mais bonita quando é plantada sozinha — seja com podas que a deixam em formato de quadrado ou bola ou como árvore de porte médio.

Gerânio

O gerânio é uma das plantas de verão que tem flores lindas que só aparecem na estação quente (Foto: PxHere)

As suas folhas simples, com tonalidade verde-claro, passam despercebidas em um jardim. Porém, as suas flores em tamanho grande trazem a essência da planta.

As flores do gerânio têm mais de 10 variações de tons e preenchem facilmente a folhagem, formando um contraste agradável.

Cuidados com o gerânio

O gerânio precisa de exposição direta ao sol o tempo todo, para que assim dê lindas flores na época de floração. Para ajudar nessa etapa tão esperada, é preciso fortificar a planta com adubo para florescimento, especialmente na chegada do verão.

Como essa é uma das plantas de verão que tem porte pequeno, ela pode ser podada somente quando tiver folhas e galhos mais velhos e secos. A sua altura não passa de 90 cm, mas ela é do tipo que se expande lateralmente.

Dicas de decoração em ambientes

O gerânio pode ser plantado dentro de vasos em salas e cozinhas, alegrando o ambiente o ano inteiro. Apesar de ser uma das plantas de verão, ele tem a vantagem de florescer em quase todas as estações.

Você também pode fazer paredes vivas, uma vez que ele cabe em espaços dos compactos aos grandes. O único cuidado na escolha do ambiente é se certificar de que ele receberá luz solar direta.

Coleus

Algumas espécies de coleus exigem lugares bem espaçosos para que se adaptem, cresçam e revelem as suas cores (Foto: PxHere)

A princípio, o coleus pode dar a impressão de que é uma planta que está com alguma doença. Contudo, as suas manchas são o tesouro da espécie.

Há vários tipos de coleus, todos com as mesmas características de tamanhos, cores e texturas. O que muda mesmo são os tons coloridos — rosa, vermelho, roxo e amarelo, entre outros — e como eles se manifestam nas folhas.

Há alguns tipos dessas plantas de verão que têm as folhas manchadas, como se algum líquido tivesse sido derrubado nelas. Já outras têm a mesma coloração por quase toda a folha, contando apenas com uma fina borda no tom verde natural.

Cuidados com o coleus

A iluminação é unanimidade em todos os tipos de coleus: é preciso muita exposição solar. Assim, as folhagens vão render todos os mais de dez tons vivos, que parecem ter saído de telas de pintura.

As regas para o coleus devem ser espaçadas, desde que a terra fique sempre úmida, mas não encharcada. No calor intenso, se for preciso, regue até duas vezes ao dia — no começo da manhã e à noite.

Dicas de decoração em ambientes

Na escolha de coleus de grandes folhagens, eles devem ser colocados em jardins e vasos bem grandes. Assim, poderão atingir o seu porte máximo. Nesse caso, sacadas espaçosas e entradas de casas são locais propícios para decorar com a espécie.

Os tipos dessas plantas de verão que têm folhagens menores podem ser usados para a decoração de canteiros internos. Cozinhas e áreas de serviço combinam com a graciosidade do coleus, desde que ele seja acomodado em vasos bem expostos ao sol.

Girassol

O girassol é muito expressivo com as suas pétalas amarelas e o botão que combina tons claros e escuros (Foto: PxHere)

Como citar plantas de verão sem mencionar o girassol? Essa espécie é uma das mais populares e foi a escolhida pelo pintor Vincent Van Gogh para ser a estrela do quadro Os Doze Girassóis Numa Jarra.

A composição do artista enalteceu toda a energia dessas plantas de verão, que serviram de estudo para ele usar novas técnicas de luz e intensidade.

Melhor escolha para os ensaios não poderia ter sido: ele fez ao todo sete telas com girassóis.

Cuidados com o girassol

Todo dia de muito sol. Basicamente, essa espécie exige esse cuidado primordial para que renda flores sempre lindas.

As regas da planta devem acontecer só uma vez por semana, mesmo em forte calor. E a terra deve ter boa drenagem e levar muito adubo, o que ajuda a manter os ciclos de floração anuais.

Dicas de decoração em ambientes

O girassol é muito emblemático. Ele pode ser usado em praticamente todos os ambientes, desde que receba no mínimo oito horas de luz solar direta.

Um girassol solitário em um vaso é o suficiente para decorar salas e quartos, enquanto vários deles rendem um belo canteiro amarelo.

Estrelítzia

A espécie proveniente da África do Sul é do tipo ornamental e atinge grande volume; por isso, é ideal para jardins suntuosos (Foto: PxHere)

A ave-do-paraíso é o nome que batiza popularmente essa planta de verão muito exótica. Essa referência é por conta de um formato muito singular: quando a flor desabrocha, ela delineia um pássaro em tons laranjas e roxos.

Cuidados com a estrelítzia

A estrelítzia exige sol pleno durante todo o dia, além de uma boa adubação semanal durante a primavera e o verão.

Essa combinação na medida certa vai gerar dezenas de flores, que permanecem abertas e vistosas por semanas.

Quanto às regas, a estrelítzia precisa de água uma vez ao dia, em quantidade proporcional ao seu porte, para dar conta do recado.

Dicas de decoração em ambientes

Esse tipo de planta de verão requer um bom espaço para ser cultivada e decorar casas e apartamentos. Vasos com cerca de 1 m de altura e largura são ideais para a decoração com a espécie.

Jardins externos e internos, embaixo de escadas e áreas que fiquem expostas ao sol são locais perfeitos para o décor com a estrelítzia. O espaço ainda deve contar com profundidade suficiente para que as raízes cresçam.

Margaridas

O porte pequeno e as folhas das margaridas dão o tom rústico da espécie, com perfil de flor de campo (Foto: PxHere)

As margaridas são plantas de verão que transmitem uma atmosfera bem clássica onde estão. Elas são bem delicadas, para uso em vasos pequenos ou mesmo em grandes jardins repletos de vários tipos delas.

Cuidados com a margarida

Essas são plantas de verão bem fáceis de cultivar, exigindo exposição ao sol todos os dias pelo maior tempo possível. Elas também precisam de bastante água e uma terra mais fina, que tenha alta absorção.

Regas uma vez ao dia — de preferência pela manhã, antes de o sol nascer — vão manter elas bem molhadas para suportar as altas temperaturas.

Dicas de decoração em ambientes

As margaridas podem ser cultivadas em vasinhos, arranjadas como buquês. Também combinam bem com vasos pendurados em janelas, transmitindo um ar de casa interiorana.

Além do mais, as margaridas são perfeitas para jardins, se proliferando em ritmo sutil e dando preenchimento bem colorido à área.

Trazer plantas de verão para perto vai amenizar as temperaturas e manter o ambiente cheio de energia. Definitivamente, elas são uma boa pedida para garantir projetos que entreguem qualidade de vida acima de tudo.

Aprofunde-se no cultivo de espécies para decoração. Veja como cuidar de plantas durante o verão para garantir um aspecto sempre charmoso nos ambientes!

Foto de destaque: A estrelítzia é considerada uma espécie exótica; as suas flores têm o formato de um pássaro (Foto: PxHere)

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *