Menu
Projetos e Obras
Busca

Portobello Tendências

Planeta Casa: na CASACOR SP, arquitetura e decoração levam em conta impacto ambiental

28/05/2019

Sustentável, porcelanato Portobello reveste onze ambientes. Conheça alguns deles, num bom panorama do perfil desta edição.

A CASACOR São Paulo chega a sua 33ª edição consolidada como a maior mostra de decoração das Américas e como evento preocupado com a sustentabilidade. Após A Casa Viva de 2018, o tema de 2019 é Planeta Casa. A maioria dos profissionais de arquitetura interpretou a proposta com ambientes que utilizam materiais e técnicas construtivas sustentáveis.

O porcelanato é um destes materiais. A Portobello é patrocinadora oficial da mostra. Seus produtos estão presentes em onze ambientes, desde revestindo fachadas e pisos de grandes casas, como a Arena Casa Cor, de Tania e Fabiano Hayasaki, e a Casa Oak, de Moacir Schmitt Jr. e Salvio Moraes Jr., até constituindo detalhes decorativos de ambientes menores, como banheiro do Loft Árvore da Vida, de Marcelo Salum. O lançamento Ms Barcelona foi o grande sucesso, aparecendo em cinco ambientes.

Como sempre, a CASACOR São Paulo traz grande variedade de estilos de decoração, desde projetos mais conservadores, como o Atelier de Morar, de Denise Barretto, outros bem coloridos, como o Lounge Bauhaus 100 Anos, de Tufi Mousse.

Conheça os ambientes com produtos Portobello na CASACOR São Paulo:

Arena CASACOR

É o espaço oficial de eventos da CASACOR São Paulo, onde acontecerão palestras, reuniões, workshops e coquetéis durante os mais de dois meses de mostra. Para tudo isso, o arquiteto Fabiano Hayaski e a designer de interiores Tania Hayasaki criaram cinco ambientes: hall, living, auditório, sala de relacionamento e jardim tropical. O casal trabalhou para que a arena, além de funcional, fosse acolhedora e sustentável. Além dos materiais de reuso, lâmpadas de led, plantas que não precisam de irrigação e reaproveitamento da água, Hayasaki apostou no porcelanato Portobello. Revestindo todo o piso da área interna, Ms Barcelona Bronce. Nas paredes externas, fachada ventilada com Steel Corten. No sanitário, Area White.

Steel Corten na área externa da Arena Casa Cor, de Fabiano e Tania Hayasaki (Foto: divulgação)

Ms Barcelona no piso da Arena Casa Cor, de Fabiano e Tania Hayasaki (Foto: divulgação)

Casa Oak

Moacir Schmitt Jr. e Salvio Moraes Jr., do Studio Casadesign, criaram uma casa com atmosfera de refúgio e pertencimento. Por isso, elegeram o carvalho natural, que aquece os ambientes, para revestir teto e paredes e dar nome ao projeto. Em contraste cromático com a madeira clara e amendoada, o piso Pierre Ble reproduz um limestone belga, de azul intenso, que, dependendo da luz, adquire tonalidades pretas ou cinzas. Para um estilo mais rústico, o porcelanato foi utilizado no formato 20x20cm, com bordas irregulares. A fachada, por sua vez, tem estilo brutalista, com apenas um recorte que forma um ângulo interno para a porta. O revestimento da fachada também traz aspecto rústico, com os tijolos Brickstar Carbon, que parecem ser feitos artesanalmente, com leve brilho metalizado.

Brickstar na fachada da Casa Oak, do Studio Casa Design (Foto: Denilson Machado)

Brickstar na fachada (Foto: Denilson Machado)

Pierre Ble 20x20cm no piso da Casa Oak, do Estudio Casa Design (Foto: Denilson Machado)

Brickstar e Pierre Ble foram as escolhas do Studio Casa Design para revestir a Casa Oak (Foto: Denilson Machado)

Praça da Arte

O paisagista chega à sua 26ª participação em CASACOR como o profissional que mais marcou presença nas mostras. Neste ano, o jardim criado por ele cumpre papel ainda mais importante no convívio entre os visitantes, já que é o espaço de ligação entre ambientes. O produto Noventa Graus Mix, da linha Athos Bulcão, foi o escolhido

Todo o charme do banco com o porcelanato Noventa Graus Mix no banco e detalhe em torno das folhagens

Todo o charme do banco com o porcelanato Noventa Graus Mix no banco

Todo o charme do banco com o porcelanato Noventa Graus Mix no banco e detalhe em torno das folhagens

Atelier de Morar

Denise Barretto é sempre um dos nomes mais celebrados da CASACOR São Paulo. Arquiteta de carreira consolidada, é reconhecida pelo bom gosto, sem exageros. Em seu Atelier de Morar, apostou no Ms Barcelona Cristal para o piso e no Concrete Rope para a fachada. Os elementos que Denise trabalhou nesse projeto foram conforto, atemporalidade, minimalismo e sustentabilidade.

Ms Barcelona no piso do Atelier de Morar de Denise Barreto (Foto: Rômulo Fialdini)

Ms Barcelona no piso do Atelier de Morar de Denise Barreto (Foto: Rômulo Fialdini)

Lounge Bauhaus 100 Anos

O arquiteto Tufi Mousse quis fazer um elogio a Bauhaus, que está comemorando 100 anos. O ambiente traz colunas, móveis e cores típicas da escola alemã, incluindo o piso Ms Barcelona Acero, inspirado no Pavilhão Barcelona de Mies van der Rohe. Em contraponto, um painel de Casablanca Nuage recebeu uma pintura que retrata uma cena contemporânea, do século 21. “Quis mostrar que esse legado de um século afetou toda a nossa arte, toda a nossa arquitetura”, explica Tufi.

O painel de Casablanca Nuage recebeu pintura artística no Lounge Bauhaus 100 anos, de Tufi Mousse (Foto: divulgação)

Painel de Casablanca Nuage e piso de Ms Barcelona no Lounge Bauhaus 100 anos, de Tufi Mousse (Foto: divulgação)

Painel de Casablanca Nuage e piso de Ms Barcelona no Lounge Bauhaus 100 anos, de Tufi Mousse (Foto: divulgação)

Painel de Casablanca Nuage e piso de Ms Barcelona no Lounge Bauhaus 100 anos, de Tufi Mousse (Foto: divulgação)

Loft Árvore da Vida

O arquiteto Marcelo Salum se inspirou no filme Árvore da Vida para seu loft. Logo na entrada, há um espaço com a árvore e um balanço, em alusão à forte cena da criança. Para o piso desse terraço, Marcelo elegeu o porcelanato em grande formato Travertino Navona Crema. Em seguida, se entra no loft todo amarelo, inspirado no sol. “Precisamos do sol para ter vida na terra, então eu queria um elemento luminoso”, explica o arquiteto. No banheiro, a parede é revestida de Casablanca Solaire. “Quando eu cheguei no lançamento da Portobello, nem acreditei que haviam feito um azulejo amarelo, uma cor que não é comum”, relembra.

Casablanca Solaire revestindo as paredes do banheiro do Loft Árvore da Vida, de Marcelo Salum (Foto: divulgação)

Casablanca Solaire revestindo as paredes do banheiro do Loft Árvore da Vida, de Marcelo Salum (Foto: divulgação)

Travertino Navona Crema no piso do Loft Árvore da vida, de Marcelo Salum (Foto: divulgação)

Travertino Navona Crema no piso do Loft Árvore da vida, de Marcelo Salum (Foto: divulgação)

 

Foyer Bienvenue

A chegada na CASACOR São Paulo acontece por um hall suntuoso. Assinado pelo escritório Piloni Arquitetura, tem o estilo Hollywood Regence, inspirado na década de 1930, glamoroso e alegre. Este estilo também é caracterizado pelos pisos em mármores preto e branco. A escolha foi pelas reproduções de Black Eclipse e Oro Bianco.

Black Eclipse e Oro Bianco no Foyer Bienvenue, de Pilone Arquitetura (Foto: Marco Antonio Foto)

Black Eclipse e Oro Bianco no Foyer Bienvenue, de Pilone Arquitetura (Foto: Marco Antonio Foto)

Black Eclipse e Oro Bianco no Foyer Bienvenue, de Pilone Arquitetura (Foto: Marco Antonio Foto)

 

Estúdio Hygge

Melina Romano simulou uma área externa trazendo luz para a área interna com o painel de Cobogó Craft iluminado. Ela acredita que a solução, inclusive, pode ser adotada fora de mostras de decoração, em casas com poucas aberturas, com um painel iluminado inusitado. O Estúdio Hygge traz o conceito dinamarquês traduzido para o Brasil, tentando recuperar o aconchego das casas de avós.

Cobogó Craft no Estudio Hygge de Melina Romano (Foto Denilson Machado)

Cobogó Craft no Estudio Hygge de Melina Romano (Foto Denilson Machado)

Cobogó Craft no Estudio Hygge de Melina Romano.(Foto Denilson Machado)

 

Suíte das Crianças

O grande quarto para dois irmãos traz várias áreas: para dormir, para estudar, para brincar, para bagunçar e para ler. É no canto da bagunça que aparece o Casablanc Vert, revestindo a bancada onde as crianças poderiam brincar com desenho, pintura e outras atividades manuais. As arquitetas do Messa Penna pensaram em crianças de ambos os gêneros, de 9 a 12 anos.

Casablanca Vert no cantinho das crianças das arquitetas Messa e Penna

Casablanca Vert no cantinho das crianças das arquitetas Messa e Penna

 

Bar do Jockey

O espaço original era um corredor com jardim externo. “A primeira coisa que me chamou a atenção foi o teto com várias demãos de pintura, que mantivemos. Chegando lá fora, vi o balcão e decidi fazer um bar com essa vista”, conta o arquiteto Eduardo Franco, que utilizou o porcelanato Pietra Lombarda Sepia. O balcão orienta o fluxo de pessoas e também é lugar de pausa, com as banquetas Jockey, de Giácomo Tomazzi.  A modulação com lâminas de madeira de alturas variadas replica a visão do skyline. O painel utiliza toras de peroba de demolição, abertas e talhadas à mão.

 

O porcelanato Pietra Lombarda no bar do Jockey

O porcelanato Pietra Lombarda no bar do Jockey

 

Loft Mobili

A mobilidade é o principal conceito, como antecipa o nome do espaço projetado pelos arquitetos Hugo Shwartz e Alexandre Gedeon, do escritório In Town Arquitetura. Os módulos habitáveis podem ser transportados e montados novamente com parafusos, que evitam desperdícios de materiais. No interior, cobogós e outras aberturas potencializam a luz e a ventilação. Os espaços compactos contam com alta tecnologia e foram pensados de forma integrada, com poucas divisórias em gesso acartonado.

Ms. Barcelona foi a escolha para o loft dos arquitetos Hugo Shwartz e Alexandre Gedeon

Twist White reveste o lavado do loft

Serviço

Período: 28 de maio a 4 de agosto

Horários: terça a sábado e feriados, das 12h às 21h; domingo, das 12h às 20h.

Localização: Av. Lineu de Paula Machado, 1.077, Jardim Everest

Entrada: terça a quinta, R$ 64; sexta a domingo e feriados, R$ 80 (há opção de meia entrada)

 

7 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *